Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor PALMEIRAS - Cabeceando contra o tabu!

Foto: Globoesporte (Marcos Ribolli)
Salve palestrinos, torcedores do maior campeão nacional, vamos repercutir a vitória do Palmeiras ante o São Paulo no estádio do Morumbi que rendeu a ponta da tabela e também a quebra de um incômodo tabu sem vencer o tricolor em seus domínios por 16 anos. Fato que o jogo não foi dos mais complicados, principalmente devido à postura da equipe alviverde que se mostrou sólida do começo ao fim e conseguiu segurar o ímpeto de um time que precisava se impor em seus domínios. Vamos ao jogo!

Palmeiras foi a campo com Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gomez, Victor Luís, Felipe Melo, Moisés, Lucas Lima, Dudu, Hyoran e Deyverson. Mal começou o jogo e quem apareceu foi o árbitro. Sidão saiu errado com a bola, Deyverson chutou e o goleiro praticamente bloqueou a bola com a mão fora da área o que é lance inclusive para cartão vermelho: juiz nada deu. Aliás, curioso que semana passada deram mão dentro da área do Palmeiras sendo que foi fora! Horrível essa arbitragem em relação ao Palmeiras! Passada a polêmica que não deveria ser, o verdão manteve o foco no jogo, em jogar futebol. Tanto que a melhor chance do São Paulo na partida foi em uma jogada de bola parada que Rodrigo Caio acabou chegando tarde. Mas o Palmeiras resolveu usar a cabeça: escanteio na direita, Dudu cobrou para Gomez fazer o primeiro do verdão. Desesperado, o São Paulo se lançou ao ataque e o Palmeiras teve o contragolpe a disposição. Em um deles, Dudu acertou a trave. No rebote, Mayke que entrou no lugar de Marcos Rocha lesionado cruzou na medida para Deyverson testar para o fundo das redes e praticamente selar a vitória palestrina.

Na segunda etapa, muito era de se esperar um São Paulo agressivo, impondo seu jogo e que fosse sufocar o Palmeiras. Não foi bem assim. O tricolor até que tentou algumas bolas abafadas no começo do tempo, mas o Palmeiras se mostrou sólido na marcação. Lucas Lima quase ampliou a vantagem alviverde em cobrança de falta que foi para a linha de fundo, passando rente à trave esquerda de Sidão. Minutos mais tarde, o questionado goleiro tricolor operou boa defesa com os pés em finalização de Willian que havia entrado no lugar de Hyoran. No final da segunda etapa, a melhor chance do São Paulo veio pelo chão; jogada na ponta direita e a bola sobrou par Rojas tentar vencer o goleiro Weverton, mas ele fez uma defesa segura e sem perigos no geral para a meta palestrina. Vitória muito segura! Fim de papo.

Mais uma vez uma ótima atuação do Palmeiras. Seguro na defesa, pouco sofreu com o ataque tricolor no Morumbi, algo que vinha sendo recorrente há anos. Tabu a parte, fazia tempo que não via o Palmeiras jogar bem nesse estádio. Hoje foi o contrário. Dizer que 2x0 foi pouco pode ser bem exagerado, mas está de bom tamanho porque foi um placar que mostrou a superioridade palmeirense em relação a um São Paulo que pouco produziu ofensivamente - por méritos da marcação alviverde. Defesa extremamente segura, Luan e Gomez se entendem cada vez mais na defesa e Victor Luís destoou um pouco, mas foi bem. Gostei da atuação de Moisés como segundo volante e não como meia armador e o ataque foi extremamente preciso. Deyverson já havia protagonizado uma polêmica ridícula que a arbitragem passou pano. Legal que o Palmeiras manteve a postura de jogar bola e não de reclamar com juiz! A cabeça estava tão boa para jogar que Gomez e Deyverson a utilizaram para colocar a vantagem do verdão. 

Próximo jogo do Brasileirão é contra o Grêmio no estádio do Pacaembu. Pelo que acompanhei da rodada, os gaúchos devem ir sem o jogador Everton "Cebolinha", mas não deixa de ser um time perigoso. É vencer para "descartar" mais um na briga pela ponta. Mantenham a cabeça no lugar, jogando assim que tudo caminha para um final feliz em 2018. Juntando essas duas semanas, foram dois erros grotescos de arbitragem contra. Mas ao mesmo tempo, duas atuações dignas de quem está realmente preocupado em jogar futebol!



Nenhum comentário