Olá torcida colorada bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutirmos o Grenal 429, pela 32ª rodada do Brasileirão. Em um jogo com um primeiro tempo, em que o Inter colocou a bola no travessão, mas não tirou o 0 do placar. No segundo tempo, o Grêmio saiu na frente no placar, mas o Inter soube mostrar poder de reação e com gols de Abel Hernandez e Edenilson, após pênalti clamoroso de Kannemann, venceu, colocou fim a série de clássicos sem vencer, chegou a oitava vitória consecutiva e ampliou a vantagem ao segundo colocado, que agora é de 4 pontos.


O primeiro tempo foi bem equilibrado, onde o Inter esteve mais próximo de abrir o placar, mas não conseguiu converter as oportunidades em gol. Aos dois minutos, após cobrança de lateral, Rodrigo Dourado tocou para Praxedes, que chutou forte, de dentro da área e Vanderlei fez grande defesa. Aos 34, Edenilson deus passe em profundidade pelo meio para Praxedes, que tocou dentro da área para Yuri Alberto, que chutou, Vanderlei desviou e a bola bateu no travessão.

No segundo tempo, ao sete minutos, após cobrança de lateral, Yuri Alberto fez bom cruzamento rasteiro da esquerda para Peglow, que chutou para fora, da pequena área. Aos 26, Diego Souza avançou em velocidade e perdeu grande oportunidade, chutando para fora e aos 29, ele cabecou para fora, após cruzamento de Victor Ferraz.. Nesta altura da partida nosso rival dominava a partida e aos 30, após erro de Lucas Ribeiro, o Grêmio partiu em contra-ataque pela esquerda com Diogo Barbosa que invadiu a área, tocou rasteiro para Diego Souza, que de dentro da área, tocou para Jean Pyerre, que chutou cruzado, marcando o 1 a 0. 

 Nesta altura do jogo, parecia que o Inter estaria fadado a mais uma derrota em Grenais, mas assim como as mexidas no Grêmio, alteraram o time a chegar ao 1 a 0, Abel Braga fez mudanças no time do Inter e assim o time conseguiu reagir e mostrar o porquê de ser o líder do Brasileirão. Aos 44, Cuesta fez cruzamento da esquerda e Abel Braga cabeceou do banco de reservas, em linda cena e Abel Hernandez repetiu o gesto e cabeceou no gramado para empatar a partida.

Se o empate já era bom pelos outros resultados da rodada, aos 49, Uendel cobrou falta da esquerda, Edenilson se abaixou para cabecear e Kannemann esticou o braço e interceptou a bola, sendo marcada a penalidade. Edenilson foi para a cobrança e chutou com calma e categoria no canto direito, para dar a vitória ao Inter no Grenal 429, em uma rodada perfeita para o Inter. 

Abel Braga assim coloca fim a série de insucessos em clássicos, o que é uma excelente notícia e assim a mídia para de encher a paciência da torcida colorada com esses números. Abel teve coragem de mudar o time, no momento que ficamos em desvantagem e suas mexidas deram resultado, afinal, Abel Hernandez marcou o gol de empate e Uendel fez o cruzamento que originou o pênalti de Kanemann. Por falar em pênalti, os gremistas estão reclamando da falta em Ferreira, em lance ao fim da partida, que me pareceu discutível, pois o atacante já domina a bola caindo. 

Sobre o Brasileirão, gosto que continuem taxando o Inter de o "patinho feio" da competição e continuem dando o favoritismo a outros rivais, com elenco mais numeroso e com maior poder financeiro e com a desculpa que eles tem menos jogos. Já  tem time que está falando em entregar jogos, o que me remeteu a 2009, não será nenhuma novidade. Vamos seguir na nossa toada, no jogo a jogo em busca do Brasileirão.

Com a vitória o Inter chegou a oitava vitória consecutiva e agora tem 62 pontos. A rodada mais que ajudou com os tropeços de todos os adversários diretos ao título do Brasileirão e agora o Inter tem 4 pontos de vantagem sobre o vice-líder, São Paulo. Na próxima rodada o Inter recebe o Bragantino, no domingo (31), no Beira-Rio. Jogo duríssimo e precisaremos estar focados no jogo a jogo, a colocação final, se mantivermos esse grande momento será o título brasileiro. Mas teremos times que já falaram que irão entregar resultados, então cabe a nós fazermos nossa parte, rodada a rodada, em busca da conquista da competição.

Confira nossa última transmissão, com a classificação do United ante o Liverpool na FA Cup. 


Se inscreva em nossos canais no Youtube: TV Jovens CronistasJC Esportes, com conteúdos esportivos e destaque para transmissões ao vivo. Dê sua opinião, que é fundamental, seu like e divulgue para os(as) amigos(as)!

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Insta @jcesportess e @jcronistas.

A eleição para a presidência da Câmara dos Deputados a ser realizada em 1º de fevereiro está deixando todos os envolvidos aparentemente à flor da pele com a necessidade de formalização de apoio às candidaturas colocadas, todas representantes natas do campo à direita, que, por sua vez, dominou sempre a pauta na Casa. Um exemplo recente foi o episódio que expôs a divisão na bancada do Partido Socialismo e Liberdade – PSOL, que tem como sua candidata a presidente da Câmara a deputada federal Luiza Erundina (PSOL-SP).

Neste Redação JC os cronistas Adriano Garcia e Claudio Porto analisam os desdobramentos do ruído entre as lideranças da legenda, além de repercutirem a posse de Joe Biden como o 46º presidente dos Estados Unidos. No atual momento da política estadunidense, Biden é o “ar de normalidade” que os agentes do Capital sempre gostaram de fantasiar para a “maior e mais sólida democracia do mundo ocidental”.


Torne-se membro(a) do canal: https://bit.ly/3cs3Mfe​.

PIX: editorial@jcronistas.com.

IBAN: BR8733923798000000473970238C1.

Ajude-nos a alcançar a meta de 10000 inscritos na #TVJC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309​.

Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas​.

Tem gente do empresariado brasileiro que quer surfar na “onda” de críticas públicas ao (des)governo Bolsonaro por sua desorganização, como se tal inaptidão inédita, algo notável apenas agora, e não perseguisse a junta que desgoverna o Brasil há mais de dois anos. Esta aparente insatisfação pode vir a ser canalizada para um projeto maior com vistas à organização de forças, à direita, no próximo pleito presidencial.

No livro ainda não lançado de Cunha, a reunião sediada por Maia um ano antes do impeachment de Dilma Rousseff; o “bolo” do Brasil em um encontro, ainda em 2020, entre chanceleres latino-americanos e a China para tratar da viabilização de doses das vacinas chinesas; e o enfrentamento híbrido à pandemia do novo coronavírus do governo de São Paulo. 

De segunda a sexta, sempre na faixa das 21h, o JC Informa é o seu ponto de encontro com os cronistas do JC e as principais manchetes do dia. Neste espaço, os destaques dão o tom da conversa comandada pelo cronista Pedro Araujo, editor de Política no Recife, com a participação, em rodízio diário, de Claudio Porto e Adriano Garcia, ambos editores de Política em São Paulo, e Ulisses Santos, editor em Porto Alegre.

Torne-se membro(a) do canal: https://bit.ly/3cs3Mfe​.

PIX: editorial@jcronistas.com.

IBAN: BR8733923798000000473970238C1.

Ajude-nos a alcançar a meta de 10000 inscritos na #TVJC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309​.

Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas​.
Muito se discute sobre a interferência urbana em estátuas e monumentos, mas já pararam para se perguntar o motivo dela ocorrer? Hoje em dia o principal público de museus é o escolar, são raríssimas exceções os que não apresentam esse tipo de público como sua parcela maior de visitantes. São jovens e crianças que algumas vezes frequentam museus na primeira etapa da vida. Porém, a desigualdade é presente e nem todos tem essa educação sobre o patrimônio.


Eu estudei minha vida toda em escolas públicas e fui apenas duas vezes em museus durante todo meu estudo e sempre o mesmo, mal sabia que Porto Alegre tinha mais de cinquenta museus, ou que o Rio Grande do Sul é um dos estados com mais museus no Brasil, isso tudo fui descobrir na faculdade de Museologia. Portanto, que ligação patrimonial eu teria com a cidade se não tivesse sido educado sobre ela?

Sei que o tema é delicado, mas me coloco no lugar de um jovem sem noções sobre o patrimônio, que ligação ele teria com um estatua de um general do Século XIX? É quase uma incoerência cobrar de alguém com pouco acesso ou que não consegue se expressar ter cuidado com objetos da elite ou que celebram conquistas desconhecidas para muitos. Um exemplo é o centro de Porto Alegre, ao andar hoje por lá percebo cada canto histórico que ele tem, foram várias aulas que tive nele, até mesmo sei que um museu de percurso corta o centro da capital, mas e todas as pessoas que andam por lá, será que sabem?

Acredito que antes de discutir a pichação ou qualquer forma de degradação ao patrimônio deveríamos discutir como e o motivo que ocorre isso, deveríamos ir na base da questão, levar o conhecimento para as crianças e também questionar os patrimônios que temos, são todos eles válidos? Devem todos ser preservados? Me questiono sobre isso, e como exemplo utilizo as estátuas de grandes figuras escravagistas, essas merecem destaque em grandes avenidas? Não vejo motivo em uma sociedade que tanto busca evoluir, mas não olha ao redor ou o seu passado.

Fonte: https://wsimag.com/pt/cultura/648-feira-do-livro-de-porto-alegre

Não busco a destruição ou apagar a história, acredito que toda história deve ser conservada, porém o principal sobre o passado deve ser a problematização e não a celebração. Devemos ter uma educação para o povo sobre o que está no seu cotidiano, não basta apenas uma parcela da população saber o que uma alegoria significa em um monumento, toda a população deve questionar a origem dela.

Porto Alegre é só mais um exemplo, mas acredito que em todas cidades do país temos isso, o busto de um homem que poucos conhecem, e ainda é menor o número dos que se importam. Apenas a educação mudará, seja para retirar um monumento e expor apenas em museus ou para conservar e reconhecer a importância, o patrimônio, seja ela qual for, deve em primeiro lugar ser conhecido e assim será preservado.

Minhas redes sociais:

Instagram

Twitter

Facebook

Medium

Sobre a Coluna

A coluna O Mundo é um Museu é publicada sempre às sextas-feiras.

A realização do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM em meio ao contexto de pandemia do novo coronavírus, sem clareza na comunicação aos estudantes a respeito das garantias sanitárias para a participação, e a aquisição de medicamentos sem eficácia para a Covid-19 são dois exemplos de custos (distintos, é verdade) provenientes de uma das diversas características ruins do atual (des)governo: incompetência.

Além dos reflexos da ausência de governo central, este programa discute ainda a liberação do carregamento de dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford; mudança de lado na briga pela presidência da Câmara; e o resultado positivo para Covid-19 do ex-presidente Lula. 


De segunda a sexta, sempre na faixa das 21h, o JC Informa é o seu ponto de encontro com os cronistas do JC e as principais manchetes do dia. Neste espaço, os destaques dão o tom da conversa comandada pelo cronista Pedro Araujo, editor de Política no Recife, com a participação, em rodízio diário, de Claudio Porto e Adriano Garcia, ambos editores de Política em São Paulo, e Ulisses Santos, editor em Porto Alegre.

Torne-se membro(a) do canal: https://bit.ly/3cs3Mfe​.

PIX: editorial@jcronistas.com.

IBAN: BR8733923798000000473970238C1.

Ajude-nos a alcançar a meta de 10000 inscritos na #TVJC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309​.

Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas​.