Banner 1

JC Agora

Fala Fanático #9 - Josi Souza BOTAFOGO



Amigos, depois de meses de hiato estamos de volta com o Fala Fanático, quadro que nasceu conosco no extinto como emissora Esporte Interativo (clique), onde lá passou por várias adaptações e volta na sua versão inicial aqui no nosso site. Nesta 9ª edição o Botafogo de Futebol e Regatas é representado por Joseli de Souza Costa, ou simplesmente Josi Souza, de 27 anos, do Rio de Janeiro, recepcionista e artesã, que fala sobre seu amor e a grandeza por vezes esquecida do Fogão!



Você se lembra do primeiro momento em que se sentiu Botafoguense? 

Quando eu era criança,por volta dos 7 anos,eu ficava pedindo pro meu padrinho me levar ao jogo do Botafogo,ele era o único botafoguense da família,eu sentia uma ligação muito forte com o clube.


E como foi dentro da sua casa a aceitação do seu sentimento pelo Fogão?

No inicio achavam que era coisa de criança,não entendiam muito como no meio de tanto flamenguista eu escolhi ser Botafogo. Tinham algumas zoações naturais, do tipo : Ah o Botafogo não tem torcida,no dia que você for pro meio da torcida do flamengo você vai ver o que é futebol. Era algo bem saudável,até porque ninguém curtia muito futebol. 


Fala-se muito da "mística" do Botafogo, da coisa da Estrela Solitária e de ser um time onde as coisas mais inusitadas acontecem, isso fez parte do seu fascínio ao conhecer o Botafogo? O que mais te apaixonou ao ir no estádio pelas primeiras vezes ver o Fogão jogar? 

Eu sempre me encantei com as histórias místicas do Botafogo,com as superstições. Quando eu comecei a ir ao estádio eu fiquei mais apaixonada pelo clima que existia,pela torcida,porque sempre gostei muito de futebol e o Botafogo só complementou essa paixão.


E hoje você segue sendo uma torcedora de estádio? Se sim, já percebeu alguma reação negativa ou ímpeto desagradável, como mulher no futebol? 

Eu continuo sim,sempre vou. Durante um tempo frequentava os estádios sozinha, já percebi algumas reações negativas pelo fato de ser mulher, as pessoas criam uma figura muito frágil em cima da gente. Já sofri com algumas reações ruins por estar na torcida e fazer um comentário sobre determinada situação do jogo e ver que tem homem que olha pra sua cara e não aceita, ou até mesmo quer arrumar confusão. Hoje em dia eu vejo que existe muitos casos ruins em relação a esse assunto, mas nunca sofri nada que me causasse muito impacto.


E nas Redes Sociais, onde tudo tem Haters, essa relação ainda é difícil?

Extremamente mais difícil. As pessoas ficam muito mais fúteis atrás de um perfil de qualquer rede social. Eu mesmo já passei por algumas,até por isso hoje em dia não tenho envolvimento com grupos de whatsapp ou facebook relacionados a futebol.


Qual o melhor momento que você teve como torcedora do Fogo, o mais emocionante?

Eu vou citar dois momentos mais recentes que me marcaram muito como torcedora, o Brasileirão de 2016, recebemos muita crítica da mídia e até dos próprios torcedores dizendo que já eramos certos na série B, conseguimos uma arrancada fantástica e nos classificamos pra Libertadores, metade dessa arrancada aconteceu aqui na Ilha do Governador (bairro onde moro) ficamos provisoriamente no estádio Luso Brasileiro, que tem uma importância muito grande na minha vida. Então como torcedora, ver um dos melhores brasileirões que disputamos aqui onde minha paixão pelo futebol começou foi sem dúvidas o momento mais emocionante pra mim como torcedora. Também a Libertadores de 2017 também foi um momento único. Foi a primeira que fui,vivemos uma fase sensacional!


E o pior momento? 

Os dois rebaixamentos. Isso é o ápice do sofrimento para qualquer clube, em 2002 eu era só uma criança e já fiquei triste, em 2014 em meados do campeonato já tinha por certeza de que iriamos cair,foi triste,foi humilhante, foi doloroso. Passamos por um momento muito difícil,dividas, incertezas,e um time que teve que ser começado do zero, foram sem dúvidas os piores momentos.


Você falou em dívidas, a vida do Botafogo tem sido muito "volátil", alternando bons times com momentos ruins e sempre paira a sombra das dívidas e incertezas. A que você acha que se deve isso?

Péssimas gestões, isso que acredito que seja nosso principal carma o que nos impede de sermos maiores.

As dívidas que temos hoje e o time extremamente limitado e a falta de ambição para contratações são consequências de péssimas administrações. Vemos um clima perdido lá dentro, a impressão que tenho é que somos administrado por amadores.


Esse é um ponto que tem "unido" três dos quatro maiores clubes do Rio, mas o Mengo conseguiu se sanear, por méritos próprios, claro, e boa gestão. Mas você acha que a maior visibilidade dada pela Globo, interfere na disparidade econômica atual das equipes?

Sem dúvidas interfere,é um dinheiro a mais que entra e que ao meu ver faz toda a diferença. Eu vejo até jogos nossos que são mudados de horário por conta da tv,e isso é algo que me deixa revoltada.


Voltando a falar de um bom momento, outro grande momento recente do Fogo foi com aquele time com Seedorf, sob o comando de Oswaldo de Oliveira. Como você vê aquele time e a descontinuidade dele?

Foi uma época muito boa, uma grande honra ter um jogador como o Seedorf no time e como ele elevou o nome do Botafogo. Oswaldo fez um bom trabalho, o desmanche desse time e a maneira que chegamos na libertadores de 2014 foi uma das piores coisas que poderiam ter acontecido e tudo por atitudes de dirigentes completamente amadores.


Qual seu maior ídolo no Fogão? 

Temos a sorte de ter uma galeria de ídolos digna de respeito. Tenho ídolos que vi jogar e outros que só pude conhecer a história. Meu maior ídolo é sem dúvidas Nilton Santos, por seu máximo respeito com o Botafogo e a maneira que honrou o nome da nossa instituição até o último dia de sua vida. Sinto muito orgulho disso,sem nenhuma dúvida ele é meu maior ídolo.


E qual a pessoa que você não quer ver pisar nunca mais no Botafogo? (Pode ser jogador, dirigente ou técnico)? 

MAURICIO ASSUMPÇÃO, é um cara que jamais gostaria de ver no meu clube!


Fale mais sobre a gestão Assumpção, ele é o maior responsável pelos problemas que o Botafogo vive até hoje, sobretudo no aspecto econômico?

Ele envolveu o Botafogo em muitas coisas, afundou o clube em dívidas. Deixou um legado péssimo que outras gestões não conseguiram controlar, no aspecto econômico vejo ele como um dos principais culpados.


Voltando atrás um pouco, a gente falou aqui da forma como o Fogo está financeiramente hoje e por outro lado de como o clube é rico em ídolos. O Fogo foi base da Seleção em vários momentos, com Nilton Santos, depois com Garrincha e Carlos Alberto Torres, uma história riquíssima e por vezes é relegado a indiferença do Brasileiro em geral e ate de parte da imprensa, o Brasileiro é mais sem memória ou oportunista? 

Eu acredito que é mais oportunista e que é mais influenciado pela mídia. O Botafogo tem uma história rica ,eu digo sem clubismo nenhum que é um dos clubes mais importantes do Brasil, fomos a base de grandes seleções e nossa galeria de ídolos é invejável pra qualquer um, a história do Botafogo, independente do momento atual, é digna de muito respeito, o que hoje vejo pouco.


E neste ano, o que você espera da equipe? 

Eu tinhas minhas expectativas de ficar brigando na parte de cima da tabela e de avançar em competições importantes, agora caminhando pro final do ano eu espero não brigar na parte de baixo, espero que a gente encontre logo o caminho do bom futebol, temos um time MUITO limitado, mas eu vou manter minha confiança de que vamos nos recuperar e voltar a vencer.


O Botafogo acertou a chegada de Erik, ex-Palmeiras. Um dos problemas do time nos últimos anos não tem sido contratar jogadores que acabaram se tornando secundários nos demais clubes grandes? Não seria o caso de garimpar melhor pelo Brasil e até mesmo pela América do Sul? 

Esse é o nosso maior problema,são poucas as contratações que tem dado certo, mas entramos na questão financeira, não temos caixa pra contratar alguém que vá realmente fazer a diferença não temos um bom patrocínio pra poder facilitar isso. E mesmo garimpando pelo Brasil e pela América fazemos contratações pífias (É o caso do Valência e do Aguirre recentemente).


O que espera do trabalho de Zé Ricardo? 

Quanto ao trabalho do Zé,eu já respeitava desde os tempos de Flamengo. Fiquei muito empolgada quando ele foi anunciado. Infelizmente ele ainda não correspondeu as minhas expectativas,mas não posso culpar ele pelos últimos resultados pois reconheço que o time é limitadíssimo. Espero que nas próximas rodadas possamos resgatar isso.






Bebeto de Freitas

Esse cara eu respeito, tinha um grande amor pelo Botafogo, foi um grande presidente e na sua época reergueu o Botafogo! Máximo respeito! Coloco sim a mão no fogo por ele. 


Carlos Eduardo Cunha Pereira

Foi um bom presidente ao meu ver, teve um início difícil pegou um time quase falindo tendo que disputar uma série B, conseguiu dentro do seu limite administrar o clube muito bem. Coloco a mão no fogo também. 


Caio Júnior

Teve bons momentos e outros nem tão bons assim, tivemos um bom time com ele, eu achava ele um bom treinador era um cara que eu torcia demais como pessoa também pois sempre me aparentou ser um homem muito bom, creio que se tivesse vivo estaria em ótima fase como treinador.


Oswaldo de Oliveira 

Comandou um dos times que mais tenho saudade. Fez um trabalho dentro do limite. 

Traçando um paralelo com o próprio Botafogo, é um técnico que tem sido sistematicamente desrespeitado e tem tido seus trabalhos interrompidos. Ele daria certo numa reestruturação do Fogo ou de um outro grande clube, com tempo de trabalho? Poria a mão no fogo por ele? 

Eu aceitaria ele de volta num novo momento aqui,acho que daria certo,mas não coloco  a mão no fogo por ele.


Vágner Mancini

Técnico mediano, não coloco ele como principal personagem do rebaixamento porque tivemos outros fatores muito piores, mas infelizmente ficou manchado com isso.


Jair Ventura

Jair é um cara especial, divide muitas opiniões aqui, mas tenho um certo respeito por ele, ainda tem muito futuro pela frente não acho ele um treinador ruim. Eu espero ele de volta ao Botafogo em um novo momento,talvez quando adquirir mais bagagem profissional.


Gonçalves

Xerifão do título de 95, um cara que tive o prazer de conhecer! Eu respeito demais ele. Fez parte de um time muito especial, como sempre fui fã de zagueiros desde criança, ele era uma referencia pra mim.


Túlio

Ídolo irreverente, incomparável, e sem dúvidas um dos maiores nomes do Botafogo.Figura que mais representa nosso título de 95. Andou movendo alguns processos contra o clube,mas isso jamais vai apagar toda a história que ele tem com essa camisa.


Seedorf

Uma das contratações mais surpreendentes que já vi, respeitou o clube (apesar de eu achar que ele saiu no momento quando o time mais precisava, hoje entendo que talvez nem tenha sido culpa dele) e me fez ver um dos melhores times do Botafogo que já vi, de alguma forma nos levou de volta a Libertadores depois de 17 anos.


Jefferson

Ídolo atual da nossa geração,um homem humilde e que tem muito amor pelo Botafogo, Jefferson tem meu máximo respeito e sempre vai ter. 

Fico triste em ver sua carreira se encerrar de uma maneira tão discreta, longe de ser aquele Jefferson melhor goleiro do Brasil, mas ainda assim ocupa o coração de grande parte da torcida, temos um carinho enorme por ele.



Gatito Fernandez

Quando ele chegou eu critiquei pra caramba, hoje me arrependo amargamente. Nos rendeu momentos inesquecíveis e se consagrou como defensor de pênaltis, eu to nervosa até hoje por aquele Olímpia x Botafogo...Aquela noite foi emblemática pra nós e Gatito foi um dos principais responsáveis por termos ido tão longe naquela libertadores, eu fico na torcida pra que ele volte logo porque está fazendo bastante falta.



Garrincha

Ídolo máximo,não só pro Botafogo mas pelo futebol brasileiro em geral. Garrincha é uma joia que eu daria tudo pra ter visto jogar. Sinto orgulho de tudo que ele fez pelo Botafogo fico arrepiada em ver suas jogadas. Meu anjo das pernas tortas. Nenhuma palavra será capaz de definir a sua genialidade.


Seu recado final

- Para o clube - Respeitem a história desse clube, honrem essa camisa tão gloriosa por qual tantos ídolos já deram a vida. 

Estamos vivendo uma fase difícil, o ano não está sendo como planejado, mas não podemos deixar de apoiar e de acreditar no nosso Glorioso Botafogo, precisamos estar juntos apesar de vim de uma geração que viveu poucos  títulos e poucas alegrias, é preciso resgatar a identidade desse clube que já foi tão importante pra história do Futebol Brasileiro. Essa camisa pesa e temos que ter o máximo orgulho disso e os jogadores que a defendem precisam  ter o máximo respeito com ela.





Conheça nosso quadro Papo de Torcedor (Clique) e represente seu clube! 


Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Nenhum comentário