Banner 1

JC Agora

UEFA Nations League - Análise da 2ª rodada



Olá amigos, voltamos com a segunda rodada da Nations League que foi recheada de gols e decepções principalmente com a seleção croata que inicia a competição com uma derrota dolorida, Portugal vai bem sem CR7 e a seleção francesa comemorou em casa e com vitória, a conquista da Copa do Mundo de 2018, as equipes da Inglaterra, Polônia, Alemanha e Suíça folgaram nesta rodada.


Espanha 6 x 0 Croácia

Em Elche, a Espanha bateu a vice-campeã mundial Croácia e ficou isolada na ponta do grupo 4

Primeiro tempo bem equilibrado, uma marcação alta e implacável dos croatas e os espanhóis tentando furar o bloqueio na base do toque de bola, as primeiras oportunidades de gols foram de Rakitic e do estreante Santini que a partir de agora substitui Mandzukic que anunciou aposentadoria do selecionado, a Espanha criou poucas chances de tirar o zero do placar, mas foi eficiente primeiro em bela sequencia de passes e um cruzamento perfeito na cabeça de Sául aos 23 minutos e depois em chute perfeito de Asensio aos 33 minutos  e o jogador do Real acertou aos 35 minutos mais um belo chute na entrada da área



A segunda etapa começou arrasadora, aos 5 minutos o time espanhol aumentou a vantagem com o centroavante Rodrigo, aos 10 minutos Sérgio Ramos ampliou o placar e aumentou o massacre contra um time croata totalmente entregue, a Espanha continuou pressionando e Isco aos 25 minutos deu números finais ao show, 6 a 0 sobre a Croácia.


O ciclo espanhol começou da melhor forma possível duas vitorias importantes contra dois adversários de nível técnico elevado, o destaque fica pela atuação do meio campo ótimas movimentações no setor ofensivo, que possibilitaram o brilho de Asensio com dois gols e três assistências e a marcação fechando os espaços anulando as duas armas criativas do time adversário Modric e Rakitic. Já para os croatas fica o trauma da maior goleada sofrida pela equipe e liga o alerta vermelho ao treinador Dalic, que perdeu sua arma principal no ataque e principalmente a fortaleza defensiva que era Subasic e notadamente não tem peças a altura para repor essas posições para esse próximo ciclo.



Portugal 1 x 0 Itália

No Estádio da Luz em Lisboa, Portugal mesmo sem Cristiano Ronaldo venceu a Itália e assumiu a liderança do Grupo 3


A primeira etapa foi de domínio total da equipe lusitana, Bruma foi o grande destaque da primeira etapa infernizando a defesa italiana e deixando os adeptos com a esperança de um substituto de alto nível para quando CR7 não puder estar em campo, o primeiro gol português poderia ter saído no primeiro tempo se a raça do zagueiro Romagnoli não salvasse a bola após saída pífia de Donnarumma e depois foi a vez do travessão  impedir o marcador sair do zero no cruzamento desviado de Rúben Dias.


O esplendor de Portugal brilhou aos  2 minutos da etapa final após bela jogada do estreante Bruma que bagunçou a zaga Azzurra, o camisa 7 rolou a bola para André Silva dominar e acertar um belo arremate para as redes italianas, a seleção Italiana pouco conseguiu criar, Immobile ficou isolado e não apareceu para o jogo, Balotelli das tribunas viu a seleção romana desabar em campo e se complicar no grupo.

A seleção portuguesa se saiu bem nessa partida, mas começa a se acostumar com uma realidade cruel, a fase de Cristiano está chegando ao final, cabe agora continuar o investimento nas categorias de base e começar a integrar os jogadores destacados ao elenco principal, a Nations League será de grande valor para a preparação destes jovens. Os italianos começam a se preocupar, a retomada ao alto nível parece distante ainda essa segunda rodada mostrou algumas limitações técnicas do time e que precisam ser corrigidas rapidamente para evitar um rebaixamento precoce que atrapalharia os planos da Azzurra.


França 2 x  1 Holanda

Os campeões do mundo jogaram em Paris, festejaram o titulo e de quebra a liderança do Grupo 1

A equipe francesa entrou em campo com o apoio massivo de seus torcedores esse país que tanto sofreu na última década vive seu ano de glória, a Holanda tentava carimbar a faixa de campeã dos “Les Bleus”, logo no inicio do jogo os donos da casa já dominaram a situação e pressionaram até Wijnaldum entregar um passe errado nos pés de Matuidi que serviu Mbappé livre para abrir o placar aos 15 minutos de partida e propiciar ao time francês reter a bola e cadenciar o jogo até o final da primeira etapa.



Na segunda metade o time holandês mudou sua postura e passou a controlar a partida, Wijnaldum tentando se redimir da sua falha no jogo, proporcionou a primeira chance de gol, um minuto depois após boa troca de passe Ryan Babel apareceu livre para marcar o empate e finalmente abrir o jogo para as duas equipes, a França foi oportunista e aos 29 minutos Giroud acabou com seus dez jogos sem marcar gols e espantou a “zica” e garantir a vitória do time no dia de festa.



A França continua mostrando o futebol objetivo e pragmático que lhe rendeu o título mundial, não é taticamente o modelo de jogo mais encantador mas é o com melhor eficiência conseguiu vencer a adversidade do jogo em que a Holanda cresceu e melhorou muito das últimas atuações internacionais.



Fechando a rodada da Liga A, tivemos Bélgica 3 x 0 Islândia na estreia do time que eliminou o Brasil da Copa, já complicando a simpática seleção 



Classificação

Grupo 1 



Grupo 2


Grupo 3


Grupo 4





Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Imagens: AFP, AP, Reuters



Nenhum comentário