Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Primeiros 3 pontos

Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a vitória colorada, sobre o Flamengo, nesta quarta-feira (1°) no Beira-Rio. Com o time completo, o Inter fez boa partida, contra o forte time do Flamengo e saiu com a vitória de 2 a 1, marcando assim seus primeiros pontos no Brasileirão.

O Inter foi a campo com força máxima e seu time ideal, com Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick (Guilherme Parede), D'Alessandro (Sarrafiore), Nico López (Nonato) e Paolo Guerrero. O técnico Odair Hellmann me agradou com seu time inicial e este para mim é o time ideal.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Logo aos quatro minutos, D'Alessandro tabelou rapidamente após cobrança de falta e fez cruzamento primoroso da esquerda, para Guerrero cabecear e abrir o placar no Beira-Rio. Guerrero assim faz valer a lei do ex, a que mais funciona no Brasil. Aos 14, Iago fez bom lançamento para Nico López, que invadiu a área e chutou para fora.

Foto: Eduardo Deconto / Globoesporte.com

Aos 21 minutos, o VAR entrou em ação. Everton Ribeiro cobrou falta, a bola bateu no braço de Rhodolfo e sobrou para Bruno Henrique, que chutou, Lomba defendeu parcialmente e a bola sobrou para Rhodolfo, que marcou o gol, mas foi bem anulado pela arbitragem.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

No segundo tempo, aos 11 minutos, D'Alessandro cobrou escanteio da esquerda para Rodrigo Moledo que cabeceou e Cesar defendeu. Aos 14, após troca de passes, William Arão tocou no meio para Arrascaeta, que lançou a bola na área, Marcelo Lomba ficou indeciso de sair na bola e acabou sendo atrapalhado por Everton Ribeiro que ergueu o pé, mas não tocou na bola, que foi para o gol, chegando assim o Flamengo ao empate.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Aos 20 minutos, o Inter fez duas mudanças que deram mais velocidade ao time, com as entradas de Guilherme Parede e Sarrafiore, nas vagas de Patrick e D'Alessandro. Aos 22, Iaga fez cruzamento da esquerda e Nico López chutou, mandando a bola na trave. Aos 30, Iago fez cruzamento da esquerda e Guerrero cabeceou para fora. Aos 31, Edenilson tocou para Sarrafiore, que avançou pelo meio, e da meia-lua da grande área, chutou forte e rasteiro para dar a vitória ao Internacional, por 2 a 1.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Odair Hellmann assim montou praticamente seu time ideal e para mim, sinceramente, este é o 11 ideal, pensando como nosso treinador. Espero que ele e a gestão do clube, não cometam mais a heresia de jogarmos com 10 reservas, é poupar quem estiver cansado, e ir com o time com as melhores condições possíveis, sem inventar de time completamente descaracterizado. Hoje com time completo, deu gosto de ver o empenho do time.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Me agradou muito o time que começou a partida e as peças foram usadas corretamente por Odair Hellmann. Até mesmo as trocas de D'Alessandro por Sarrafiore e de Guilherme Parede por Patrick foram acertadas e deram mais poder ofensivo ao time no segundo tempo.

Para mim este é o nosso modelo de jogo, baseando-se claro nas ideias de jogo de Odair Hellmann. Sem invenções e balanceando o toque de bola, para depois jogarmos com velocidade. Claro que meu sonho era ver D'Alessandro e Sarrafiore sempre em campo juntos, mas pode ser também da forma como foi hoje, começando com D'Ale, que contribuiu com sua bela assistência e com sua cadência de jogo e depois com a entrada de Sarrafiore, que coloca fogo no jogo, e tem o chute da intermediária, uma de suas qualidades.

Com a vitória o Inter marca seus 3 primeiros pontos, no próximo sábado (4), o time visita o Palmeiras em São Paulo, pela 3ª rodada do Brasileirão. Para mim era importante trazermos pontos, será um jogo difícil e espero que consigamos ir de força máxima. Deixa para poupar os jogadores, na Libertadores, onde já passamos de fase.

Nenhum comentário