Banner 1

JC Agora

Futebol Europeu - O recomeço espanhol com Luis Enrique

A esperança de um recomeço, Luis Enrique

8 dias após a eliminação para os russos o selecionado espanhol começou um novo ciclo

Na manhã de Segunda (09/07), o polêmico Luis Rubiales, Presidente da Federação Espanhola, anunciou as mudanças na seleção da Espanha, Fernando Hierro ex-diretor e técnico do time na Copa de 2018 anunciou seu desligamento da equipe, para seu lugar foi contratado o treinador Luis Enrique com passagem vitoriosa pelo Barcelona.

É um momento de reconstrução para a Roja, que após o escândalo Lopetegui (clique) precisava retomar o caminho das vitorias construído sob o comando de Vicent del Bosque, que lapidou todas grandes estrelas espanholas entre o período de 2008/2012, revelando a melhor fase do futebol espanhol , com sua saída em 2016 não só o cargo de técnico ficou vago mas também a função de controlar os ímpetos da eterna rusga entre Real Madrid e Barcelona.

Naquele período a federação optou por promover Lopetegui que comandava a equipe Sub-21 do país, de fato o período foi bom uma classificação tranquila para a Copa da Rússia, entre seus feitos conseguiu inserir novos jogadores como Isco, Asensio e  Rodrigo ao time, fazendo uma renovação benéfica e necessária ao time já que os principais jogadores espanhóis bateram a casa dos 30 anos...

Meu Deus como passa rápido o tempo parece que foi ontem que vi esses caras fazendo o famoso Tiki-taka, e hoje alguns já se aposentaram, enfim papo para outro texto.

Lopetegui jogou todo seu trabalho fora quando aceitou pelas costas dos dirigentes a proposta do Real Madrid, acendendo no time a velha briga espanhola (Real x Barça) isso mergulhou a equipe em momentos tensos, que custaram a desqualificação nas oitavas de final e demissão do treinador, segundo os veículos o cargo foi oferecido somente a uma pessoa que foi Luis Enrique.

Enrique tem larga experiência profissional, começou no Barcelona B, passou por outro clube grande clube que é a Roma, foi ao Celta de Vigo, e chegou para substituir Pep Guardiola  no Barça, digamos de fato no comando do Barcelona, período onde ganhou notoriedade e chamou atenção por seu estilo de jogo envolvente, é importante ressaltar que ele manteve algumas características de Pep, mas deu seu toque ao time, principalmente quando contratou Suárez para ser de fato aquele cara oportunista e matador (e não o falso 9) que em alguns momentos faltava no trabalho anterior, teve que lidar com Neymar e com os “showzinhos” do jogador , o episódio acabou exigindo um trabalho especial e Enrique tendo conduta impecável fato que possibilitou crescimento de ambos.

Esse breve histórico serve para reiterar o acerto na contratação do técnico Luis Enrique, que terá tempo para resgatar o futebol espanhol, claro que terá de reformular o elenco, preparar as jovens peças para as grandes competições, podemos esperar uma concentração maior desse time, que jogará com um futebol mais vistoso, leve e aproveitando a principal qualidade dessa nova safra espanhola que é a velocidade e as jogadas individuais.

O maior legado além das possíveis boas atuações serão quatro anos sem rusgas entre as ”panelas“, já que o prestigio do treinador é enorme por  ter sua identificação nos  dois lados, claro a história recente assimila muito ao Barcelona mas a carreira como atleta lembra seus bons momentos no Real Madrid.



Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)





Nenhum comentário