Não surpreende nem um pouco o ministro da Economia Paulo Guedes afirmar, em discurso para plateia seleta, que o dólar em patamares razoáveis (bem diferente dos mais de R$ 4) não seria bom porque "todo mundo indo para Disneylândia, empregada doméstica indo para Disneylândia". O sentimento antipovo, antipobre, está na essência dos ideais defendidos pelo ministro e dos atos concretos do (des)governo. Vale lembrar a imposição de obstáculos ao acesso a benefícios previdenciários, com a contrarreforma da Previdência; a flexibilização das relações de trabalho, com prejuízo para o(a) trabalhador(a) e o constante discurso de que há direitos de mais e empregos de menos; o aumento na fila de acesso a programas sociais, como o Bolsa Família; entre outras decisões em detrimento dos mais pobres.



Os cronistas Adriano Garcia, Claudio Porto e Pedro Araujo apresentam mais uma edição do JC Express.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos
Compartilhe:

Editorial JC

Conta administrada pelos três jornalistas integrantes do Conselho Editorial do projeto Jovens Cronistas.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours