Banner 1

JC Agora

Premier League - Resumão da Rodada 14

Olá leitores do Jovens Cronistas, bem-vindos a mais um Resumo da Rodada da Premier League, para repercutir a rodada 14, ocorrida neste final de semana. No sábado (1°), o líder Manchester City, recebeu o Bournemouth e venceu por 3 a 1.

Neste domingo (2), tivemos uma serie de clássicos, o chamado Derby Sunday. No primeiro deles, em Londres, o Chelsea venceu o Fulham por 2 a 0. Também na capital, tivemos uma grande partida entre Tottenham e Arsenal, no derby do norte de Londres, em que o Gunners levaram a melhor, vencendo por 4 a 2, e assim entraram no G4. Fechando tivemos o clássico de Liverpool, onde os Reds levaram a melhor sobre o Everton e venceu pelo placar de 1 a 0, com um gol nos instantes finais da partida.


No sábado (1°), o líder Manchester City, recebeu o Bournemouth e venceu pelo placar de 3 a 1, confirmando assim sua liderança na Premier League. Aos 16 minutos, após lançamento da esquerda de Zinchenko para Sané, Begovic, saiu do gol e dividiu a bola, que sobrou para Bernardo Silva, que chutou forte, para marcar o 1 a 0. O empate do Bournemouth ocorreu aos 44, quando Francis fez cruzamento da direita e Wilson cabeceou marcando belo gol.

No segundo tempo, aos 12 minutos, após troca de passes, Danilo chutou rasante da direita, Begovic espalmou e no rebote, Sterling chutou marcando o 2 a 1. Aos 34, após Sané tabelar pela esquerda com David Silva, ele cruzou para Gundogan chutar e fechar o placar em 3 a 1 para o Manchester City, que assim chaga aos 38 pontos. Já o Bournemouth, permanece com 20 pontos e agora é o 9° colocado.


No domingo (2), no primeiro dos clássicos do Derby Sunday, tivemos o Chelsea a vencer o Fulham, pelo placar de 2 a 0. Logo aos três minutos, Kanté avançou pelo meio e tocou na entrada da área, na direita para Pedro, que cortou a marcação de Mawson e de dentro da área, chutou colocado, marcando o 1 a 0.

No segundo tempo, aos 37 minutos, após boa troca de passes, Hazard avançou pelo meio e tocou na direita para Loftus-Cheek, que da entrada da área, chutou para fechar o placar em 2 a 0 para os Blues. O Chelsea assim chega aos 31 pontos, na 3ª colocação, e o Fulham segue na lanterna, com oito pontos.


A grande partida da rodada, foi o clássico do norte de Londres, entre Arsenal e Tottenham. Em uma bela partida em que tivemos duas viradas, o Arsenal venceu pelo placar de 4  a 2 e assim entrou no G4, justamente na vaga do Tottenham. Aos 10 minutos, Xhaka cobrou falta da esquerda para área e Vertonghen colocou a mão na bola, sendo marcada a penalidade. Aubameyang chutou rasteiro no canto esquerdo, deslocando Lloris e marcou o 1 a 0. 

Aos 30, Eriksen cobrou falta da esquerda e Dier se antecipou e cabeceou na primeira trave, para empatar a partida. Aos 34, Son avançou pela esquerda, invadiu a área e caiu ao cortar a marcação de Holding e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança,  Kane chutou no canto esquerdo e virou a partida para o Tottenham, em 2 a 1.

No segundo tempo, aos 11 minutos, Bellerin fez lançamento da direita para Ramsey, que rolou para o meio e Aubameyang de primeira, chutou para marcar belo gol para o Arsenal e empatar a partida. Aos 29, Foyth foi desarmado por Ramsey que lançou Lacazette, que recebeu a bola na frente da área e chutou para o gol, mesmo escorregando e conseguiu marcar o 3 a 2 para o Arsenal. Aos 32, Aubameyang deu passe em profundidade na direita para Torreira, que invadiu a área e chutou cruzado, para marcar o 4 a 2. 

Esta grande vitória do Arsenal,  faz os Gunners ingressar no G4, com 30 pontos, mesma pontuação do agora 5° colocado Tottenham, que sai do G4, pelo saldo de gols, que esta 14 para os Gunners e 10 para os Spurs.


No fechamento da rodada, tivemos o clássico de Liverpool, entre o Liverpool e o Everton, tivemos uma grande partida, que parecia que fecharia com o placar de 0 a 0, mas em um lance improvável, os Reds chegaram a vitória, que o garante na 2ª colocação com 36 pontos. Já o Everton com a derrota, permanece com 22 pontos, na 6ª colocação.

O gol inesperado veio aos 51 minutos do segundo tempo. Após lançamento da direita de Alexander-Arnold para área, Mina afastou de cabeça e Van Dijk chutou para o gol, de forma estranha, a bola subiu muito e quicou no travessão por duas vezes, Pickford acabou escorregando e não conseguiu afastar a bola, que sobrou para Origi, que sem marcação, que cabeceou para dar a vitória improvável ao Liverpool.

      Resultados         Próxima Rodada
 

Classificação

Nenhum comentário