Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Ponto graças a arbitragem

Olá torcida colorada, bem-vindos a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir o empate do Internacional, contra o Corinthians, em São Paulo, pela 26ª rodada do Brasileirão. O Inter saiu na frente no placar, com um gol irregular de Leandro Damião, no primeiro tempo, mas não soube administrar a vantagem e sofreu o empate, logo no início do segundo tempo, com Douglas.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

O Inter foi a campo com Marcelo Lomba; Zeca (Fabiano), Klaus, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, Nico López (Rossi), William Pottker (D’Alessandro) e Leandro Damião. O técnico Odair Hellmann, foi com o melhor que tinha a disposição, com a ausência da dupla de zaga, jogaram Klaus e Emerson Santos, que não comprometeram.


Logo no primeiro minuto, a bola foi lançada na área colorada, Klaus não conseguiu afastar a bola e Emerson Santos tentou deixar para Marcelo Lomba, quando Douglas antecipou-se e chutou encobrindo o goleiro, mas mandou para fora. Aos 7, Jadson tocou na direita para Fagner, que chutou cruzado e Marcelo Lomba defendeu. Aos 14, Cássio foi chutar para o ataque e acertou a bola nas costas de Damião e por sorte dele, a bola foi para fora. Aos 28, após cobrança de lateral de Iago, Damião tocou de cabeça para Patrick, que de dentro da área, chutou para fora.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Aos 45 minutos, Edenilson cobrou falta para a área, o Inter ficou com 4 jogadores em impedimento, mas a arbitragem não marcou a irregularidade e Leandro Damião apareceu na segunda trave para chutar e marcar o gol colorado. O Inter foi favorável ao VAR e o Corinthians não e desta vez o árbitro assistente atrás do gol, como na maioria das vezes, que ocorre no futebol brasileiro, sequer se manifestou, diferente do da rodada passada, que auxiliou o juiz ao marcar o pênalti para a Chapecoense.


No início do segundo tempo, aos 4 minutos, o Corinthians chegou ao empate. Jádson cobrou escanteio da direita, Romero,se antecipou a Leandro Damião e desviou de cabeça, na primeira trave, a bola bateu no travessão e sobrou para Douglas, sem marcação cabeceou para o gol. Aqui cabe comentar que Leandro Damião, pecou, na única função, que Jonatan Alvez, leva vantagem sobre ele, na bola aérea defensiva.

Depois do gol, os dois time pareciam satisfeitos com o resultado, não tivemos mais nenhuma grande oportunidade. O Corinthians pareceu começar a se preservar para o jogo da Copa do Brasil e o Inter, com medo de buscar a vitória, postou-se na defensiva, esperando apenas o jogo acabar, para conquistar um ponto.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

O técnico Odair Hellmann para mim precisa começar a pensar em outras alternativas de jogo, para o Internacional. Nossos adversários já começaram a estudar muito bem nossa forma de jogo e acabam explorando nossas carências. Odair também não pode ter medo de mudar alguns jogadores, que estiverem abaixo do momento, podendo oportunizar chances a outros. Não pode morrer abraçado no "bruxismo".

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Patrick levou o terceiro amarelo e assim cumpre suspensão na próxima rodada. Acho que será bom para ele, que neste últimos jogos, esteve bem abaixo do que já apresentou na temporada. Ele é um dos grande pilares do time, que para mim é o tripé de volantes, ao lado de Edenilson e Rodrigo Dourado, pois estes 3 dão suporte a dupla de zaga e auxiliam no ataque. Pode não ser meu modelo de jogo preferido, mas funciona muito bem.


Foto: Ricardo Duarte / Internacional

William Pottker para mim, voltou a ser refém do esquema tático e ontem acabou jogando muito distante do gol. Assim a torcida volta a pegar no pé dele. Sinceramente, para mim o modelo dos 3 volantes pode continuar, mas não dá para colocar, Pottker e Nico como auxiliares de lateral. Nico precisa flutuar com liberdade, para quebrar as linhas do adversário e Pottker, tem que jogar mais próximo do gol, sem ter que correr uma enorme distância, para depois ter que chutar.


Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Sobre Fabiano ou Zeca, eu sinceramente, manteria Zeca, que ainda esta longe de estar jogando o que já vimos ele fazer pelo Santos, mas não dá para ficar tirando o jogador em todos os jogos, pois aí é que ele não vai adquirir confiança. Fabiano é mais defensivo, tem bom cruzamento, mas eu ainda manteria Zeca. 

Com o empate o Inter chegou aos 50 pontos, e perdeu mais uma vez a oportunidade de assumir a liderança do Brasileirão e acabou ultrapassado pelo Palmeiras, que venceu na rodada, agora o Inter é o 3º colocado. No próximo domingo (30), o Inter recebe o Vitória no Beira-Rio, onde vencer é obrigação, depois desta sequência, de dois jogos fora de casa, sem vencer. Não façamos terra arrasada, seguimos na primeiras colocações, basta o time voltar a jogar com a mesma intensidade e fazer valer o fator local, que ainda estamos na briga.

Nenhum comentário