Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Futebol Vituperante

Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter aqui no Jovens Cronistas, para repercutirmos a derrota vexatória, contra o Goiás, em pleno Beira-Rio, em jogo pela 35ª rodada do Brasileirão. Jogando em casa e precisando voltar a vencer, para manter-se no G8, para classificar-se a Libertadores 2020, o Inter sucumbiu ao adversário e foi derrotado por 2 a 1 e assim permite que o time esmeraldino entre na briga pela vaga. Assim o Inter após dois jogos em casa, conquistou apenas um ponto.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

O Inter foi a campo com Marcelo Lomba; Heitor (Pedro Lucas), Rodrigo Moledo, Cuesta e UUUUUUendel; Bruno Silva (Nonato), Edenilson, Patrick (Sarrafiore), D'Alessandro, Nico López e Guerrero. O técnico Zé Ricardo mandou o time a campo com o péssimo volante Bruno Silva, que é um chama derrota impressionante e com Nico López, como novidades. Problema do Inter é que o elenco é contra o Vice de Futebol Roberto Melo e não vem fazendo a mínima questão de jogar futebol. Só o Presidente Marcelo Medeiros é que não consegue perceber isso.

Foto: Jeferson Guareze/AGIF

O Inter deu a impressão inicial que faria uma boa partida, pressionando o adversário e chegando a mandar uma bola no travessão com Cuesta, em belo chute, aos 13 minutos, mas foi um ledo engano. Aos 14, Rafael Vaz chutou forte, sem qualquer marcação da intermediária, Marcelo Lomba falhou ao tentar segurar a bola, dividiu-a com Michael, na sobra, Rafael Moura chutou marcando o 1 a 0. Aos 23, o Goiás chegou a ampliar o placar com Michael, mas o gol foi corretamente anulado pelo VAR.

Imagem
Foto: Eduardo Deconto/Globoesporte.com

O Inter pressionou em busca de empate no primeiro tempo e no inicio da segunda etapa e Tadeu mostrou que vem fazendo um grande Campeonato Brasileiro, fazendo grandes defesas, evitando o gol do Inter. No segundo tempo, aos 26 minutos, em contra-ataque fulminante, Michael avançou pela esquerda, em jogada mano a mano com UUUUUUendel, deu pena do lateral colorado, o atacante esmeraldino fez o que quis, invadiu a área, driblou UUUUUUendel e Heitor e chutou ampliando para 2 a 0, em um belíssimo gol.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Aos 32, D'Alessandro cobrou escanteio da direita e Guerrero subiu na segunda trave para cabecear e marcar o gol colorado. Mas o resultado persistiu e assim o Inter que contava com 6 pontos em dois jogos em casa, conquistou apenas 1 ponto e deixa o Goiás vivo na luta por uma vaga na Libertadores. Pelo futebol que apresentamos, seria uam dádiva, ficarmos fora da Libertadores, pois nosso futebol é risível.

Imagem

Enquanto seguirmos sendo vituperantes em todas as instâncias do clube, com um presidente Marcelo Medeiros, que muito mais se preocupa com as eleições de 2020, em que quer eleger o atual vice de futebol, Roberto Melo, para presidente, sem se preocupar com o resultado de campo. Melo enfim entregou o cargo após apenas se esconder de entrevistas. Não entendeu que o elenco não o quer e aí estoura no time, que entra sem a mínima vontade em campo e sobra para nós torcedores, sofrermos com esse futebol calamitoso.

Com a derrota o Inter permanece com 51 pontos e caiu para a 8ª colocação. Corre o seríssimo risco de ficar fora da Libertadores 2020, graças ao futebol vergonhoso que vem realizando nos últimos meses. Na próxima rodada o time enfrenta o Botafogo, no sábado (30), no Engenhão, precisa pontuar, se quiser ainda almejar algo e voltar a vencer é importante, mas depois destes dois jogos em casa, com futebol preocupante, não tenho nenhuma expectativa de um bom resultado. Os jogadores em sua maioria já largaram de mão, o Presidente Marcelo Medeiros segue prestigiando Roberto Melo, como Vice de Futebol, e o elenco é contrário a ele, ou seja, não vamos chegar a lugar algum.




Nenhum comentário