Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Recuar acaba chamando o VAR

Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir o empate entre Internacional e Cruzeiro, pela 23ª rodada do Brasileirão. Na noite de sábado (5), o Inter saiu na frente no placar, com gol de Nonato, mas depois o time recuou e acabou sofrendo o empate, em um pênalti completamente absurdo, marcado pelo VAR, ficando assim a partida no 1 a 1.


O Inter foi a campo com Marcelo Lomba; Heitor (Bruno), Cuesta, Bruno Fuchs e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (Neilton), Patrick, Nico López (D'Alessandro) e Guerrero. O técnico Odair Hellmann, mandou a campo o time com 4 volantes / meias centrais, com Patrick na extrema esquerda, seguindo seu esquema que começa bem as partidas, mas depois sucumbe, assim como aconteceu contra o Palmeiras, na rodada passada, isso se repetiu contra o Cruzeiro.

Foto: Twitter / Mineirão

Logo aos nove minutos, após boa troca de passes pelo meio, Edenilson ergueu a bola na entrada da área para Nico López, que tocou de abeça para Nonato, que na saída de Fabio, chutou para marcar o 1 a 0 para o Inter. Em um grande começo de jogo para o Inter, que largava a frente, mas como todos sabemos, depois disso, o time recuou, como sempre faz.

Aos 12, David fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e tocou para Thiago Neves, que chutou sobre o gol. Aos 15, Nico tabelou com Guerrero na entrada da área e chutou colocado, para fora. Aos 29, Thiago Neves tabelou com David e chutou fraco, para defesa de Marcelo Lomba. Aos 38, Thiago Neves deu passe em profundidade para David, que chutou para fora. 

Atuações do Cruzeiro: Robinho erra muito, gol salva Fred, e Éderson mostra regularidade
Foto: Twitter / Mineirão

No segundo tempo, a partida seguia controlada, com o Inter postado na defesa, deixando o Cruzeiro atacar, até que aos 15 minutos, Orejuela não conseguiu dominar uma bola na área, sentiu Patrick chegar perto dele e se jogou. O lance seguiu normalmente, mas o VAR entrou em ação e foi marcada uma penalidade absurda para o Cruzeiro. Fred foi para a cobrança e chutou no canto direito e empatou a partida. 

Aos 24, Guerrero em cobrança de falta, chutou para fora. Aos 25, david fez cruzamento da esquerda, Robinho cabeceou, a bola quicou e Lomba fez grande defesa. Aos 46, Egidio cruzou da esquerda para Fred, que dominou dentro da área, chutou e Marcelo Lomba defendeu. Aos 50, Patrick tocou em profundidade para Neilton, que de dentro de área, chutou fraco e Fabio defendeu. 

Odair Hellmann técnico do Inter — Foto: Reprodução
Foto: Transmissão da partida

Odair Hellmann insiste em seu esquema com quatro meias centrais, que para mim são volantes. O time acaba jogando de forma reativa, mas o grande problema é o time abrir vantagem e depois recuar, sem qualquer explicação. O time deveria buscar o 2 a 0, para só ao final da partida, buscar administrar o resultado, mas não esse recuo excessivo, que permite assim a todo e qualquer adversário, nos atacar e buscar o resultado. 

Foto: Transmissão da partida

Fora que com a ruindade da arbitragem brasileira, permitir que o adversário nos ataque constantemente, permite que tenhamos algo a ser marcado pelo VAR, nem que seja, algo que não existiu, como o pênalti que tivemos contra nesta partida. Se o Inter ficar com a bola e atacar constantemente, a chance de o VAR inventar algo a nosso favor aumenta, já que infelizmente no Campeonato Brasileiro, temos que contar com este fator, que decide as partidas. 

Foto: Internacional

Patrick como extrema-esquerda, enquanto tem fôlego, vai bem, mas depois que cansa, prejudica o time. Foi bom Odair ter esclarecido a lesão no púbis de Nonato, que esclarece muito essa constância de saídas dele do time, durante os jogos, pois geralmente ele tira Nonato e desloca Patrick, para a faixa central, já desgastado. Só gostaria que nosso treinador tivesse repertório e mudasse de vez em quando o desenho de jogo do time, parece que ele vai morrer abraçado no 4-3-2-1 e isso poderá nos custar a participação na Libertadores 2020.

Com o empate o Inter chegou aos 38 pontos e caiu para 6ª colocação, chegando a segunda partida consecutiva sem vencer e segue perdendo posições na tabela de classificação. Na próxima rodada o Inter enfrenta o CSA, no estádio Rei Pelé, na quarta-feira (9). Jogo em que mesmo com os desfalques, a vitoria é obrigação, para não corrermos o risco de deixar o G6. Espero que o time marque um gol e não recue, pois com se recuar, corrermos novamente o risco do VAR entrar em ação e marcar algo em nossa área.

Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nossos conteúdos esportivos, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário