Entre os dias 25, 26 e 27 de Novembro de 2017, ocorreram os jogos da 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Já campeão, o líder Corinthians recebeu a taça, após o empate com o Atlético-MG em sua casa, na Arena de Itaquera. Os artilheiros Henrique Dourado e Jô permaneceram empatados com 18 gols. Nenhum dos goleadores marcou nesta rodada. André, do Sport, fez dois e chegou aos 15 gols anotados. 


No Maracanã, abrindo a rodada 37, Fluminense e Sport se enfrentaram. O jogo pouco valia, a não ser uma vaga na Sulamericana da temporada que vem para os donos da casa. Já para o Leão, tratava-se se uma verdadeira decisão, colocando em jogo a permanência na Série A do ano seguinte.

Com este panorama os visitantes não quiseram saber de esperar e foram para cima do adversário, conseguindo abrir o placar aos 12 minutos de jogo com André. Aos 23, de novo ele, marcou o segundo dele e do Sport para ampliar o placar. Aos 37', Marcos Júnior ainda descontou com uma bela puxeta (para alguns bicicleta). No segundo tempo, quem precisava manter o resultado continuou melhor, com mais volume de jogo e chances, o time pernambucano. No fim, Marlon quase conseguiu o empate para o Flu, mas a bola não entrou raspando na trave. Apesar da vitória, o Sport não saiu da Zona de rebaixamento, pois o Vitória venceu a Ponte. Na última rodada, na Ilha do Retiro, permanece a esperança para a torcida pernambucana já que o time recebe o já campeão e de ressaca, Corinthians. Transmitimos pela WebRádio Gol & Rock (Clique) o duelo com Adriano Garcia nos comentários, ouça na íntegra a transmissão (clique).




Na Ressacada, outro time desesperado conseguiu a vitória. O Avaí recebeu o Atlético Paranaense em casa e com gol do lateral Maicon na primeira etapa, venceu a partida pelo placar mínimo. O jogo no primeiro tempo começou quente e terminou morno. Após abrir o placar a equipe catarinense recuou e o seu rival, mesmo com campo não assustou tanto. Na volta do intervalo, o Furacão voltou novamente melhor e conseguiu um pênalti aos 11 minutos. Porém, aos 16' (o jogo ficou muito tempo parado por conta do atendimento ao zagueiro Alemão que desmaiou no lance, mas permaneceu em campo após o susto) Fabrício cobrou muito mal e perdeu a chance do empate. Após isso nada de mais aconteceu e o Avaí garantiu os três pontos. Essa foi a segunda vitória consecutiva em casa, e o terceiro jogo invicto nesta reta final de competição. Na última rodada, a equipe enfrenta o Santos na Vila Belmiro, jogando a permanência na elite do futebol brasileiro.



Na Arena, em Itaquera, o já campeão Corinthians recebeu o Atlético Mineiro, ainda vivo na briga por uma vaga na Libertadores de 2018. O jogo pode ter sido o último do jovem lateral esquerdo Guilherme Arana, que tem futuro provável na Europa, mais precisamente na Espanha. 

Apesar de começar acuado contra a equipe da casa inflamada no jogo da taça, o Galo foi quem abriu o placar após resistir aos minutos iniciais de pressão. Otero, mais uma vez mostrou seu dom de bater como poucos na bola e de falta, fez mais um belo gol na temporada. 1 a 0 aos 28 minutos. O Timão porém não se deixou abater e reagiu rápido. Aos 35', Jadson que já havia carimbado a trave de Victor, desta vez foi mais feliz e viu a sua cobrança lateral de falta cruzar a área e morrer nas redes. Os donos da casa voltaram mais uma vez melhores e viraram o jogo, aos 12 minutos, com um belíssimo gol de Marquinhos Gabriel, que entrou no intervalo da partida. A festa parecia vir com a vitória, porém mais uma vez o venezuelano Otero entrou em ação e em três lances seguidos deu trabalho para Cássio. No último acertou cruzamento para Fred, que empatou o jogo, aos 19 minutos. Três minutos depois, o atacante mineiro teve a chance da virada, mas perdeu chance incrível, ainda mais para ele. Então, assim terminou o último jogo em casa para o campeão brasileiro de 2017. Parabéns Corinthians! 





No Couto Pereira, o Coritiba buscando se livrar do perigo de queda enfrentou o São Paulo sonhando ainda com uma vaga na Libertadores. O jogo foi bem disputado na primeira metade do tempo, com boas chances que se alternavam para as duas equipes. Até que, aos 40 minutos, Anderson Daronco com a ajuda do assistente que fica atrás do gol marcou pênalti para os donos da casa. Porém, no lance quem tocou com a mão foi o próprio jogador do Coritiba, Tiago Real, portanto um erro absurdo. Na cobrança, Wilson (o goleiro), marcou seu terceiro gol na temporada, abrindo o placar. Algo curioso para o torcedor são-paulino, ver seu time sofrer o que tantos outros sofreram com Rogério Ceni. Até então, o Coxa conseguia se livrar matematicamente do risco de queda. Porém, no segundo tempo isso foi por água abaixo. O São Paulo voltou melhor e com um time cheio de garotos, conseguiu empatar aos 22 minutos com Éder Militão, de cabeça, após cobrança de escanteio. Quatro minutos depois, Matheus Galdezani, contra, virou para os paulistas, em lance com Rodrigo Caio. Com o resultado, o Coritiba entra na última rodada ainda perigando cair. O time vai até Chapecó, enfrentar os donos da casa com um ponto de vantagem para o 16º, Sport. Veja a análise Tricolor de João Paulo Silva, clicando aqui.



No Moisés Lucarelli, tudo o que aconteceu na tarde de Domingo (26) daria um livro, mas tentaremos resumir da melhor forma.

Em confronto direto na briga contra o rebaixamento, Ponte e Vitória se enfrentaram em um duelo pra lá de emocionante.Separados por um ponto na tabela, ambas as equipes sabiam que o jogo era de vida ou morte. O jogo já teve sua primeira movimentação logo aos 6 minutos, quando Lucca (artilheiro da Ponte no Campeonato com 12 gols) abriu o placar. Aos 15', Danilo Barcelos ampliou, deixando as coisas bem mais confortáveis para os campineiros.

Porém, a história começou a mudar quando Rodrigo foi expulso por praticar um gesto obsceno em Tréllez. Com o auxílio do quarto árbitro, o juiz Ricardo Marques Ribeiro expulsou o camisa 3. A partir daí, o Vitória viu a chance da mudar a partida. Aos 12 minutos do segundo tempo, André Lima diminuiu. Dois minutos depois, Tréllez, empatou o jogo. E aos 36', de novo Tréllez decretou a virada da partida, se tornado um dos personagens da partida. Aos 38 minutos, parte da torcida ponte pretana invadiu o campo após quebrarem uma parte do alambrado e a partida então foi paralisada por falta de segurança, posteriormente sendo declarada encerrada. Assim, a Ponte Preta está rebaixada para a Série B do ano que vem. O Vitória ainda joga a permanência, dependendo apenas de si, domingo que vem (03), diante do Flamengo, no Barradão. Adriano Garcia também esteve comentando esta partida pela WebRádio Gol & Rock (Clique). Confira a íntegra da transmissão em nosso canal (clique)




Na Arena do Grêmio, os donos da casa mandaram a campo uma equipe totalmente alternativa, visto que o Tricolor está 100% focado na grande decisão da Copa Libertadores, quarta-feira (29), onde pode se sagrar tricampeão da América, igualando São Paulo e Santos. Outra equipe que não tem mais aspirações no campeonato, o Atlético Goianiense, já rebaixado, foi até o Rio Grande do Sul buscando terminar a competição com dignidade. O esperado ocorreu, com uma equipe totalmente diferente da habitual a falta de entrosamento falou mais alto e o Grêmio não conseguiu se impor, enquanto o seu adversário, em suas investidas levava mais perigo, com uma equipe fraca, mas titular. A maior inspiração do Dragão lhe rendeu o gol na volta do intervalo. Andrigo, aos 24 minutos deixou o dele, abrindo o marcador. Porém, não houve tempo para comemoração. Dois minutos depois, Lucas Poletto aproveitou sobra na área e empatou a partida. Esse foi o primeiro gol do argentino com a camisa gremista.



No Mineirão, Cruzeiro e Vasco se enfrentaram procurando alcançar as vitórias novamente.

Apesar da superioridade dos donos da casa, quem saiu na frente foi o Vasco. Paulão, aos 20 minutos da etapa inicial, aproveitou escanteio de Nenê e abriu o marcador. Aí, o Cruzeiro continuou ainda mais presente no campo de ataque e criou três grandes oportunidades até a ida para o intervalo, mas sem sucesso. Na volta do intervalo mais pressão. A raposa continuava a criar as grandes oportunidades e Martín Silva salvava o time carioca, que ia ao ataque em lances esporádicos de contra-ataque. No fim, a atuação defensiva do Vasco deu resultado e o time agora só depende de si para ir à Libertadores em 2018. José Nunes analisou o jogo sob o ângulo Vascaíno (clique).





Em Salvador, duelo de duas equipes emergentes e em busca de vaga na Libertadores. No fim, a Chape venceu, com gol de Wellington Paulista e quebrou a série invicta do Bahia, na Arena Fonte Nova.O jogo marcava a proximidade da tragédia com o Avião da Chape há um ano atrás.

Diferente das ultimas partidas, os baianos não tiveram grande volume de jogo e pecaram nas finalizações, enquanto o Verdão do Oeste, mais inspirado descia melhor, nas suas investidas. Foi aí que aos 42 minutos, Wellington Paulista abriu o placar para os visitantes. Na volta do intervalo, as coisas pareciam que iriam mudar, e logo aos 10 minutos Edigar Junio teve a chance do empate, mas desperdiçou. Em seguida, o atacante teve mais uma chance, mas parou em Jandrei. Aí a Chape começou a segurar a partida e com êxito. Zé Rafael ainda foi expulso no fim e Wellington Paulista quase fez o segundo, mas foi só. Com a vitória, a Chape chega aos 51 pontos, viva na briga por uma vaga na Libertadores. O mesmo objetivo fica mais distantes para o Bahia.



Flamengo e Santos se enfrentaram na Ilha do Urubu, separados por seis pontos na tabela. Os cariocas buscavam se confirmar na Libertadores do ano que vem, o que já foi alcançado pelos santistas.

No jogo, logo aos 6 minutos, Lucas Paquetá abriu o placar de cabeça. Quatro minutos depois, a resposta. Ricardo Oliveira aproveitou falha incrível de Muralha (que tentou driblá-lo) e rolou para Bruno Henrique marcar mais uma vez no campeonato. O lance rendeu a ira da torcida flamenguista, que pegou no pé do seu próprio goleiro até o fim da partida. Daí em diante só deu Fla. Foram várias chances criadas, inclusive no começo do segundo tempo. O Santos, só chegou uma vez antes dos 28 minutos. E na segunda vez, Arthur Gomes chutou e Muralha aceitou, 2 a 1. O gol foi um balde de água fria nos donos da casa, que ainda tentaram mais algumas vezes após a entrada do garoto Lincoln (que tem muito futuro), mas não conseguiu nem sequer o empate. Vitória improvável do Peixe pelo que foi o jogo, com grande contribuição de Alex Muralha.


No Allianz Parque, o jogo entre Palmeiras e Botafogo marcou a última de Zé Roberto como profissional. Aos 43 anos, o meia/lateral anunciou aposentadoria de uma vitoriosa carreira de mais de 20 anos. Ao fim do jogo, o camisa 11 deu uma volta olímpica e foi ovacionado pela torcida.

Com a bola rolando, o Palmeiras tomava a iniciativa e os cariocas buscavam o contra-ataque eficaz. E quase deu resultado na metade da primeira etapa, quando Pimpão perdeu ótima chance. Então, Dudu passou a liderar o seu time em busca do primeiro gol, levando perigo aos botafoguense. Na volta do intervalo, logo aos 9 minutos, Dudu abriu o placar e deu tranquilidade aos palestrinos. Para melhorar a situação, aos 17', Keno fez um golaço, após belo drible e bola no ângulo de Gatito, 2 a 0. No fim, Borja ainda perdeu grande chance de transformar o placar em goleada. A derrota custou caro ao Bota, que agora saiu do G-7 (dando lugar ao rival Vasco) e não depende mais das próprias forças para ir a Libertadores no ano que vem. Na última rodada, o time recebe o Cruzeiro em casa. A partida foi comentada por Léo Carrazza na WebRádio Gol & Rock (Clique) confira na íntegra a transmissão no nosso canal (clique)


Penúltima Rodada

Sábado, 25/11:
Flu 1 x 2 Sport

Domingo, 26/11:
Corinthians  2 x 2 Atlético-MG
Cruzeiro 0 x 1 Vasco
Coritiba 1 x 2 São Paulo
Grêmio 1 x 1 Atlético-GO
Ponte Preta 2 x 3 Vitória
Avaí 1 x 0 CAP
Flamengo 1 x 2 Santos
Bahia 0 x 1 Chape

Segunda, 27/11:
Palmeiras 2 x 0 Bota



1Corinthians72
2Palmeiras63
3Grêmio62
4Santos62
5Cruzeiro56
6Flamengo53
7Vasco53
8Botafogo52
9Chape51
10Atlético-MG51
11Bahia49
12SPFC49
13Atlético-PR48
14Fluminense46
15Vitória43
16Coritiba43
17Sport42
18Avaí42
19*Ponte Preta39
20*Atlético-GO35

* Rebaixados



Última Rodada

Domingo, 03/12:
Botafogo x Cruzeiro
Vasco x Ponte
Santos x Avaí
SPFC x Bahia
Atlético-MG x Grêmio
Atlético-PR x Palmeiras
Atlético-GO x Fluminense
Vitória x Flamengo
Sport x Corinthians
Chape x Coritiba


É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique) 



Por: Gervásio Henrique 





Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours