Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Desmobilizados

Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a derrota do Inter, perante o Vasco, no domingo (20), pela 27ª rodada do Brasileirão. O time até fez um bom primeiro tempo, chegou a marcar um gol, anulado pelo VAR e na segunda etapa, o Vasco ganhou o meio-campo e venceu com gol de Marrony. O Inter segue mostrando uma enorme apatia e sem forças para reverter qualquer resultado. 


O Inter foi a campo com Marcelo Lomba; Heitor, Cuesta, Bruno Fuchs e Zeca (Wellington Silva); Bruno Silva, Edenilson e Patrick, D'Alessandro, Nico López (Sarrafiore) e Guerrero. O técnico Ricardo Colbachini, segue a cartilha dos 3 volantes, que não nos levou a lugar algum na temporada e o elenco segue desmobilizado, desde a derrota na Copa do Brasil e parece entrar em campo apenas de forma protocolar, para cumprir os jogos que restam em 2019. Até nas finalizações, percebemos que parece que falta vontade, ninguém finaliza com força.

Foto: Eduardo Deconto / Globoesporte.com

Aos quatro minutos, Zeca pegou sobra da defesa e chutou sobre o gol. Aos 13, Guerrero tocou para D'Alessandro, que da entrada da área, isolou a bola. Aos 23, Felipe Ferreira avançou pela esquerda, chutou forte e Marcelo Lomba defendeu, no rebote, Rossi cruzou rasteiro e Heitor quase marcou gol contra. Aos 25, D'Alessandro chutou da entrada da área e Fernando Miguel defendeu. Aos 33, Heitor cruzou da direita e Patrick cabeceou sobre o gol. Aos 41, D'Alessandro cruzou da direita e Guerrero cabeceou para fora. 

Foto: Imagem de transmissão da partida.

Aos 43 minutos, tivemos o lance polêmico da partida. D'Alessandro cobrou escanteio da direita, Cuesta e Henrique trombaram e a bola sobrou para D'Alessandro que chutou colocado e marcou um belo gol. Mas a arbitragem foi chamada pelo VAR e em um lance bem discutível, anulou o gol colorado. Quando digo que o lance é discutível é porque enquanto Cuesta corre para saltar e disputar a bola, o jogador vascaíno vem correndo sem saltar e tromba no zagueiro colorado, poderia então interpretar isso como uma obstrução, é lance de interpretação, o ponto fraco da arbitragem brasileira. Aos 51, Marrony fez boa jogada pela esquerda e tocou para Ribamar, que invadiu a área e chutou para fora. 

image
Foto: Carlos Gregório Jr. / Vasco


No segundo tempo, aos sete minutos, Henrique fez cruzamento da esquerda, Marrony desviou de cabeça para Rossi, que chutou, Marcelo Lomba defendeu, a bola tocou na trave e na sobra Marrony se antecipou a Bruno Fuchs e chutou marcando o gol do Vasco.

Imagem
Foto: Eduardo Deconto / Globoesporte.com

Aos 19, Patrick fez cruzamento da esquerda e D'Alessandro chutou e Fernando Miguel defendeu. Aos 20, Patrick tocou para Sarrafiore, que chutou e Fernando Miguel defendeu. Aos 21, D'Alessandro cobrou escanteio da direita e Cuesta cabeceou para grande defesa de Fernando Miguel. Aos 23, Cuesta deu nova cabeçada, para novo milagre de Fernando Miguel. Aos 37, Leandro Castan, lançou a bola para a área, Henríquez tocou para Marrony, que cruzou da esquerda e Gabriel Pec, chutou para fora. Aos 40, Edenilson lançou Guerrero, que dominou, chutou e Fernando Miguel defendeu.

Escalação do Inter com o nome do técnico Odair Hellmann — Foto: Reprodução
Foto: Twitter do Inter

Quando falo de desmobilização do Inter é em todos os setores, até mesmo o de marketing, que na divulgação da escalação cometeu a gafe de colocar o nome do treinador, sendo ainda o de Odair Hellmann. Mas falando sinceramente, o modelo de jogo de Ricardo Colbachini se assemelha muito ao do antecessor. Colbachini nesse processo é o menos culpado e a direção é a grande responsável, por essa queda livre na tabela de classificação, pois não toma a atitude de trazer um treinador.

Inter mantém interino com prazo indefinido e admite chance de contratar técnico
Foto: Eduardo Deconto / Globoesporte.com

A entrevista do Diretor Executivo Rodrigo Caetano, mostra o quão perdida esta a direção do Inter. Apostaram todas as fichas em Coudet, que só virá, isso se vier em 2020. Até lá parece que teremos mais 11 rodadas com Ricardo Colbachini e teremos um fim de 2019 bem desmobilizado, em todas as esferas do clube.

Foto: Olé

Minha esperança para treinador mais próxima é a de Sebastián Beccacece que esta balançando no Independiente da Argentina, perdeu no final de semana, na partida contra o Argentinos Jrs, se negou a dar coletiva após a partida e se não avançar na Copa da Argentina, contra o Lanus, na próxima sexta-feira (25), poderá ser demitido e assim ficar livre no mercado. Mas o meu temor é que o Inter busque um treinador "tampão", o que seria muito estranho, pois se tal medida, tivesse que ser tomada, já deveria ter ocorrido.

Com a derrota o Inter permanece com 42 pontos, e neste momento é o 6° colocado, mas ainda pode ser ultrapassado pelo Bahia, nesta rodada. Na próxima rodada o Inter aliás tem um confronto direto contra o Bahia em Salvador, no próximo sábado (26). Pelos indícios de inércia da diretoria do clube, serão 11 jogos melancólicos, para fechar uma temporada de 2019, em que não ganhamos nenhum título e parece que um novo treinador, teremos só em 2020.


Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nossos conteúdos esportivos, toda segunda tem "JC Esportes" com os destaques do Brasileirão, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário