Banner 1

JC Agora

NFL - A bagunça do Denver Broncos pós-Peyton Manning


O Denver Broncos é um tema preocupante há algumas temporadas. De um time campeão do Super Bowl, com uma defesa incrível e um ataque que fazia o feijão com arroz como poucos, a um time que consegue perder para si mesmo. Na última partida, o time do Colorado foi derrotado pelo melhor time da NFL. Até então, nada muito surpreendente. Quando paramos para olhar friamente para os números do quarterback dos Rams, vemos que os problemas estão ali, mascarados. Jared Goff completou apenas metade de suas tentativas de passe, foi interceptado uma vez e foi ao chão em cinco oportunidades. Não passou para nenhum touchdown. “A defesa fez bem seu trabalho”. Fez. Quem não fez foi seu treinador e seu coordenador defensivo. Vance Joseph e Joe Woods foram amadores. Todd Gurley quebrou seu recorde de jardas pelo Los Angeles Rams nessa partida. O jogo aéreo estava muito bem protegido pela secundária de Denver, então por que ninguém segurava o running back? Por que as chamadas defensivas não visavam o jogo corrido? Quantos minutos foram gastos com a bola na mão de Gurley? Mas, tudo bem, a defesa em si fez um bom trabalho. Todos esperavam um tiroteio dos Rams. Fica impossível vencer de um time competente, sofrendo turnovers. Caros torcedores de Denver, prestem atenção: eu adoro Case Keenum. Eu comemorei sua contratação e eu acho que ele é um ótimo talento, em comparação com Brock Osweiler, Trevor Siemian e Paxton Lynch. Mas… Keenum é o único quarterback a lançar interceptações em todas as seis partidas de 2018. Isso mesmo. Case Keenum não sabe proteger a bola. Claro, desde que Peyton Manning se aposentou, o Denver Broncos sofre com essa posição. A escolha de Paxton Lynch há três temporadas atrasou a franquia. A aposta no número 12 deu errada. John Elway demorou para perceber isso e os Broncos perderam, pelo menos, três anos da utilidade. Curiosamente, nessa mesma época, Vance Joseph esteve sob comando da equipe. Eu poderia fazer uma crônica diferente sobre cada setor em Denver e explicar mais de cinco erros cruciais de cada um, ao longo desses 3 anos. Poderia citar os números negativos do ataque do Colorado e a queda de rendimento de sua defesa. Poderia pegar como bode expiatório o time de especialistas na temporada passada. Poderia fazer tudo isso, mas farei apenas uma pergunta: quantos jogos de pós-temporada o Denver Broncos jogou sem Peyton Manning nos últimos 5 anos?

Nenhum comentário