Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Análise da 15ª Rodada


Amigos e amantes do Calcio! Estamos de volta com mais uma rodada, que foi iniciada dada a rodada decisiva da Champions League no meio de semana na sexta-feira, com o Derby d'Itália entre Juve e Inter, onde apesar da boa partida, sobretudo na etapa inicial feita pela equipe nerazzurri, acabou dando mais uma vez vitória bianconeri, mantendo a diferença na primeira posição e ampliando evidentemente sobre o adversário no clássico. Rodada que teve também vitória contundente do Napoli as portas de duelo decisivo ante o Liverpool na Champions e muitos empates, inclusive dos demais grandes.


Juventus 1 x 0 Internazionale

O primeiro tempo da Inter como eu disse na introdução me pareceu muito bom. Foi um jogo muito aberto, de uma trocação franca. Porém quem  criou as melhores possibilidade da etapa inicial foi a Inter, sobretudo nos trinta primeiros minutos, apesar do volume de jogo e do número bruto de finalizações ter sido maior por parte da Vecchia Signora. 

Muito interessante na equipe bianconeri era a inversão constante dos laterais, foi numa dessas jogadas que o mais talentoso, Cancelo, foi ao fundo na esquerda e cruzou para Mandzukic abrir o placar aos 20 minutos da etapa final. A Inter tentou lutar ainda pelo empate, mas de certa maneira o jogo foi bem controlado pela Juve, importante vitória. 


Napoli 4 x 0 Frosinone

O Napoli não teve dificuldades para atropelar o Frosinone as vésperas do duelo decisivo pela Champions League ante o Liverpool, no jogo de estreia do goleiro Alex Meret, que chegou vindo de boas atuações pelo SPAL na temporada passada e é uma jovem promessa de apenas 21 anos. O primeiro gol saiu logo aos seis minutos, após cobrança de escanteio, após o bate-rebate Insigne ajeitou para o bico esquerdo da área onde estava Zielinski para acertar um belo chute rasteiro no canto direito para vencer o goleiro. O goleiro estreante foi testado em uma tentativa por cobertura de Maiello onde praticou a defesa. Se o primeiro gol foi num bom chute, o segundo foi em um ótimo, 39 minutos, o argelino Ounas recebeu de Koulibaly avançou e acertou da intermediária um lindo chute no ângulo, golaço. 

A etapa final foi do centroavante, o grande elemento que por vezes falta ao time, o Napoli já havia perdido grandes possibilidades, quando aos 22 em cobrança de escanteio por Ghoulam, ele, Milik subiu no primeiro pau para fazer o terceiro. Aos 38 minutos o passe foi novamente de Ghoulam, ele tramou a jogada com o alemão Younes e cruzou rasteiro pro meio da área onde Milik entrou livre para dar números finais ao jogo. Vitória fundamental que antecede a guerra em Anfield e mostra possibilidades que tem Ancelotti. 


Cagliari 2 x 2 Roma 

Apenas na nona posição na classificação, a Roma tem demonstrado muita instabilidade, seja entre uma partida e outra, como se analisarmos o empate ante a Inter e este empate ante o Cagliari, ou mesmo a vitória ante a Sampdoria em relação a derrota ante a Udinese. Mas este duelo foi a síntese do que tem dado errado. 

Um enredo maravilhoso para o time da casa, buscando o empate no último minuto com nove jogadores em campo e terrível para o time do AINDA comandante Eusébio Di Francesco. 

A Roma abriu o placar aos 13 minutos de jogo, avanço pela destra de Florenzi, o garoto Justin Kluivert ajeitou na entrada da área para Cristante fuzilar. O segundo gol veio aos 40 minutos em mais uma obra prima em bola parada de Kolarov, que bateu sem chances para o goleiro a falta após a roladinha de Manolas. Primeiro tempo absolutamente controlado para os visitantes. 

Na etapa final aos 16 minutos o menino Zaniolo teve a chance de resolver o jogo, finalizou correto, buscando o ângulo, mas Cragno fez uma defesa monumental que manteve o time no jogo. Aos 39 o time da casa diminuiu, cobrança de escanteio da destra pelo croata Srna, a bola é desviada pelo Brasileiro João Pedro Galvão e testada por Ionita para marcar o gol. O Cagliari então foi com tudo pra cima, quase chegou ao gol com Faragó que acabou dividindo e atingindo o goleiro Olsen. Grande confusão e expulsão por reclamação de Srna e Ceppitelli, mas na reposição do goleiro, a retomada e lançamento de Ionita no costado da zaga encontrando Marco Sau que marcou o gol do heroico empate para a equipe visitante, que final de jogo. 

A Roma muito instável de jogo pra jogo e dentro do mesmo jogo como neste, passa a proporcionar um processo de fritura de Di Francesco e na imprensa local fala-se no nome de Antonio Conte para assumir seu lugar na equipe, a conferir as cenas dos próximos capítulos. 


Lazio 2 x 2 Sampdoria

Outro jogo com enredo épico na rodada envolveu a Lazio, que sofreu o heroico empate da também com jogador a menos Sampdoria no último lance do jogo. 

Sempre ele, Quagliarella colocou os visitantes na frente do placar aos vinte minutos, em uma jogada muito bem trabalhada pela esquerda, saiu a assistência rasante de Murru para o interminável artilheiro. A equipe da casa teve a possibilidade de empatar ainda na etapa inicial com o seu artilheiro Immobile, que acabou parando na trave. 

Na etapa final em um grande contragolpe após escanteio contra, Immobile serviu Joaquin Correa, que parou em defesa magistral com o pé de Audero. O gol de empate laziale enfim saiu aos 38 minutos, cobrança de escanteio e Acerbi no primeiro pau tocou para o gol, após o desvio de calcanhar de Parolo. Já nos acréscimos o lateral polonês Bereszynski parou o contragolpe onde Correa sairia na cara do gol, recebeu segundo amarelo e foi expulso. Na cobrança da falta, o dinamarquês Andersen toca com a mão na bola na barreira e com auxílio do VAR o juiz confirma o pênalti. Immobile na cobrança converte. Porém aos 54 minutos, bola lançada para o ataque pela Samp, o centroavante polonês Kownacki toca pra dentro e de calcanhar, Saponara empata e celebra com a torcida, grande momento, empate de uma equipe que não deixou de acreditar no jogo em momento nenhum. Resultado doloroso para Simone Inzaghi e seus comandados. 


Milan 0 x 0 Torino 

Antes de a bola rolar era um jogo que prometia bastante, por serem duas equipes dentro da zona de ligas europeias, duas equipes que vem numa crescente. Mas o jogo teve pouca inspiração de ambos os lados e acabou num placar não movimentado e decepcionante. 

Nos minutos iniciais os visitantes começaram mais em cima e exigiram aos quatro minutos uma defesa fenomenal de Donnarumma em jogada pela esquerda de Ansaldi e cabeçada de Iago Falque. Aos 32 minutos uma grande chance para o Milan, finalização de Higuain que espirrou e sobrou para Cutrone que finalizou para a defesa de Sirigu. A resposta do Torino veio aos 40 com Belotti exigindo grande defesa de Donnarumma novamente. Aos 45 Suso mostrou que só tem a perna esquerda, desperdiçando um grande contragolpe puxado por Higuain em uma finalização horrível. No último lance da etapa inicial, o VAR foi acionado para consulta sobre um toque do defensor dos Toros em chute do argentino, a única interpretação cabível é de que no entender do árbitro a bola não resvala, pois em resvalando, o braço estava totalmente aberto e seria penal. Na etapa final o Milan teve as melhores chances, principalmente a última aos 41 minutos, com Cutrone perdendo na pequena área e a falta de inspiração nas finalizações acabou levando a um jogo sem gols onde o Milan perdeu a chance de encostar na rival. 


Demais Resultados

Sassuolo 3 x 3 Fiorentina
Udinese 1 x 3 Atalanta 
Empoli 2 x 1 Bologna 
Parma 1 x 1 Chievo 
Genoa 1 x 1 SPAL 


Classificação


Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas e se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas






Imagens: AFP, Ansa, Getty e FCTables (Tabela). 


Nenhum comentário