Elo entre a família Bolsonaro e o submundo (não tão escondido assim) da milícia carioca, Fabrício Queiroz, segundo a mídia convencional, segue preso em Bangu e, sua defesa, deu entrada com o pedido de habeas corpus, que deve ser julgado pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça – STJ. O recurso foi parar na 3ª instância porque Queiroz é “investigado” em na mesma peça que apura eventuais crimes cometidos pelo senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), recentemente agraciado com uma decisão que lhe garantiu foro especial.




Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos
Organização e mobilização. Na pauta, o(a) trabalhador(a) brasileiro(a) e suas questões em meio a este período histórico do Brasil marcado pelo aprofundamento de medidas destrutivas à classe, principalmente em relação a direitos (extinção destes). Se é na crônica do dia a dia que se dá conta do processo avançado de precarização de relações de trabalho, também é com os dias que se nota a insurgência organizada de trabalhadores que reivindicam, acredite, o status de trabalhador, cada vez mais negado a...trabalhadores. É tudo ao mesmo tempo, mesmo. Que bom.


O advogado trabalhista e sindical e fundador do Do.Trabalhador (conheça: https://bit.ly/2C0dxnZ) Hugo Ottati e o membro do Entregadores Antifascistas – DF (conheça: https://bit.ly/2O3B3Ds) Matheus Sousa são os convidados deste JC Express a respeito da importância da greve geral dos entregadores do dia 1º de julho e também sobre o que a classe trabalhadora pode esperar do (des)governo Bolsonaro e Congresso Nacional para os próximos meses.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos

Olá, todos, todas e todes! Vocês estão bem por aí? Por aqui, vai-se indo...

A coluna tem-se se tornado um espaço monotemático. Só escrevo sobre o (des)governo Bolsonaro e suas derrapadas e elas são várias. Pauta é o que não falta. Na coluna da semana anterior, mais uma vez tratei de uma delas, leia aqui se quiser.

Em tempos anteriores sempre se ouvia a reclamação que nunca tínhamos tempo para parar. Afinal, tudo era "pra ontem". De repente, um vírus trouxe uma doença que tornou-se uma pandemia e, a partir disto, foram estipuladas regras de distanciamento social chegando-se, em alguns lugares, ao lockdown - que é o fechamento de todos os serviços e comércios bem como o fluxo de pessoas por completo. Aqui vou apresentar uma linha cronológica de algumas atitudes de que a classe média só pensa em si, agindo muitas vezes como rebanho.

Antes da pandemia do Coronavírus é sempre bom lembrar qual foi a atitude da classe média quando ocorreu a ameaça de desabastecimento dos postos de gasolina devido a greve dos caminhoneiros. Lembram?  Uma corrida aos postos e uma elevação estratosférica do preço do litro do combustível. Esta é uma primeira demonstração recente de como age a classe média em momentos de crise. Só pensa em si.

No começo do isolamento viu-se um maior respeito pelas regras e as pessoas entendiam a importância de ficar em casa. Por um lado, o que se viu, de algumas pessoas, foi uma corrida aos supermercados para um super abastecimento das casas das pessoas.  Aqui outra amostra de como a classe média age.

A própria campanha de setores da grande imprensa, antes empenhados em divulgar hashtags como #FicaEmCasa, desapareceu. Se antes era comum sua presença nos telejornais e programas dos mais diversos, hoje isso não se verifica mais. Evidentemente que a classe média pauta-se por estes setores da imprensa, ou será o contrário. Digamos que seja um dilema "tostines": é a grande imprensa que escreve a partir do que veem da classe média ou é a classe média que reage de acordo com o que lê/ouve/vê na grande imprensa?

Nos primeiros dias da pandemia, achavam que seria como "férias", um "eu vou ali e já volto". Porém, o que se viu foi um crescimento vertiginoso de casos e mortes no Brasil e no Mundo, o que provocou a continuidade da quarentena para todos nós. Com o passar do tempo, a classe média, reverberando o discurso do governo federal, começou a exigir a flexibilização da quarentena para o retorno da atividade econômica.  Em mais uma demonstração de "total empatia" com a situação de crise da saúde pública vivida no Brasil todo. Pelo país repetiram-se carreatas exigindo a flexibilização. Em mais uma demonstração de como pensa a classe média brasileira.

Com a pressão advinda de setores políticos e sociais, os mais diversos governadores e prefeitos começaram a elaborar programas graduais de flexibilização que, segundo os mesmos, são fundamentados em princípios científicos. Definiram-se cores de bandeiras que caracterizavam uma maior ou menor intensidade na quarentena. Enquanto isso, o presidente agia fortalecendo o discurso anti-científico próprio dos fascistas, colaborando para que não fosse respeitos os protocolos, por mínimo que fossem.

Shoppings, bares e restaurantes permaneciam fechados ou funcionando no sistema "pegue e leve", impedindo que o consumidor ficasse no ambiente. As pressões pela reabertura só aumentavam, apesar da curva de casos estar em crescimento, longe do momento de platô. E a classe média seguia em carreatas pelo seu direito de beber uma cervejinha e comer um petisco ao ar livre ou, simplesmente, ir à balada.

Em determinado momento, veio a tão sonhada abertura de restaurantes e bares e com isso a maior demonstração do que a classe média é feita. Bares e restaurantes abertos, aglomeração como em períodos de normalidade e a máscara...bem, só uma mera lembrança, motivo de riso de alguns.

O momento de "total empatia" classemediana foi quando uma moradora do Rio de Janeiro referiu-se a um funcionário municipal com a frase que dá título à coluna.Para a moça que ofendeu o funcionário municipal, muito mais importante que ser cidadão é ser "engenheiro civil...e com diploma". Na escala de valores dela, ter diploma além de ser diferencial social é sinônimo de inteligência. Devido a repercussão de sua fala, a empresa em que trabalhava acabou por demiti-la. Em momento algum, desejou-se para ela algo como isso, o que possivelmente ela o faria, mas pelo menos, agora ela tem motivo para ficar em casa e respeitar a quarentena.

A moça em questão deu a demonstração mais cabal de que Marilena Chauí estava certa quando verbalizou seu sentimento a respeito da classe média e sua caracterização em vídeo que se tornou famoso. Clique aqui para vê-lo.

Até semana que vem.

Saudações,

Ulisses B. dos Santos.

Twitter e Instagram: @prof_colorado
PodCast SobreTudo: by Ulisses Santos

Sobre a Coluna

A coluna SobreTudo é publicada sempre às terças-feiras.






A Medida Provisória 936, que cria o tal Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e reduz a jornada de trabalho e salário dos trabalhadores brasileiros, agora é lei sancionada pelo presidente da República. Enquanto perdurar no País o Estado de Calamidade Pública, basta Bolsonaro publicar um decreto para que o programa seja prorrogado. A medida prejudica a classe trabalhadora porque não garante a integralidade do salário mensal e fixa o pagamento com base nos valores do seguro-desemprego.


Todos os dias, de segunda à sexta, às 21h, os principais temas do noticiário político são temas do Conexão Progressista, uma parceria entre a TV Jovens Cronistas e a TVC Jornalismo.  A live tem apresentação do jornalista Valdo Santos e participação de integrantes da equipe de cronistas do JC.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos
Em São Paulo, epicentro do novo coronavírus no País, os trabalhadores de serviços essenciais também estão tendo de dar seus pulos para enfrentar a pandemia, já que os gestores em níveis municipal e estadual, talvez de forma menos rude, fingem não ter compreendido a importância das atividades destes profissionais no atendimento ao público, à sociedade. Para os que estão na linha da frente, resta assumir a tarefa dupla de servir e se mobilizar.


Este é o caso dos os metroviários paulistas, mobilizados defendendo uma pauta de reivindicações que permite à categoria exercer suas funções com segurança, garantia e mantendo direitos.

Diretor jurídico do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, o agente de segurança do Metrô Rodrigo Kobori também é secretário-geral da Federação Nacional dos Metroviários – FENAMETRO e participa desta edição do JC Express sobre a as condições dos trabalhadores do transporte coletivo, com destaque a possibilidade de greve no próximo dia 8/7.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos




Olá amigos, voltamos com a rodada 33 da Liga Espanhola, ao qual tivemos uma arrancada do Real na liderança aproveitando o empate no clássico entre Barça e Atleti. O Sevilla fez sua parte e se desgarrou dos concorrentes pela ultima vaga na Champions League.


Leganés 0 x 3 Sevilla


Visitando o Leganés, o time do Sevilla precisava da vitoria para se distanciar do Getafe e se manter próximo ao Atlético de Madrid, ocupando o 4º lugar, o time da Andaluzia ainda sonha com uma posição melhor em La Liga.


Oliver Torres tem sido o grande destaque do Sevilla na competição- Crédito: Twitter Oficial Sevilla Fútbol Club


O inicio de jogo foi bem equilibrado, o Leganés conseguiu adiantar suas linhas ofensivas e pressionou alguns erros defensivos, já que o Sevilla tem uma filosofia de sair jogando com a bola, sem dar chutões ao ataque.

Aos 21 minutos, o visitantes conseguiram a primeira chance de perigo com Suso desviando cruzamento de Navas, a bola passou  rente ao poste de Cuellar. No lance de ataque seguinte o Sevilla abriu o placar, após escanteio cobrado por Navas, o arqueiro do Leganés afastou errado e a bola sobrou para Oliver Torres chutar rasteiro e abrir o marcador aos 23 minutos.

O Leganés quase empatou aos 33 minutos com uma bela cabeçada de Guerrero, que parou na grande defesa de Vaclik. Aos 35 minutos, Navas fez boa jogada pela esquerda, chamou três marcadores e achou ótimo passe para Oliver Torres dominar e bater sem chances para Cuellar.

A segunda etapa foi de domínio dos visitantes, que impuseram um ritmo de jogo mais rápido e envolveram o Leganés. Com serias deficiências criativas a equipe mandante não conseguiu criar e invadir a área, sendo obrigada a tentar chutes de fora da área que não levara perigo algum ao Sevilla.

Com o placar controlado, o time da Andaluzia matou o jogo aos 36 minutos com Munir, que dominou na área e bateu colocada. No apito final, o Sevilla fez seu dever de casa, somou mais 3 pontos e conseguiu controlar a partida contra um adversário desesperado e que poderia trazer sérios riscos, Lopetegui retoma um padrão ofensivo e objetivo que tem sido característica neste retorno de temporada.



Barcelona 2 x 2 Atlético de Madrid


O Camp Nou foi palco do principal jogo da rodada, o pressionado Barcelona encarou o Atlético de Madrid em um grande clássico que valia muito  para ambas equipes.  O jogo começou muito equilibrado, o Barça usou muito da velocidade nos primeiros movimentos, principalmente da movimentação de Messi e do jovem Puig, por outro lado, Simeone lançou a campo e mais parrudo e objetivo.

Oblak fazendo milagre para evitar tento de Messi- Crédito: Twitter Oficial Atlético de Madrid

Aos 5 minutos, o Atleti teve sua primeira grande chance de marcar, Carrasco cruzou cobrança de falta, Diego Costa tentou desviou de leve e a bola passou perto da trave direita de Ter Stegen. Aos 8 minutos, o Barça respondeu com o Rakitic que acertou um chute perigoso obrigando grande defesa de Oblak.

Aos 11 minutos, o Barça conseguiu abrir o placar, Messi cruzou escanteio no primeiro poste, Pique e Thomas se enroscaram e não conseguiram subir na bola que quicou e desviou na perna de Diego Costa para tirar Oblak do lance. A resposta do Atleti foi partir ao ataque, Carrasco fez jogada de habilidade dentro da área  e somente parou na entrada imprudente de Vidal, o arbitro Hernandez Hernandez assinalou a penalidade,Diego Costa cobrou primeiro e Ter Stegen defendeu, porém o VAR viu que o goleiro catalão se adiantou e o juiz mandou voltar a cobrança, Saúl foi para a marca e bateu sem chances para Ter Stegen, empate Colchonero aos 19 minutos e muita reclamação por parte dos catalães.

O ritmo da partida foi caindo, Messi assumiu seu protagonismo individual e quase virou aos 21 minutos com um belo chute colocado que passou raspando o poste direito do Atleti. Aos 44 minutos, Messi novamente tentou marcar seu gol de numero 700, em cobrança de falta o argentino cobrou, viu a bola desviar na barreira e Oblak se recuperar no lance para fazer uma ótima defesa.


O Gênio surgindo novamente - Crédito: Twitter Oficial FC Barcelona


A segunda etapa começou agitada, com um Barça incisivo na velocidade, já aos 3 minutos, Messi  achou Semedo na velocidade, na disputa com Felipe na área, o zagueiro colchonero tocou e deslocou o lateral catalão, pênalti assinalado e Messi na cobrança, o argentino com toda classe do mundo fez um gol épico de cavadinha e chegou ao seu gol 700 na carreira, virando e aliviando um pouco a situação do Barça.

A alegria durou pouco, aos 15 minutos, Diego Costa viu boa infiltração de Carrasco, que na disputa com Semedo foi tocado e derrubado na área, novamente o pênalti foi assinalado, Saúl foi para a bola e chutou, Ter Stegen ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

A partir do empate o Barça começou a atacar de forma desorganizada, Vidal teve duas chances de marcar, porém desperdiçou e o empate permaneceu, já que o Atletise poupou e fez sua lição de pontuar de alguma forma. Para o Barça foi um banho de água fria, já que o Real poderia abrir novamente e a falta de vitoria escancarar ainda mais a crise interna que o clube vive e aumentar a pressão por resultados.



 Real Madrid 1 x 0 Getafe

O Real entrou em campo sabendo que dependia somente de suas forças para abrir mais pontos em relação ao Barcelona, o adversário era o guerreiro Getafe, que luta firme para tentar se classificar para a Champions League.

Simbolo da boa fase defensiva e definidor no ataque, Sergio Ramos continua em forma- Crédito: Twitter Oficial Real Madrid C.F

O inicio de jogo foi pouco movimentado, nenhuma das duas equipes conseguiu criar uma chance efetiva de gol, a situação só melhorou na metade final da primeira etapa,aos 22 minutos, Mendy recebeu bom passe de Modric, o lateral cruzou para Vinicius Jr, que de carrinho desviou e Soria fez grande defesa.

O Getafe não conseguiu passar da intermediaria em suas tentativas de ataque, o que abriu espaço para diversos contra golpes do Real, aos 35 minutos, Isco teve grande chance de marcar após cruzamento de Sergio Ramos, Soria fez outra boa intervenção.

A segunda etapa foi mais agitada, aos primeiros 15 minutos foram bem equilibrados, o Getafe teve sua primeira chance efetiva de gol com Jaime Mata, que chutou colocado e a bola tocou o travessão de Courtois. Com o passar dos minutos a intensidade em termos de velocidade foi diminuindo, o Getefe recuou e chamou o Real para jogar no campo ofensivo.

Aos 33 minutos, o Real puxou bom contra golpe com Carvajal que fez jogada individual, invadiu a área e foi derrubado, o arbitro sinalizou pênalti e Sergio Ramos assumiu novamente a responsabilidade, e sem chances para Soria marcou seu 9º gol nesta temporada.
Apesar das dificuldades, Zidane colocou a casa em ordem e recuperou o bom futebol- Crédito: Twitter Oficial Real Madrid C.F


Já no final de jogo bastou o Real administrar o resultado e sair com mais uma vitoria, se adaptando ao estilo de jogo imposto pelo Getafe e que causou problemas já nessa temporada, o resultado foi essencial para desmoralizar o adversário Barcelona, que vê agora as chances de titulo reduzindo drasticamente.



Demais Resultados

Mallorca 5 x 1 Celta
Valencia 0 x 2 Athletic
Alavés 0 x 2 Granada
Valladolid 0 x 0 Levante
Real Betis 0 x 2 Villarreal
Eibar 0 x 2 Osasuna
Real Sociedad 2 x 1 Espanyol




Classificação


Fonte: FcTables.com 








Se inscreva em nossos canais no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nosso novo canal exclusivo de esportes, o JC Esportes e nossos conteúdos esportivos, com destaque para transmissões ao vivo, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcesportess e @jcronistas 

Olá leitores do Jovens Cronistas, bem-vindos ao Resumão da 33ª rodada da Premier League. No sábado (4), o Leicester reencontrou o caminho das vitorias e derrotou o Crystal Palace por 3 a 0. Já o Manchester United saiu atrás no placar contra o Bournemouth mas depois encaminhou uma boa vitoria por 5 a 2. O Wolves acabou derrotado pelo Arsenal, por 2 a 0 e o Chelsea recebeu o Watford e venceu por 3 a 0. 


No domingo (5), o campeão Liverpool, recebeu o Aston Villa e venceu pelo placar de 2 a 0 e o Southampton surpreendeu e derrotou o Manchester Ciy, por 1 a 0. Nesta segunda-feira teremos o encerramento da rodada, com Tottenham x Everton, no confronto de meio de tabela, que terá a transmissão do JC Esportes e você pode acompanhar a transmissão da partida aqui.

3x0

O Leicester voltou a vencer após três partidas, derrotou o Crystal Palace por 3 a 0 e assim segue firme para estar na próxima edição da Uefa Champions League. Todos os gols da partida ocorreram no segundo tempo. Aos quatro minutos, Tielemans fez cruzamento rasteiro da esquerda e Iheanacho chutou, marcando o 1 a 0. Aos 32, Barner aproveitou a escorregada de Sakho na saída de bola dentro da área e tocou para Vardy, chutar e ampliar o placar em 2 a 0. Aos 49, em contra-ataque, Barnes tocou na esquerda para Vardy, que avançou com a bola, invadiu a bola e com categoria, chutou para fechar o placar.

Com a vitoria, o Leicester chega aos 58 pontos e continua como 3° colocado, voltando a marcar 3 pontos, após 3 rodadas. O Crystal Palace com a derrota, permanece com 42 pontos, na 14ª colocação e vem em uma sequência muito ruim, de 3 derrotas consecutivas.

5x2

O Manchester United recebeu o desesperado Bournemouth, levou um susto, saiu atrás no placar, mas depois mostrou tranquilidade e venceu por 5 a 2, com grande atuação de Greenwood. Aos 15 minutos, Stanislas chutou de dentro da área, a bola desviou em King e voltou para Stanislas, que driblou Maguire, na linha de fundo, pela esquerda e chutou, quase sem ângulo, para marcar o 1 a 0. Aos 29, após troca de passes, Bruno Fernandes tocou na esquerda para Greenwood, que chutou forte, de dentro da área, para empatar a partida.

Aos 32, Smith acabou colocando a mão na bola dentro da área e foi marcada a penalidade. Rashford foi para a cobrança e chutou rasteiro, no canto direito, para virar a partida. Aos 47, Bruno Fernandes tocou na esquerda para Martial, que avançou com a bola até a entrada da área e acertou lindo chute, colocado, fechando o primeiro tempo em 3 a 1, para os Red Devils.

No segundo tempo, aos quatro minutos, Matic recuou a bola para Baily, que se atrapalhou-se ao tentar dominar a bola e colocou a mão, sendo marcado o pênalti. King foi para a cobrança e chutou no canto direito, diminuindo para 3 a 2. Aos nove, Matic tocou no meio para Greenwood, que invadiu a área e chutou cruzado, mandando a bola no ângulo, ampliando para 4 a 2. Aos 14, Bruno Fernandes em cobrança de falta, mandou a no canto esquerdo e fechou o placar em 5 a 2 para o Manchester United.

O Manchester United assim chega a sua terceira vitoria consecutiva, o novo jogo sem derrota e chega aos 55 pontos e firma-se na 5ª colocação, entrando de vez na briga por uma vaga na próxima Uefa Champions League. O Bournemouth com a derrota, permanece com 27 pontos, completa oito jogos sem vencer e encontra-se na 19ª colocação, candidatíssimo ao rebaixamento a Championship.

0x2

O Wolves recebeu o Arsenal e acabou sendo derrotado pelo placar de 2 a 0, freando assim sua arrancada em busca da próxima Uefa Champions League. Aos 43 minutos, Tierney fez cruzamento da esquerda, a bola desviou no braço de Doherty e sobrou para Saka, que acertou belo chute no canto direito e marcou o 1 a 0, para o Arsenal.

No segundo tempo, aos 41 minutos, Willock fez cruzamento rasteiro da direita para Lacazette, que dominou e girou, chutando rasteiro e cruzado, para marcar o 2 a 0 e dar a vitoria ao Arsenal. O Wolves assim volta a perder, após oito rodadas.

Com a vitoria o Arsenal chega aos 49 pontos, engata a terceira vitoria consecutiva e volta a sonhar com uma vaga na próxima Uefa Champions League, o time agora é 7° colocado. O Wolves com a derrota, permanece com 52 pontos, e é o 6° colocado, ainda também lutando para chegar ao G4. 

3x0

O Chelsea recebeu o Watford e venceu com tranquilidade pelo placar de 3 a 0, recuperando-se assim da derrota da rodada passada, para o West Ham. Aos 28 minutos, após troca de passes pelo meio, Barkley tocou para Giroud, que chutou cruzado, marcando o 1 a 0. Aos 42, Pulisic fez boa jogada pela esquerda, foi a linha de fundo e foi derrubado por Capoue, sendo marcada a penalidade. Willian foi para a cobrança e chutou no canto direito, marcando o 2 a 0.

No segundo tempo, aos 47, após troca de passes, Azpilicueta fez cruzamento rasteiro da esquerda e Barkley, dominou e chutou, mandando a bola no ângulo esquerdo, para fechar o placar em 3 a 0 para o Chelsea.

Com a vitoria os Blues chegam aos 57 pontos, e seguem firmes na 3ª colocação. O Watford com a derrota, permanece com 28 pontos, na perigosa 16ª colocação e completa o quinto jogo consecutivo sem vitoria, a sorte dele, que seus adversários na luta para fugir do Z3, encontram-se em sequências maiores, sem vencer.  

2x0

No domingo (5), o campeão Liverpool recebeu o Aston Villa, que luta para sair do Z3 e venceu pelo placar de 2 a 0, recuperando-se assim rapidamente da goleada sofrida na rodada passada, para o Manchester City. Os gols da partida ocorreram no segundo tempo. Aos 26 minutos, Alexander-Arnold tocou na esquerda para Keita, que de dentro da área, tocou no meio para Mané, que chutou marcando o 1 a 0. Aos 44, Robertson fez cruzamento da esquerda, Salah tocou de cabeça para Curtis Jones, chutar cruzado e marcar o 2 a 0.

O Liverpool com a vitoria chega aos 89 pontos e segue apenas pontuando, buscando bater recordes, tem 5 jogos para tentar superar os 100 pontos do Manchester City, da temporada 2017/2018, podendo chegar a históricos 104 pontos. O Aston Villa com a derrota, permanece com 27 pontos, na 18ª colocação, abre o Z3 e completa oito jogos sem vencer.

1x0

O Southampton recebeu o Manchester City e venceu pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida, foi marcado aos 16 minutos, após erro na saída de bola do Manchester City. Zinchenko foi desarmado no meio por Armstrong que tocou a bola para Adams, que viu Ederson adiantado e marcou belo gol, em chute por cobertura, dando a vitoria ao Southampton.

Com a vitoria o Southampton chegou aos 43 pontos, na 13ª colocação. Já o Manchester City, com a derrota, permanece com 66 pontos em seu oásis como 2° colocado, pois dificilmente será alcançado por seus adversários de G4, a distância no momento é de oito pontos para o 3° colocado, o Leicester.

Demais Resultados
0x1
1x1
2x2
_x_
Próxima Rodada
  Terça-Feira (7)
x
x
x
Quarta-Feira (8)
x
x
x
x
Quinta-Feira (9)
x
x
x


Classificação


Se inscreva em nossos canais no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nosso novo canal exclusivo de esportes, o JC Esportes e nossos conteúdos esportivos, com destaque para transmissões ao vivo, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcesportess e @jcronistas