Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor PALMEIRAS - Arrancada Heróica de 2018!

Foto: Fabio Motta/Estadão
Salve, palestrinos, torcedores do maior... ou melhor... MAIORÍSSIMO campeão nacional, pois quem tem 10 tem mais, quem não tem corre atrás. Quem falar de Fax que reclame com quem teve a competência de ganhar na época "das antigas", mas enfim, vamos deixar essa euforia um pouco de lado, analisar a partida diante do Vasco da Gama e depois retomar a euforia. O Verdão foi a São Januário enfrentar o cruzmaltino e precisava vencer para se sagrar Deca Campeão Brasileiro com antecedência, sem depender de outros resultados. E foi o que aconteceu.

Felipão parece que andou lendo as matérias aqui do blog e resolveu parar com o rodízio. Mandou a campo uma equipe com: Weverton, Mayke, Luan, Gomez, Diogo Barbosa, Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima, Dudu, Willian e Borja. Mas quem esperava que o jogo fosse "feio", esperou certo. Palmeiras como sempre na era Felipão presou por um jogo de mais marcação e pouca ofensividade. Já o Vasco, precisando do resultado para se livrar da zona da degola, tinha que vir para cima do alviverde. Bem que tentavam com Galhardo, Maxi López e Yago Pikachu - um trio até bom se pensarmos que é para time que está na parte de baixo da tabela. Mas a defesa do Verdão levou a melhor sobre o ataque vascaíno. O Palmeiras deixou a desejar no ataque, tendo finalizado a primeira bola no gol apenas aos 41 minutos com Bruno Henrique. Um primeiro tempo muito chato por ser jogo que valia "título x desesperado".

Na segunda etapa, Felipão manteve o time. O Palmeiras esboçou um volume de jogo maior e chegou a perder boa oportunidade com Dudu após jogada de Mayke - o camisa 7 acabou chutando de canela a bola. então o treinador mexeu. Borja, apagado no jogo, deu lugar a Deyverson e, acreditem, o criticado camisa 16 foi decisivo mais uma vez! O Vasco nem ameaçava o alviverde, Weverton estava sossegado em sua área. Mas aos 29 minutos, Dudu começou a jogada, lançou Willian que se lesionou, mas naquela alma palestrina, serviu Deyverson que fez o gol do título alviverde. 1x0! Segurando o Vasco! Não tomou um chute a gol nesse tempo! No final, Yago Pikachu voltou para sua Pokebola ao ser expulso por reclamação. Coube ao Verdão segurar o jogo, deixar o cronômetro rodar para enfim... depois de 54 pontos pós Copa do Mundo, 22 jogos de invencibilidade (pega essa, Carille!), "defesa que ninguém passa, linha atacante de raça", soube levar de vencida e mostrar que de fato, é campeão! Dez vezes Palmeiras! Dez vezes o Brasil foi pintado de Verde e Branco! 

Meu avô me contou sobre a arrancada heroica de 1942. Claro que em 2018 não tem o mesmo significado histórico que o ano citado anteriormente, mas poderei dizer a meus filhos, netos, etc., que vi uma arrancada heroica do Palmeiras! Sair de um sexto lugar, praticamente jogando com time considerado "alternativo" se sagrar campeão brasileiro! Segue o líder, São Paulo? Seguimos até onde deu! Porque passamos! Cheirinho mais uma vez? 2009? Opa! Me lembrei de 2016! E de 2018 também! 

Mais um jogo do Palmeiras que foi pro gasto. Defendeu bem, não deixou a equipe do Vasco chegar com perigo e quando subiu pro ataque foi cirúrgico. Como manda o figurino dos times campeões brasileiros na reta final do Campeonato. Dudu esteve apagado em gols, mas vale ressaltar o turno monstruoso que o camisa 7 fez! Hoje, começou a jogada do gol! Willian, sacrificado, com a perna machucada, se esticou todo para servir Deyverson! Camisa 16, por sua vez, que recuperação! Com parafuso a menos está ajudando assim, imagina com os parafusos no lugar! Felipe Melo jogando o que sabe, sem personagem, sem briga é o volante que o palmeirense quer ver! Luan e Gomez que dupla fantástica! Lucas Lima deu uma boa melhorada depois da chegada de Felipão, mas a avaliação do ano palestrino fica para outro texto! Agora é comemorar! Muito! 

Felipão, obrigado e me perdoe por ter duvidado de você. O Palmeiras é e sempre será sua casa! Um placar fora do comum em Copa do Mundo JAMAIS irá apagar a história linda que tem aqui! Que hoje ganhou mais um capítulo! 


Foto: Paulo Sérgio/Estadão



Nenhum comentário