Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor PALMEIRAS - De volta, com vitória

Foto: Lance

Salve caros amigos torcedores do verdazzo. Finalmente!  Parecia uma eternidade, mas após a campanha vitoriosa da Seleção Brasileira na Copa América 2019 nós retomamos para o horripilante calendário do futebol brasileiro e suas semanas lotadas, sem respeitar data FIFA, recuperação física, horário e afins.

E voltamos a todo vapor! Logo de cara, na primeira semana enfrentar o Internacional na Copa do Brasil já sabendo que sábado tem jogo no Morumbi contra nossos rivais tricolores,  já acende o sinal de precaução que todo torcedor palmeirense tem, que é a famosa PALMEIRADA.


Para retomar o ritmo após a parada, o Palmeiras jogou dois amistosos, o primeiro contra o Guarani, onde perdemos por 2 a 1, e contra o Operário onde ficamos no empate em 2 a 2.  Esses dois resultados já acenderam o alerta para alguns torcedores com a essência palestrina de pessimismo achando que retomaríamos o calendário oficial desatentos, apáticos, sonolentos de maneira parecida com o que vimos ano passado pós a Copa do Mundo (e isso custou o cargo de Roger Machado). Mas felizmente isso NÃO ACONTECEU.  Ao mesmo tempo não posso dizer que voltamos voando, muito pelo contrário o jogo foi fraco tecnicamente mas intenso.

O primeiro tempo foi um domínio total do Palmeiras sobre as ações do Internacional, mas isso o Palmeiras já faz desde o ano passado. O problema é que o nosso time não deixa o time adversário jogar mas também não faz muita questão de jogar, principalmente quando abre o placar cedo, o que é bastante comum e foi o que aconteceu mais uma vez. Após um início de jogo onde as ligações diretas eram frequentes para ambos os lados (principalmente para o Palmeiras) em um belíssimo cruzamento de Bruno Henrique, Zé Rafael mostra que continua em sua boa fase, toca de cabeça e sai pro abraço ao grito de gol da torcida no Allianz como sempre, com ótimo público.

Depois disso o controle Palmeirense foi ao modo Felipão, esperando contra ataque e dominando com o ótimo meio campo as poucas investidas do Internacional, que até passou a por a bola mais no chão, mas pouquíssimo criou pra cima da defesa palmeirense. O único lance de efeito do Inter foi um belo chute de fora d'área de Nico Lopez com ótima defesa de Weverton. Muita força de vontade, raça, luta mas pouca produtividade ofensiva dos dois times.

No segundo tempo o colorado veio com um pouco mais de ímpeto para o campo de ataque, teve mais posse de bola e procurou mais o empate (coisa normal, principalmente com a maldita mania do time recuar) mas não tomamos sufoco ou precisamos de defesas mirabolantes de Weverton, nem bolas na trave, ou coisa parecida que algumas vezes temos que suportar de joelhos nos milhos de nossa residência. Assim, como com bastante frequência, o Palmeiras cozinhou o segundo tempo inteiro e levou o placar pela vantagem construída no primeiro tempo.

Fim de jogo, Palmeiras 1 x 0 Internacional, o jogo da volta fica para semana que vem, a PALMEIRADA
não veio, mas tem jogo no Morumbi e a volta no Beira Rio, então cuidem-se amigos palestrinos.




PONTOS POSITIVOS


- A defesa novamente faz jus ao hino do clube. Impressionante a solidez defensiva tanto da dupla de zaga, quando dos laterais, dos meias e dos pontas que ajudam a recompor. O Palmeiras é perfeito defensivamente.

- A volta do nosso querido William Bigode que não jogava desde o jogo do título contra o Vasco no ano passado após uma bela assistência para Deyverson, rompeu os ligamentos e aí já sabem... vai muito tempo até a recuperação.

- Zé Rafael novamente muito bem, demorou para engrenar, alguns até falavam sobre um empréstimo do jogador após poucas oportunidades e não foi o que aconteceu. Abraçou as oportunidades e hoje considero titular absoluto do time. 



PONTOS NEGATIVOS

- Festival de passes errados dos dois times, era impressionante a ausência de 4 passes em campo sem perca da posse ou alguém desse o famigerado chutão. Se acertássemos os passes nos contra ataques teríamos feito uns 3 gols hoje, agora, só temos a vantagem mínima.

- Pouco repertório de jogadas. O time não demonstra evolução na parte ofensiva. Continua abusando de cruzamentos e suas variações. Quando as poucas triangulações ocorreram, criamos oportunidades ou pré-oportunidades interessantes.

- Lucas Lima não repetiu os bons últimos jogos que vinha fazendo antes da parada para a Copa. Hoje teve o jogo do jeito que é bom pra ele. Bolas em contra ataques onde ele não conseguiu criar bons passes para matar o jogo ainda no primeiro tempo. No segundo, mais abaixo ainda, acabou sendo substituído para a entrada de Veiga e ainda ficou aborrecido.



É isso aí galera, até o próximo Papo de Torcedor que será sobre o jogo contra o São Paulo lá no Morumbi. E cuidem-se, pois a PALMEIRADA não brinca em serviço.





Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e acompanhe a volta de nossos programas esportivos. 


 Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 



Nenhum comentário