Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Segundo tempo foi suficiente



Amigos! Nação Corinthiana! O Corinthians foi nesta segunda rodada até o nordeste, para encarar o Vitória na Arena Fonte Nova, buscando a "recuperação" após o "negativo" empate contra a Chape. Após um primeiro tempo sofrível, na etapa final o time voltou melhor e garantiu a vitória por 1 x 0. 


Na etapa inicial, como já dito, um jogo terrível, sofrido, não houveram entradas duras, mas o jogo era truncado no meio, perdia-se a bola em ambas as meias e os goleiros assistiam a partida. O Timão teve uma grande chance, quando parou no goleiro adversário e no rebote o "animadinho" Romero se embananou todo com a bola e não conseguiu finalizar, em outro lance, o ataque alvinegro sairia na cara do gol e foi com falta por trás parado, mas CASEIRA, a arbitragem nada marcou.


Na etapa final sim, tivemos um jogo, o Coringão tomou a iniciativa da partida e, como já tinha mais posse de bola na etapa inicial, fez com que essa posse se tornasse mais objetiva. Maycon teve uma grande chance em bola rolada por Rodrigo, a bola passou raspando. Querendo vencer, Carille abriu o time com a entrada, (incrível, ele ainda tá lá) de Marcos Gabriel, que na sua primeira participação deu a assistência para Jô invadir a área pelo bico esquerdo e finalizar com a habitual calma para vencer o goleiro, o time teve ainda chance de ampliar, mas ficou nisso.



Vejam, o Corinthians teve mais posse no momento onde o jogo era fraco, teve mais chances quando o jogo esquentou. O Vitória teve na etapa inicial um pênalti não marcado, onde Fagner foi driblado, escorregou e (sem intenção) tocou a mão na bola. Mas a regra não fala em intenção, fala sim em aumentar a área de alcance e desviar a trajetória da bola e foi isso que aconteceu. Mas ante o que vimos do jogo, por mais que mudasse a coisa de figura sair atrás no placar, a leitura do jogo não era de que o Vitória teria de estar á frente no intervalo, fora a ridícula falta não marcada, que ninguém está citando nos veículos de imprensa.

Mas em relação ao que determinou o resultado do jogo, foram dois fatores fundamentais, a vontade de vencer de Carille e a melhor qualidade do Corinthians foram fundamentais e nesse sentido o resultado foi totalmente justos. Pontos importantes fora que mostram que o time não vai se contentar com empates fora, vai jogar e tentar o máximo de pontos. Aliás, o treinador foi pra cima com o que tinha, tinha Marcos no banco, o colocou e não é que ele teve um lance de qualidade? Ele diz querer seguir no Corinthians, se isso for verdade mesmo, é só deixar de achar que é mais jogador do que realmente é, que pode ter essa possibilidade.

Por fim, resta analisar que o resultado ante a bem armada e boa dentro das circunstâncias, equipe da Chapecoense na estréia não foi uma desgraça, motivo de piadas de rivais e preocupações tremendas de torcedores, seu misto venceu o segundo time do atual campeão Brasileiro, com o técnico vencedor de volta, vão tirar pontos de muitos dos postulantes ao título, já tiraram do Corinthians.




Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)





Foto: GazetaPress. 



Nenhum comentário