Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Análise da 17ª Rodada


Amigos e amantes do Calcio! Estamos juntos para comentar mais uma rodada da competição, que este ano só para após o último fim de semana do ano e tem rodada de Boxing Day no meio desta semana, mais precisamente no dia 26. Rodada esta que teve a vitória da Juve no fechamento, em clássico ante a Roma que figura apenas no décimo lugar na tabela. Vitórias também de Lazio e Napoli e mais tropeços dos times de Milão. Vamos juntos!


Lazio 3 x 1 Cagliari 

Na abertura da rodada neste sexta (22) a Lazio finalmente voltou a vencer depois de uma sequência negativa de sete jogos, cinco pelo Italiano e duas derrotas na Europa League, sendo destes três derrotas. A vítima do fim do jejum do time de Simone Inzaghi foi o Cagliari. 

O primeiro gol saiu aos 11 minutos, jogada que começou pela esquerda e foi invertida por Luis Alberto para Joaquín Correa que no bico direito da área pedalou pra cima da marcação e bateu para a defesa de Cragno, porém no rebote lá estava o questionado Milinkovic-Savic, que no seu estilo pegou de prima, o goleiro tentou voltar sem êxito. Após uma grande chance perdida de cada lado, a equipe da casa ampliou aos 22 minutos, escanteio cobrado pelo camisa 10 espanhol e Acerbi livre, precisou de duas tentativas para vencer o goleiro e ampliar a vantagem. 

No segundo tempo o terceiro gol laziale veio num vacilo do adversário ainda no seu campo de ataque, passe errado e contragolpe rápido, onde Immobile acionou Lulic que na cara do gol não perdeu. Ainda que fosse impossível a reação, o Cagliari seguiu lutando e nos acréscimos com o auxílio do VAR, teve um pênalti marcado a seu favor, que o Brasileiro João Pedro Galvão bateu bem para dar números finais ao jogo. Que a vitória possa tranquilizar e fazer com que a Lazio volte a apresentar seu melhor futebol. 


Napoli 1 x 0 SPAL 

O Napoli garantiu pela contagem mínima mais uma importante vitória, que não diminui, mas mantém a distância frente a líder. 

Primeiro tempo onde o time de Ancelotti dominou, exigiu intervenções de Gomis e teve o gol saindo nos acréscimos com Albiol que subiu na primeira trave após cobrança de Mertens. 

Na etapa final a equipe da casa teve as primeiras possibilidades de definir o placar, mas acabou perdendo grandes chances e com isso o time visitante acabou crendo que poderia mudar a história do jogo e indo pra cima e com isso o jovem Alex Meret acabou ganhando destaque, evitando o empate em ao menos duas grandes defesas, que renderam elogios dos torcedores e da imprensa local e mais três pontos para os partenopei. 


Milan 0 x 1 Fiorentina

Tentando superar a fase difícil no campeonato, com até então dois empates sem gols seguidos, o Milan jogando em casa foi pra cima da Viola e no primeiro tempo até que criou bem, até que buscou levantar a bola dentro da área, finalizar de forma mais estudada. Com isso Lafont e dos defensores da equipe visitante (com seu uniforme verde que homenageia a região de San Giovanni e seu uniforme no Calcio Storico) que conseguiram se safar na etapa inicial.

Na etapa final o Milan seguiu indo pra cima e exigiu ótimas intervenções do goleiro Lafont com Suso, após bela jogada individual e num cabeceio de Higuain. Como quem não faz, toma, o castigo veio aos 27 minutos, Chiesa limpou a marcação de Calabria e bateu firme, um foguetaço no canto baixo de Donnarumma. 

O Milan ainda tentou o empate mas seguiu parando no goleiro de 19 anos e com isso a crise segue crescente, com o treinador muito pressionado pela crônica esportiva e pelo torcedor e as informações que vem da Itália são de que os dois últimos jogos do ano e antes da pequena parada de inverno serão decisivos para o futuro do treinador do clube, o que claro, desagrada os torcedores que são (corretamente) contra o imediatismo de resultados, afinal, se o time vence dois adversários inferiores e depois volta a tropeçar, se compromete uma vaga europeia, se tropeça antes e estes outros definem demissão, pode ser tarde para consertar, já que a disputa por vagas europeias está bem acirrada, a ver. 


Chievo 1 x 1 Internazionale

O Chievo em casa tentando desesperadamente reagir na tabela, acabou sendo uma parada bastante indigesta para a Inter e lá se foram dois pontos que seriam importantes para ao menos se manter confortável dentro da zona da Champions League, a posição ainda é boa, mas são pontos que podem fazer falta lá na frente. 

Foi um primeiro tempo equilibrado, a Inter melhor, mas o Chievo quando teve a bola não teve medo de atacar, usou bastante as pontas, exigiu nos primeiros minutos boa defesa de Handanovic. Bem como posteriormente Sorrentino salvou o time cara a cara. Mas a capacidade de criação da Inter era maior e o time que vinha pecando nesse último passe chegou ao gol aos 38 minutos, jogada pela esquerda do ataque com Icardi, que acionou o avanço de D'Ambrosio, este rolou para o meio da área onde estava Perisic para guardar o gol. O time teve possibilidades de ampliar na primeira etapa ainda, inclusive com pedido de pênalti (que a meu ver não foi) e João Mario chegando atrasado para finalizar. 

Na etapa final uma grande chance com Icardi, onde Sorrentino fez milagre aos dez minutos. Depois disso Pelissier teve duas grandes chances para empatar, uma de bicicleta e a outra defendida pelo camisa 1 nerazzurri. Depois de diversas decisões ofensivas erradas, a Inter acabou levando o castigo nos acréscimos, contragolpe, Pelissier ganhou da defesa na velocidade e tocou na saída de Handanovic, para decretar um resultado ruim para o time de Spalletti. Á propósito, Nainggolan que atuou nesta partida foi afastado pela diretoria por indisciplina. É um jogador excelente (apesar de não estar em um grande momento) mas que quando se contratou deveria se conhecer o "pacote", teve indisciplina na Roma, na seleção e a tendência é que nunca deixe de ter, em atrapalhando o trabalho de bola é uma pena. 


Juventus 1 x 0 Roma

Mais uma vitória bianconeri em um clássico, desta vez ante a Roma em um jogo onde o time da casa dominou completamente as ações na etapa inicial, exigindo inclusive boas defesas do goleiro Olsen que havia falhado na rodada passada, duas destas defesas em finalizações de Alex Sandro, de contrato renovado com a Vecchia Signora. 

Os giallorossi tentaram resistir o máximo que puderam mas em falha acabaram sofrendo o gol, bola pela destra do ataque da Juve, mal afastada por Florenzi e Zaniolo, retomada por Bentancur e cruzada por De Sciglio para encontrar a cabeça de Mandzukic, no costado da zaga. 

As melhores chances na etapa final seguiram sendo dos donos da casa, Olsen seguia parando Ronaldo em um duelo que vinha desde o primeiro tempo. O time de Allegri teve ainda uma revisão de VAR e anulação de gol marcado por Douglas Costa por falta de Matuidi na retomada da bola que iniciou a jogada. O gol não fez falta, ainda que a Roma tenha tentado pressionar no fim após a entrada de Dzeko, com bolas aéreas. 


Demais Resultados 

Sassuolo 1 x 1 Torino
Udinese 1 x 1 Frosinone 
Genoa 3 x 1 Atalanta 
Empoli 2 x 4 Sampdoria 
Parma 0 x 0 Bologna 


Classificação


Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas e se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas




Imagens: Getty, Ansa, Gazzetta dello Sport, AFP e FC Tables (Tabela) 




Nenhum comentário