Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Rodada final e análise da temporada


Amigos e amantes do Calcio! Neste espaço dedicado ao futebol italiano estamos juntos pela última vez na temporada, mas que seja mais uma de tantas outras vezes que estaremos juntos aqui. Faculdade, canal no YouTube, (se inscreva), e com isso nesta temporada não conseguimos cobrir todas as rodadas da Série A, mas dentro do possível cobrimos a maioria delas, com o amor pelo futebol da botta de sempre. Neste texto, jogo a jogo abordaremos como foi a temporada e os prognósticos para a próxima, nas principais equipes. Vamos juntos.


Bologna 3 x 2 Napoli 

Último jogo da temporada sacomé né, fim de feira total e se tu não entrar muito ligado contra o Bologna de Mihajlovic, que teve uma grande arrancada no campeonato, acaba tomando. Foi o que aconteceu ao Napoli jogando no domínio inimigo. O time saiu com dois gols de desvantagem no placar, marcados por Santander e Dzemaili (olha a lei do ex aí), mas até chegou a buscar o empate na etapa final com Ghoulam e Mertens que veio do banco. Porém Santander no finalzinho decretou o bom encerramento de temporada para os donos da casa. 


Vejam, primeira temporada de Ancelotti e concordamos com os amigos do principal fan-perfil no twitter do time no Brasil. Foi uma temporada razoável, aceitável, exatamente por ser a primeira. Porém é importante observar alguns aspectos que serão motivo de pressão sobre o comandante e a equipe na próxima temporada. O principal deles é que esperava-se que o time sob seu comando, adquiri-se o tal "espírito vencedor" que faltava. Não foi dessa vez, o time perdeu muitos pontos bobos na Série A e caiu de forma patética (desculpem, mas não consigo pensar em outra expressão) para o Arsenal na UEFA Europa League, caiu sem sequer lutar, caiu frustrando as expectativas de quem esperava que este fosse um grande duelo. Sem contar a eliminação para o Milan na Coppa Itália, afinal, apesar de ser o Milan, é um time em reconstrução e o Napoli tecnicamente hoje está níveis acima do time até então comandado por Gattuso. 

A ver como a equipe irá se comportar no Calciomercato, isso pode ser também um fator decisivo nas pretensões do time para a próxima temporada e a observar como o time irá reagir ante estes pontos de atenção apontados. 


Sobre o Bologna, trabalho muito positivo de Mihajlovic, quando chegou o time era ameaçado pelo rebaixamento, foram 26 pontos conquistados em 14 partidas, 6ª melhor campanha desde que assumiu a equipe, um ótimo trabalho encerrando a competição numa confortável 10ª posição. A destacar nesta equipe o ótimo desempenho do chileno Pulgar e do zagueiro ex-São Paulo Lyanco ao lado do ex-Palmeiras Danilo na zaga. 


Torino 3 x 1 Lazio 

O Torino é outra equipe que fez uma campanha boa para suas possibilidades, sob o comando de Walter Mazzarri, encerrando a competição a três pontos da zona da UEFA Europa League, numa honrosíssima sétima posição, justamente à frente de uma Lazio da qual se esperava muito mais.

Todos os gols da partida foram marcados na etapa final. Iago Falque e Lukic em seguida marcaram para os donos da casa. Immobile descontou e De Silvestri mais uma vez invocando aquela lei, definiram o placar do jogo. Destaca-se na partida também os minutos de jogo que teve o garoto Brasileiro, que apesar de paulistano da zona leste foi revelado pelo Flamengo, meia Luan Capanni de apenas 19 anos que quase conseguiu marcar em sua estreia no profissional da equipe. 

Em relação ao desempenho laziale na temporada, não vamos mentir ao torcedor que se esperava muito mais, sobretudo na Série A, uma oitava posição beira o inadmissível, a equipe ao longo da copetição parece ter regredido em relação ao desempenho da temporada passada e em se tratando de um trabalho contínuo isso não pode acontecer. Na UEFA Europa League a equipe deu azar de pegar o Sevilla logo na fase de 16 avos e venceu o favorito. Na reta final da temporada o desempenho da equipe melhorou e veio a importantíssima conquista da Coppa Itália que salvou a temporada e colocou a equipe na fase de grupos da próxima edição da mesma Europa League. É incerto ainda o futuro de Simone Inzaghi, se sabe que tem um futuro promissor, a ver se este será na equipe biancoceleste e em sendo, será preciso ser competitivo ao longo de toda a temporada e não de momentos esparsos, como nesta. 


Sampdoria 2 x 0 Juventus

Todos sabemos que o "fim de feira" já estava estabelecido na Juve desde a eliminação ante o Ajax nas quartas da Champions e aí qualquer avaliação que se queira fazer das atuações da equipe daí em diante seria inútil. Nesse time todo remendado que foi à campo nesta despedida da temporada, interessante notar a presença no 11 titular do garoto revelado pelo Corinthians, de 21 anos, Matheus Pereira, que foi negociado pelo clube paulista junto ao Empoli e logo pinçado para a base da bianconeri, passando por alguns empréstimos, inclusive para o Paraná no último e retornando. Deve ser novamente emprestado, mas interessante ver até onde o menino já chegou. No jogo em si, gols na reta final da partida de Defrel e Caprari garantiram a vitória na despedida em casa, de uma temporada regular do time da Samp. 

Em relação a Juventus fizemos neste texto (clique), uma análise mais profunda, mas o que cabe salientar mais uma vez é, não se pode menosprezar o trabalho de Allegri, os cinco títulos da Série A, as quatro conquistas da Coppa Itália, enfim, manter tamanho domínio não é pra qualquer um. Como lá disse, não é "culpa do Allegri" pura e simplesmente o fato da orelhuda não ter vindo. A Juventus está NO MEIO do processo de construção de um time que possa vencer a Champions, Cristiano Ronaldo é parte desse processo e não o ponto culminante, ao menos não já. 



Atalanta 3 x 1 Sassuolo

A Atalanta encerrou a sua temporada histórica com uma grande vitória ante o Sassuolo em casa por 3 x 1, o que é muito significativo se olharmos para aquele Sasol recente que encantou a Itália e se classificou para a Europa League. 

Sim, aquele Sassuolo de Di Francesco e a Atalanta de hoje de Gasperini guardam muitas semelhanças, sobretudo na ofensividade, no estilo de jogo envolvente, conduzido por jovens valores. É bem verdade que aquele Sassuolo era "mais italiano" do que esta Atalanta onde competentemente foram pinçados na Europa e na Argentina, grandes talentos jovens que compuseram este elenco maravilhoso, mas, é impossível não notar a semelhança entre aquele e este trabalho.

No time de Bergamo, a única e fundamental certeza, além claro, da classificação da equipe para a fase de grupos da próxima Champions League, é a de que o comandante Gian Piero Gasperini segue no comando da equipe até 2022, esse movimento é fundamental para as pretensões da modesta equipe de se manter na crista da onda do Calcio pelo máximo de tempo possível. É bem verdade que esta missão pode ser bastante dificultada pelo forte assédio que a equipe já está sofrendo e vejam que formalmente nem está aberto ainda o Calciomercato. Mas, se há um cara que pode reconstruir e refazer o time de possíveis perdas, como já tem feito temporada a temporada, é o atual comandante. Agora é torcer por um grupo favorável na Champions. 

Sobre o Sassuolo, De Zerbi que já tinha feito um bom trabalho no Benevento, fez um trabalho muito digno neste depenado Sassuolo que já não tem as pretensões de outrora, mas que vai cada vez mais se consolidando na elite, o que é um feito e tanto se olharmos para a equipe anos atrás. Sobre o jogo, Zapata, Papu Gomez e Pasalic viraram o jogo, onde o placar foi aberto pelo posteriormente expulso Berardi e perto do fim do jogo os visitantes perderam ainda Magnanelli. Convenhamos, um encerrou a temporada de forma apoteótica enquanto o outro de forma ainda que honrosa, melancólica. 



SPAL 2 x 3 Milan

O último ato de um bravo, porém ainda despreparado Gattuso no comando Rossoneri quase levou a equipe a se classificar para a Champions League, faltou muito pouco, faltou o Empoli não tomar mais gols do que faz como ao longo de todo campeonato. Opa, claro, estou sendo injusto, o Milan sob o comando de Rino infelizmente não engrenou, teve uma queda de rendimento muito acentuada na reta final da temporada e acabou ficando de fora, justo para a rival Internazionale. 

Mas nesse final melancólico, onde me solidarizo com tantos amigos torcedores do Milan, quero aqui registrar o meu respeito pela figura de Gennaro Gattuso, é fato que ele ainda não estava preparado pra dirigir um Milan, fato que falta ainda o lado tático, ainda que o coração e o motivacional lhe sobrem. Mas o quão honrosa foi sua postura neste final de temporada é algo digno de registro. Em nenhum momento ele colocou um "talvez", logo ao fim da partida admitiu o "fracasso" e deixou o comando da equipe. Esta é a postura de um cara que acima até de si mesmo respeita o clube e sua torcida, não pensou em si, simplesmente abriu o caminho para que mudanças possam acontecer, lindo gesto. Sorte e competência em sua carreira Rino.

O SPAL também fez um trabalho bastante digno na temporada, com jovens valores, um trabalho interessantíssimo que consolida a equipe por mais um ano na elite, lembrando sempre que a equipe faliu anos atrás então é muito significativo este retorno tão forte do time.

Na partida, Çalhanoglü colocou o Milan na frente e Kessié que tinha feito a jogada do primeiro gol ampliou. Vicari diminuiu com assistência de Murgia. Na etapa final o argelino Fares empatou, mas o nome do jogo, Kessié garantiu a vitória rossoneri e aquela esperança até quase o fim da vaga, que frustrantemente não veio.


Internazionale 2 x 1 Empoli

Fala-se e critica-se muito, que supostamente o trabalho de Spalletti tenha estagnado. E realmente isso parece ser verdade o time começou bem a temporada e teve uma queda e uma instabilidade muito acentuadas ao longo deste 18/19.

Mas é preciso registrar que num momento onde há tantas forças lutando pra ocupar as lacunas deixadas no Calcio e com tamanha instabilidade de equipes tradicionais, vide as próprias equipes da capital, vale ressaltar a importância de um trabalho que levou em duas temporadas seguidas a equipe á Champions League, parece pouco perto de um recente passado, mas na realidade atual é algo bastante significativo. Vale ressaltar que o irmão do treinador lutou pela vida nas últimas semanas e neste último dia 28 faleceu. Como será que Luciano lidou com isso? Ainda assim ele esteve lá, a beira do campo tentando fazer o seu melhor. Merece o máximo respeito, só quem já perdeu entes queridos sabe a dor. 

Isto posto, Antônio Conte já chegou. Um técnico absolutamente vitorioso, de muita qualidade, que em recebendo um elenco qualificado, pode recolocar de vez a Inter na luta pelos títulos em disputa. Godin também chega para ser o substituto ideal de Miranda, seguiremos acompanhando o que mais os nerazzurri farão no Mercado. 

Sobre o Empoli, realmente uma pena o rebaixamento, uma equipe que fez ótimos jogos, que deu trabalho para todo mundo que enfrentou, que marcou 51 gols, mais do que marcaram metade das equipes da competição, além de ter tido 10 vitórias. Porém um time que pagou caro pelo desequilíbrio entre ataque e defesa. Nada contra o Genoa, que teve oito vitórias, porém um gol a mais de saldo. Mas a meu ver teria sido muito mais interessante ver o Empoli seguir que o time genovês. Alarmante mesmo foi o desempenho da Viola na temporada, queda livre na segunda metade da temporada, algo assustador, ali não é o lugar de um time com a qualidade que tem a Fiorentina. 

Sobre o jogo, gols na etapa final, Keita abriu o placar. O marfinense Traoré empatou, mas Nainggolan (quem diria) fez o gol do alívio, o gol da classificação para mais uma Champions. 


Roma 2 x 1 Parma

Assim como há dois anos, quando o ídolo máximo Francesco Totti deixou os gramados para ratificar seu lugar na história. Neste domingo foi a vez de duas despedidas, mas uma delas muito especial, um símbolo giallorossi encerrou seu ciclo com muita emoção no Olímpico, sendo substituído aos 36 minutos da etapa final por Under. 

Evidentemente eu não sou romanista mas claro que foi pra mim novamente muito emocionante, como aficionado pelo futebol Italiano, ver o tamanho respeito, o estádio inteiro parado pra reverenciar Daniele De Rossi em sua despedida. Despedida também de Claudio Ranieri, que também foi ás lágrimas, que também tem uma enorme ligação com o clube. Em relação à temporada da equipe, muitos problemas realmente, mas é um time com jovens e bons valores, uma equipe que pode vir a evoluir muito e voltar a brigar por conquistas já na próxima temporada. 

O Parma por sua vez assim como o SPAL tem grandes méritos em sua reconstrução e fez um grande trabalho, o nome e a torcida que carrega podem ser fatores fundamentais para a manutenção na elite nas próximas temporadas. 

Pellegrini abriu o placar, Gervinho empatou já sem De Rossi em campo, mas Perotti aos 43 definiu a vitória no encerramento da temporada. 


Demais Resultados

Frosinone 0 x 0 Chievo
Cagliari 1 x 2 Udinese
Fiorentina 0 x 0 Genoa ( o empate da salvezza). 


Classificação final


Termina assim mais uma temporada de nossa cobertura do futebol Italiano. Mas claro, estamos de olho no "calciomercato" e siga acompanhando nossos textos e programas no YouTube. 



Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! Acompanhe nesta segunda às 16h, o "JC Esportes" com os destaques do meio de semana. 


Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas  Imagens: AFP, Getty, LaPresse e FC Tables (Tabela)

Nenhum comentário