Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Trocando passes


Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a vitória do Inter, sobre o Aimoré, no domingo (10), pela 9ª rodada do Campeonato Gaúcho. Com o time considerado reserva, mas com uma linha de frente, que me agrada mais do que a considerada titular por Odair Hellmann, o Inter venceu por 2 a 0, com gols de Sarrafiore e Rafael Sóbis.

O Inter foi a campo com Daniel; Bruno, Emerson Santos, Roberto e Uendel; Rodrigo Lindoso, Nonato, Sarrafiore (Camilo), D'Alessandro e Neilton (Wellington Silva); Rafael Sobis (Tréllez). O técnico Odair Hellmann, mandou um time completamente reserva a campo, jogando no 4-2-3-1. Eu particularmente me agrado muito mais de nomes como D'Alessandro, Sarrafiore e Sóbis, do que os nomes de Pottker, Patrick e Pedro Lucas, mas são escolhas de jogo de nosso treinador.

Foi bom ver o time, mesmo que contra o Aimoré, pois os considerados titulares, andavam parindo uma bigorna, para ganhar dos adversários no estadual. Fazia tempos que não vinha um jogo do Inter com tanta tranquilidade, ao ver a troca de passes entre o trio Nonato, Sarrafiore e D'Alessandro, que movimentaram-se de forma constante.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Aos 25 minutos, Sobis pressionou a saída de Marcelo Pitol e bloqueou o chute, a bola sobrou para Nonato que chutou forte e o goleiro defendeu , no rebote, D'Alessandro dominou a bola e tocu na entrada da área para Sarrafiore, que chutou no canto esquerdo, marcando o 1 a 0. Depois do gol, o Aimoré criou algumas oportunidades, mas Daniel conseguiu fazer boas defesas.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

No segundo tempo, aos 35 minutos, o Inter chegou aos 2 a 0. Wellington Silva deu grande lançamento para Rafael Sobis que chutou por cobertura em Pitol e marcou o gol de número 50 com a do Internacional, ele que já havia nos garantido os 3 pontos, na partida da Libertadores.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Odair Hellmann pode ver que tem boas opções no elenco, eu diria até que melhores do que as que ele tem utilizado no time titular. São questões de ideias de jogo, enquanto nosso treinador prefere um time mais físico e que transpira na base das arrancadas de Pottker, chegando ao gol na base da velocidade, eu prefiro um time que faz boa troca de passes e chega as oportunidades de gol, através de toques de bola.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Nonato fez outra boa partida e espero que mais adiante, Odair possa cair em si, e escalá-lo aos poucos no time titular, pois ele é muito bom para a transição de jogadas. A trinca formada por ele, Sarrafiore e D'Alessandro me agradou bastante, pois trocaram passes e posicionamento de forma constante e não foi preciso ver ninguém correndo que nem um maluco com a bola.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Muito bom ver essa mescla de experiência de nomes como Rafael Sóbis e D'Alessandro com os jovens como Sarrafiore e Nonato. Confesso que gostaria de ver a linha titular, em algum momento sendo formada por Sarrafiore, D'Alessandro, Nico López e Rafael Sóbis, sei que é uma utopia de minha parte, mas não custa sonhar. Extinguir de vez o 4-2-3-1 e jogarmos em um 4-4-2, com dois meias e dois atacantes.

Com a vitória o Inter chegou aos 19 pontos e já garantiu classificação a próxima fase do Gauchão. Na próxima rodada o Inter tem o clássico Grenal, no próximo domingo (17), na Arena. Mas antes, na quarta-feira (13), o time enfrenta o Alianza Lima, pela 2ª rodada da Libertadores, em partida que é de suma importância vencer, para chegarmos aos 6 pontos e termos um grande início de Libertadores. Pela fala de Odair vamos com o time que transpira e não com o que troca passes, mas espero que mais adiante, nosso treinador se renda a troca de passes e para de pensar apenas em correria.

Nenhum comentário