Nos dias 22, 23 e 24 de Julho, aconteceram os jogos da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com média de 2,2 gols por partida a rodada ficou marcada pelo melhor público do Campeonato até aqui. No jogo entre São Paulo e Grêmio, no Morumbi, mais de 51 mil pessoas foram ver o jogo. Lucca é o novo artilheiro da competição. Com os dois gols marcados na vitória pontepretana sobre o Atlético-PR, no Paraná, o jogador chegou aos 10 gols e ultrapassou Henrique Dourado e Jô, que se enfrentaram domingo (23), no Maracanã. Os times que mais se deram bem na rodada foram, Ponte Preta e Chapecoense. Com as vitórias fora de casa, as duas equipes subiram quatro posições e são 10º e 11º, respectivamente. Quem mais perdeu posições foi o Fluminense. Com a derrota, em casa, para o líder Corinthians, o time carioca caiu 3 posições e agora é o 12º. 


Na abertura da rodada, no Barradão, em Salvador, o Vitória recebeu a Chapecoense e carimbou a sua quarta derrota consecutiva na competição. Pior mandante na competição, o rubro negro baiano não apresentou um bom futebol e mais uma vez decepcionou o torcedor que compareceu ao estádio. 
Aos 26 minutos do primeiro tempo, em pênalti sofrido por Seijas, Reinaldo abriu o placar para a Chape. O empate do time da casa veio também de pênalti, e duvidoso. O juiz Marcelo de Lima Henrique viu toque de mão de Douglas Grolli. Na cobrança, Neilton deixou tudo igual, aos 14' do segundo tempo. Quatro minutos depois, Lourency decretou a vitória do verdão do oeste. No fim, o Leão ainda buscou pressionar, mas nada que resultasse em gol. Com a derrota, o Vitória continua em 19º, com 12 pontos. A Chapecoense sobe para 11º, com 21 pontos e se afasta do perigo momentaneamente. 


Na Ilha do Urubu, por muito pouco o Flamengo não deixou de fazer mais dois pontos. O grande nome da partida foi Éverton Ribeiro. Fazendo a função de Diego, poupado, o meia deu uma assistência e cobrou pênalti decisivo já nos acréscimos da etapa final. Com um time bastante modificado, o rubro negro abriu o placar logo aos seis minutos de jogo, com Berrío. Após isso, o time visitante via o Fla dominar a partida e buscava os contra ataques, que não vieram no primeiro tempo. Mas logo no primeiro minuto do segundo tempo, Henrique Almeida empatou. Daí em diante, pressão flamenguista. Guerrero, Juan e Rômulo tiveram as três principais chances da equipe, mas perderam. Só no fim, com a entrada de Vinícius Júnior o time virou. Ele sofreu o pênalti, covertido por Éverton Ribeiro aos 46'. O Flamengo, com os três pontos, chega a 28 e continua na 4ª colocação. O Coritiba caiu para 15º, com 19.


O Santos mandou a partida do Domingo (23) pela manhã no Estádio do Pacaembu, e com a presença de mais de 35 mil pessoas, o time fez bonito e goleou por 3 a 0. O que se viu foi um show particular do atacante Bruno Henrique. Com 3 gols, o jogador foi o dono do jogo, pediu música no fantástico.. e levou um puxão de orelhas de Levir Culpi. A superioridade santista se traduziu no placar da primeira etapa. 2 a 0, com gols de Bruno Henrique aos 28' e 45'.

Com a vantagem no placar, o Peixe não voltou na mesma intensidade para o segundo tempo. O tricolor baiano, ao contrário, voltou disposto a mudar o jogo, mas parou no paredão Vanderlei. Aos 30 minutos, novamente Bruno Henrique fechou o placar. O Santos chega aos 30 pontos em 3º. O Bahia caiu para 14º, com 19. Leia AQUI a visão do torcedor do Corinthians!


No Maracanã, o Fluminense recebeu o Corinthians. O timão vinha de dois empates seguidos e atuou de forma bem compacta e cautelosa no primeiro tempo. O tricolor carioca buscava a iniciativa, com a volta do seu artilheiro Henrique Dourado, mas nada mudou no placar. Logo no início do segundo tempo, aos 4 minutos, Balbuena abriu o placar de cabeça, em cobrança de escanteio de Giovanni Augusto. Após isso, o time alvinegro ficou mais a vontade para impor o seu estilo de jogo com paciência. O Flu, buscava o empate e chegou a carimbar a trave, com Scarpa, porém foi o mais perto do gol que chegou o time da casa.

Com a vitória, o Corinthians chegou aos 40 pontos, na liderança isolada da competição. Além disso, alcançou o seu 30º jogo sem derrota na temporada. O Fluminense caiu para a 12ª colocação, com 21 pontos.


Na Arena Pernambuco, para mais de de 42 mil pessoas, O Sport recebeu o Palmeiras. Melhor para o time paulista, que venceu por 2 a 0. Destaque para outro Bruno Henrique, o do Palmeiras.

O jogo marcava o reencontro de Diego Souza com o clube em que já atuou e esteve envolvido em uma possível transferência nas últimas semanas. E foi o camisa 87 que desviou o cabeceio do volante Bruno Henrique, aos 33 minutos do primeiro tempo. 1 a 0 Palmeiras. Aos 47', Keno ampliou após belo lançamento de Bruno Henrique. No segundo tempo, o time paulista controlou bem a vantagem. Diego Souza ainda acertou a trave e Agenor salvou o que o seria o terceiro gol sofrido na tarde em lance espetacular, aos 30 minutos. Mesmo bastante mudado, o Palmeiras ultrapassou o próprio Sport na tabela, com a vitória. O Verdão agora está em 5º, com 26 pontos. O Leão caiu uma posição, permanecendo com 24. Leia AQUI a visão do torcedor Palestrino.


Na Ressacada, o Avaí fez valer o seu mando de campo e venceu o Cruzeiro. Mais uma vez o goleiro Douglas Friedrich teve grande atuação evitando o empate do time mineiro. Mesmo com a pressão celeste no primeiro tempo, o time da casa foi quem abriu o placar com Júnior Dutra, aos 21 minutos. No segundo tempo só deu Cruzeiro novamente, mas nada mudou no placar da primeira etapa, muito por conta do goleiro avaiano. Final, 1 a 0. Com a primeira vitória na história desse confronto, o Avaí chegou aos 17 pontos, ultrapassou o São Paulo e passa a abrir o Z-4. O Cruzeiro, por sua vez, ainda com 22 pontos caiu para 9º, em seu terceiro jogo sem vitória.


No Independência, o Atlético Mineiro perdeu a segunda seguida. Foi a 5ª derrota do Galo como mandante neste Brasileiro, desta vez para o Vasco. Em um primeiro tempo bem movimentado, Paulinho fez seu primeiro gol como profissional com a camisa do Vasco, aos 13 minutos. Yago, aos 17' deixou tudo igual. Também foi o primeiro gol do volante atleticano. No segundo tempo, a equipe mineira voltou disposta a virar o jogo e criou algumas situações. Mas quem marcou foi mais uma vez Paulinho, aos 22 minutos, definindo o jogo. O jovem de apenas 17 anos, fez um belíssimo gol após passe de Guilherme, em contra ataque. No fim, mais vaias para a equipe comandado por Diego Giacomini neste domingo (23). O Atlético caiu para 13º, com 20 pontos, enquanto o Vasco subiu duas posições e agora é o 8º, com 23.


Na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense, em crise, recebeu a Ponte Preta. O time da casa, precisando do resultado, teve maior posse de bola e procurou criar mais. No entanto, esbarrou na falta de inspiração e de confiança. A Ponte procurava encaixar um contra ataque mortal, que não veio no primeiro tempo.
Na volta do intervalo, as equipes permaneceram com as mesmas propostas. Melhor para a Macaca, que abriu o placar com Lucca, aos 6 minutos. O Atlético então, sufocou o seu adversário, que se retrancou ainda mais. Foi aí que o goleiro Aranha brilhou. Com defesas fantásticas, o arqueiro do time campineiro, ele ainda viu Lucca, de pênalti ampliar o placar, aos 49 minutos e se tornar o novo artilheiro do Brasileirão, com 10 gols. Há 6 jogos sem vitória, o Atlético-PR permanece em 16º, com 17 pontos. A Ponte Preta subiu para 10º, chegando aos 21 pontos.


No Estádio Olímpico de Goiânia, o lanterna Atlético Goianiense recebeu o Botafogo. O time carioca polpou alguns de seus titulares visando o confronto de quarta-feira, contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil.
O jogo foi equilibrado no primeiro tempo, mas com a falta de capricho, nada demais aconteceu. No segundo tempo, os dois gols: Vinícius Tanque abriu o placar para o Fogão, aos 23 minutos. Sete minutos depois, Paulinho empatou para o Atlético, em lance de muita insistência na pequena área do time carioca.
Com o empate, as equipes permanecem na mesma colocação. O Botafogo em 7º, com 24 pontos e o Atlético-GO na última posição, com 9 pontos.


No encerramento da rodada, Antes da partida, todos os jogadores do São Paulo entraram com uma camisa cinza em homenagem ao ídolo Waldir Perez. Os dois goleiros foram para o jogo com camisas nessa cor, em tons distintos. Mais de 51 mil torcedores foram ao estádio na noite desta segunda (24).

Com a bola rolando, um primeiro tempo bastante intenso, mas com poucas oportunidades reais de gol. O Grêmio esperava o time da casa e explorava os contra ataques. E foi num lance assim, aos 19 minutos que Pedro Rocha abriu o placar. O atacante arrancou pela esquerda e teve calma ao chegar na área, ajeitar para a direita e abrir o placar.  No segundo tempo, o tricolor paulista melhorou e conseguiu o empate. Lucas Fernandes, que entrou no intervalo, aproveitou rebote de Grohe e marcou aos 18 minutos.

No restante do jogo as duas equipes criaram boas oportunidades e o time da casa teve mais volume de jogo e muita entrega, mas nada mudou. Assim, os dois acabam lamentando o resultado. O São Paulo perdeu a chance de sair do Z-4. O time tem 15 pontos e caiu para 18º. Já o Grêmio, chegou aos 32 pontos e viu a diferença para o líder Corinthians aumentar 2 pontos. Leia AQUI a visão do torcedor do São Paulo, com homenagem a Waldir Perez



Resultados
Sábado, 22/07:
Vitória 1x2 Chapecoense
Flamengo 2x1 Coritiba

Domingo, 23/07:
Santos 3x0 Bahia
Fluminense 0x1 Corinthians
Sport 0x2 Palmeiras
Avaí 1x0 Cruzeiro
Atlético-MG 1x2 Vasco
Atlético-PR 0x2 Ponte Preta
Atlético-GO 1x1 Botafogo

Segunda, 24/07:
São Paulo 1x1 Grêmio

CLASSIFICAÇÃO

1
Corinthians
40
2
Grêmio
31
3
Santos
30
4
Flamengo
28
5
Palmeiras
26
6
Sport
24
7
Botafogo
24
8
Vasco
23
9
Cruzeiro 
22
10
Ponte Preta
21
11
Chapecoense
21
12
Fluminense
21
13
Atlético-MG
20
14
Bahia
19
15
Coritiba
19
16
Atlético-PR
17
17
Avaí
17
18
São Paulo
15
19
Vitória
12
20
Atlético-GO
9

17ª Rodada

Sábado, 29/07:
Botafogo x São Paulo
Palmeiras x Avaí

Domingo, 30/07:
Chapecoense x Atlético-GO
Corinthians x Flamengo
Coritiba x Atlético-MG
Bahia x Sport
Ponte Preta x Fluminense
Cruzeiro x Vitória
Grêmio x Santos

Segunda, 31/07:
Vasco x Atlético-PR



É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique) 



Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours