Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor SÃO PAULO - Dois jogos, três pontos


Brasileirão 2017 - Rodada 1 - Cruzeiro 1 x 0 São Paulo

Renan Ribeiro, Thiago Mendes, Maicon, Rodrigo Caio, Junior Tavares, Jucilei, Éder Militão, João Schmidt, Cueva, Lucas Pratto e Marcinho.

O time foi escalado para receber o ataque cruzeirense e jogar no contra-ataque. O que ninguém esperava era jogar com QUATRO VOLANTES! Apesar de um primeiro tempo fraco o Tricolor ainda conseguiu boas oportunidades com Cueva desperdiçando duas boas finalizações. Fora isso muito toque de bola e no meio-campo.

No segundo tempo o Cruzeiro se aproveitou do vacilo do Maicon num lance de lateral. O ataque azul foi ligeiro na cobrança e a bola chegou em Ábila para marcar aos 2 minutos. Arrascaeta quase amplia. A resposta de Luiz Araujo foi perigosa, mas tocou a rede pelo lado de fora. Éder Militão saiu para entrada de Thomaz desfazendo a zaga com três integrantes. Na metade da etapa final entrou Gilberto no lugar de Marcinho. O time mineiro se fechou e o SPFC ficou com a posse. Sem qualidade e sem organização não levou perigo até o juiz apitar. Faltou capricho no primeiro tempo.

Brasileirão 2017 - Rodada 2 - São Paulo 2 x 0 Avaí

Renan Ribeiro, Buffarini, Lugano, Rodrigo Caio, Junior Tavares, Jucilei, Thiago Mendes, Cicero, Cueva, Lucas Pratto e Marcinho.

Ceni barrou Maicon e entrou com Lugano. Infelizmente o próprio protagonizou saídas de bola perigosas. Rodrigo Caio também falhou em uma bola que acabou sobrando para o adversário que fez o favor de chutar para o alto. Lucas Pratto abriu o placar aos 10 ao receber u desvio de cabeça feita por Marcinho.Gol de voleio muito bonito. Ainda houveram novas oportunidades com Cueva e Lucas Pratto, mas tiveram a mesma sorte.

No segundo tempo Thiago Mendes teve que sair, machucado, para entrada de Thomaz. A entrada do atacante expos o meio-campo tricolor. O Avaí viu brecha e aproveitou para tomar conta da área e avançar acreditando no empate. Após três ataque perigosos parando na zaga e com Renan Ribeiro, Ceni tenta mexer de novo tirando Marcinho e colocando Luiz Araujo. Tricolor segue tomando sufoco quando de repente Ceni consegue ver Jucilei sobrecarregado. tira Cueva para entrada de João Schmidt. Foi só recompor que o São Paulo teve duas boas oportunidades com Pratto e Lugano. Aos 45, Luiz Araújo enfrenta a defesa do Avaí sozinho, divide, aproveita sobra e finaliza no canto para fazer o segundo do Tricolor.

Dois jogos, suas formações diferentes, duas falhas em substituições deixando o São Paulo desguarnecido. Ceni precisa entender que o São Paulo não está seguro no setor defensivo. Muita falha boba, saídas de bolas inseguras e não dá pra deixar a marcação toda para o Jucilei. Basta mais volante e colocar dois avançados. Agora vamos enfrentar o Palmeiras que tem um bom time e está organizado com um bom plantel. Para vencer no Morumbi não adianta partir para cima. Cueva vai voltar a jogar bem se atuar como meio-campo e não como terceiro atacante.

Nenhum comentário