Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Finalistas e Keiller heróico

Pessoal, mais um Papo de Torcedor INTER, aqui no Jovens Cronistas para repercutir a classificação do Internacional a final do Campeonato Gaúcho. Na tarde deste domingo, o Inter foi até Caxias do Sul e foi derrotado pelo Caxias, pelo placar de 1 a 0, mesmo resultado do jogo de ida, assim a decisão foi para os pênaltis.

O Inter foi a campo com Marcelo Lomba (Keiller); Alemão, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo, Edenilson (Valdívia), D'Alessandro; Nico López e Brenner. Jogando no 4-3-1-2, tendo a linha improvisado, desta vez como volante pela esquerda, o que é uma temeridade.


Em novo jogo que foi aos pênaltis nesta semana, desta vez brilhou a estrela de nosso jovem terceiro goleiro, Keiller, que entrou na partida, logo aos sete minutos, no lugar de Marcelo Lomba, que saiu lesionado. No decorrer da partida, Keiller defendeu uma cobrança no tempo normal e nas penalidades, defendeu uma nova cobrança e assim o Inter venceu por 5 a 3, garantindo-se na decisão onde enfrentará o Novo Hamburgo.


O gol do Caxias, ocorreu aos 25 minutos do primeiro tempo, Wagner fez cruzamento da direita e Júlio César cabeceou para o gol, Keiller chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol. Aos 37, Nico López fez jogada na área e Laércio tirou a bola com a mão, mas a arbitragem nada marcou.


No segundo tempo, aos 20 minutos, Marlon foi derrubado por Léo Ortiz na área e foi marcada a penalidade. Durante a reclamação, Brenner acabou expulso. Na cobrança, Gilmar chutou no canto direito e Keiller defendeu, não permitindo que o Caxias marcasse o 2 a 0.


Sobre a expulsão infantil de Brenner, ele precisa colocar a cabeça no lugar e apenas jogar futebol, não sei se estou precipitado, mas acho que o "efeito Damião" em Brenner, parece já ter passado e acho que ele esta apenas guardando lugar para William Pottker, entrar no time assim que terminar o Paulistão.


Com o 1 a 0, o jogo foi para as penalidades. Na primeira cobrança. D'Alessandro bateu no canto esquerdo de Lúcio, marcando o 1 a 0. Jajá empatou para o Caxias, Depois Cuesta e Reis marcaram, empatando em 2 a 2, Na terceira série, Valdívia chutou no canto direito, Lúcio tocou na bola, mas não evitou o gol. Pelo Caxias, Marlon chutou no canto esquerdo e Keiller defendeu, colocando o Inter em vantagem, 3 a 2.

Na quarta série, Nico López e Júlio Cesar converteram, deixando em 4 a 3 e coube a Diego, realizar a quinta cobrança, chutar no ângulo e assim classificar o Inter a decisão, para enfrentar o Novo Hamburgo, em busca do hepta campeonato, nosso arquirrival foi com força máxima, poupou os titulares na Libertadores, mas acabou eliminado, nas penalidades.

Auxiliar Galeano conversa com o técnico Zago | Foto: Fabiano do Amaral / CP

Diria que Antonio Carlos Zago, teve mais sorte do que juízo na partida de hoje, ele colocou um time muito defensivo, insistiu com Anselmo, o jogado primeiro para o lado esquerdo e depois para o lado direito. O time foi dominado e com o pênalti contra e a expulsão esteve perto de ser eliminado, mas felizmente brilhou a estrela de Keiller e nosso cobradores, D'Alessandro, Cuesta, Valdívia, Nico López e Diego, tiveram qualidade para marcar os gols e colocar o time em mais uma decisão.

No próximo domingo, o Internacional receberá o Novo Hamburgo,no Beira-Rio, pelo jogo de ida da decisão e no domingo seguinte, teremos a grande final, no estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Serão dois grandes jogos e o Inter vai em busca do Hepta.


Nenhum comentário