Banner 1

JC Agora

Mais SP - Semana do Gestor #19

Vamos acompanhar semanalmente o mandato do prefeito tucano João Dória à frente da Prefeitura de São Paulo. O Gestor, como ele bem frisa, terá muito trabalho no comando da maior cidade da América Latina, e estaremos atentos a todas as suas ações. Portanto, todo sábado, traremos aqui um compilado do que o mandatário realizou em suas atribuições.


 
19ª Semana De resposta a Lula à indecisão sobre bike




Há semanas em que o Cidade Linda se faz protagonista, há outras em que o ex-presidente Lula assume esse posto e, ultimamente, anda vagando como presidenciável e um fantasma pelo subconsciente de João Dória. O prefeito iniciou sua semana publicando um vídeo em suas redes sociais em que, segundo ele, foi a “resposta ao Lula”. Ainda na sexta (05), enquanto discursava na abertura do 6º Congresso Estadual do PT de SP, o ex-presidente Lula, lembrou-se do “coxinha que usou de marketing para se lançar  como ‘João Trabalhador’ e que exibe uma carteira de Trabalho que nunca foi assinada”. Diante dessa referência do ex-presidente, Dória correu as redes e publicou um vídeo em que mostra novamente a tal carteira de trabalho, além de proferir inúmeras citações pejorativas contra o ex-presidente. O vídeo, assim como outros em que também mostra a carteira, Dória se priva a mostrar apenas a capa e as primeiras páginas onde estão os dados do proprietário da CTPS.


Entre o sábado (06) e o domingo (07), Dória plantou algumas árvores pelo recém criado SP Cidade Verde e o Faça seu Bairro Lindo no Parque do Carmo, na Zona Leste, esteve na Mooca visitando uma instituição que acolhe moradores de rua, o Complexo Arsenal da Esperança, além de entregar 7 quadras poliesportivas no Parque Ibirapuera, em parceria com AMBEV e Nike. 


Na segunda (08), o prefeito lembrou-se de Emmanuel Macron, presidente eleito no ultimo domingo (09) na França, e publicou um vídeo em suas redes desejando “Mês félicitations au Président Emmanuel Macron” (Minhas felicitações ao Presidente Emmanuel Macron), a versão francesa, por sinal de mesma fragrância, de João Dória. Pela tarde, ao lado de André Sturm, secretário de cultura, Dória realizou mais uma de suas promessas e anunciou a agenda para a mais descentralizada e desconexa Virada Cultural. Com palcos espalhados pela cidade, sem muito apelo à presença do público na, cada vez mais abandonada, região Central, a Virada ocorre entre as 18 horas de sábado (20) até às 18 horas de domingo (21). Contraditoriamente, após anunciar as alterações na Virada desse ano, o prefeito se reuniu com empresários, os papagaios, para traçar planos de revitalização da região da Luz, no Centro. Dória é aquele sujeito que ora retira as pessoas do Centro e, prontamente, diz que revitalizará a região, aparentando não entendendo a importância do entorno, ora felicita Macron. 


Em uma reunião que ele definiu como “muito produtiva”, o prefeito recebeu o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, um dos credores da Reforma Trabalhista e da Terceirização, que, além das bagagens, trouxe um valor simbólico de R$ 4,5 milhões que, de acordo com o prefeito, serão destinados a Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo. 


Na terça (09), a “Coruja” voltou, mas não a de sobrenome “Saúde”, talvez, um primo: o “Corujão da Cirurgia”. Há tempos sem divulgar números atualizados da, até o momento, única investida na área da Saúde, o “Corujão da Saúde”, a Prefeitura anunciou a criação do “Corujão da Cirurgia” com a pretensão de “zerar a fila de 25.950 cirurgias” entre proctologia, hérnia, ginecologia e tireoide. Ele ainda, como é de praxe, não estipulou um prazo.  Ainda na Saúde, Dória anunciou que a Prefeitura recebeu a 4ª carreta para o programa Doutor Saúde e que ainda receberão R$ 3,3 milhões em equipamentos de seus parceiros do setor privado. À noite, ele anunciou o inicio do processo de concessão de 14 parques municipais para a iniciativa privada. Assim, Dória permite que seus parceiros, os mesmos que doam “filantropicamente”, administrem várias áreas da cidade. 


Na quarta (10), o prefeito anunciou que fará a contratação de mais 200 guardas civis metropolitanos que tinham prestado concurso publico em 2013. A notícia veio em meio a ataques, aparentemente, ineficaz e sem planejamentos realizados por GCMs e PM na região da Cracolândia, na Luz. No fim do dia, quarta (10), Dória inaugurou um Centro Temporário de Acolhimento para moradores em situação de rua. Segundo ele, o espaço tem capacidade de acolher 260 pessoas. Há 6 semanas, desde a 13ª Semana, Dória não fala, acredite, nem em reunião, sobre os tais Espaços Vida


No Olho no Olho, programa transmitido pelo Facebook do prefeito às quintas-feiras, o humorista Mauricio Meirelles fez a graça de aparecer esta semana. De olhar ponderado e distante do senso comum, Meirelles se juntou ao seleto grupo de especialistas do “clube do Dórinha”.  A quinta (11) ainda destinou ao prefeito a “maior doação já recebida pela Prefeitura até o momento”, como ele escreveu em suas redes. Sob os valores de R$ 330 milhões em recursos tecnológicos – roteadores, servidores, cabos e afins -, os mesmos utilizados na infraestrutura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, ano passado, serão destinados a rede de ensino público municipal, as escolas. Do “sebo” da SIS, empresa de tecnologia estadunidense, o prefeito se vangloriou por mais uma “doação”. 


No ultimo dia útil da semana, sexta (12), Dia Mundial “de ir de bike ao trabalho”, o prefeito, além de ir trabalhar em cima da magrela, ainda discursou a importância dela como um modal da cidade. Estranhamente, ele e sua equipe têm intensificado a retirada e mudanças em várias ciclovias. O prefeito anda indeciso.     

Nenhum comentário