Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Análise da 28ª Rodada


Amigos! Amantes do Calcio! Estamos de volta, para analisar a 28ª rodada do Italiano, rodada de clássicos, de goleada incrível da Inter ante a sensação da competição até aqui e boas vitórias de Napoli e Roma, vamos juntos.


Juventus 2 x 1 Milan

A rodada foi aberta ainda na sexta (10) com o clássico entre Juve e Milan, jogo nesta data devido á decisão para os bianconeri na terça pela Champions League, com isso, Allegri mandou uma formação mista á campo contra seu ex-clube e apesar do equilíbrio do jogo, acabou levando a vitória no fim, em lance polêmico que gerou reclamação e exaltação por parte dos rossoneri. 

Na etapa inicial a equipe da casa comandou as ações, criou oportunidades e parou em Donnarumma, até que aos 29, em assistência de Dani Alves, o zagueiro Benatia marcou seu primeiro gol com a camisa da Vecchia Signora e abriu o placar. Mas o Milan respondeu ainda na etapa inicial mesmo tendo menos volume de jogo, em contra-ataque mortal, Deulofeu serviu Bacca que empatou a partida pouco antes do intervalo. 

Os vinte primeiros minutos da etapa final foram de controle e oportunidades para os donos da casa, mas o gol que os colocaria novamente no comando do placar não saía. Com isso, os visitantes passaram a se soltar mais e levar perigo para Buffon, o jogo ficou aberto. Até que nos acréscimos, o juiz viu mão na bola de De Sciglio e botou na cal, quando jogados mais de 51 minutos, Dybala converteu dando a vitória aos donos da casa e gerando revolta nos milanistas. 

Vale ressaltar que, a Juve respondeu bem mesmo com uma escalação criticada por parte da torcida, por ter um excesso de jogadores de características defensivas e se recupera do empate ante a Udinese. Já o Milan se viu na defesa grande parte do jogo, mas quando saiu, o fez bem e novamente mostrou que pode ir pra trocação contra o time mais forte (é fato) hoje da Itália, o saldo é positivo até para os derrotados. 


Genoa 0 x 1 Sampdoria

O Derby di Genova foi também uma atração desta rodada. Com duas equipes que geralmente jogam e deixam jogar, fazendo e tomando muitos gols, a expectativa era de um jogo duro, porém aberto, mas não foi o que aconteceu. O que vimos foi mais um clássico de muita briga, muita disputa no meio campo. 

E em um jogo tão pegado, um erro poderia ser fatal, como acabou sendo, falha na saída, o colombiano ex-Udinese Muriel roubou e guardou e gol que definiu o clássico. Á título de registro, o ex-Corinthians Edenilson ficou apenas no banco pelo time da casa na partida. 


Internazionale 7 x 1 Atalanta

O confronto direto entre as squadras nerazzurri pela zona da Europa League teve um resultado absolutamente inimaginável, a até então sensação da temporada Atalanta que vinha numa grande temporada sob o comando de Gasperini, tomou o "Maracanazzo 2 placar" da Inter de Pioli, em uma jornada mágica de Icardi e Banega. 

O argentino (que só não está na seleção por "não ser confiável") colocou o time em vantagem de três gols antes dos 30 da etapa inicial, aproveitando bolas paradas. O primeiro após batida de falta de Banega, o segundo de penal e o terceiro aproveitando escanteio. Após isso foi Banega que chegando de trás curtiu uma de matador, marcando duas vezes em jogadas de Candreva. Antes do fim da etapa inicial, Freuler marcou o de honra para o time de Bergamo, que "nem viu" de onde vieram os gols, visto os bons minutos iniciais antes do primeiro gol e a maior posse, a Inter foi premiada pela intensidade ofensiva, quem diria. 

No sexto gol, no comecinho da etapa final, Banega foi garçom, fazendo a jogada para a conclusão do menino Gagliardini oriundo da Atalanta, que em respeito não comemorou. Pra encerrar o show aos 22, Banega acertou uma bela cobrança de falta e completou o placar fatídico. Depois, foi só mexer pra rodar o elenco e administrar o placar. 

Vejam, nem 8 nem 80, o torcedor da Inter não deve achar que está tudo perfeito, nem o da Atalanta que o ótimo trabalho de Gasperini chegou ao fim. A Atalanta se perdeu com o 3 x 0, foi (nossa, olha 2014 aí) um apagão sofrido pelo time, envolvido pelas tramas velozes do ataque da Inter após isso e quando viu, já não havia qualquer possibilidade de buscar. O placar expressivo tem sim, o poder de consolidar o ótimo trabalho desenvolvido por Pioli até aqui, claro, com a necessidade de daqui em diante reforçar ainda mais o time, sobretudo em o time confirmando a vaga na Europa League. Já a Atalanta não pode se abater, tem de seguir firme na luta pela vaga e mesmo que esta não venha, foi uma temporada bastante acima das expectativas. 


Napoli 3 x 0 Crotone 

O Napoli continua sua arrancada rumo á vice-liderança da competição, após na rodada passada derrotar a adversária Roma, o time não teve dificuldades para derrotar o praticamente rebaixado Crotone, com dois deste da foto, Insigne. 

O primeiro saiu de pênalti, convertido pelo camisa 24 aos 32 minutos de jogo. 

Os outros gols da partida saíram na etapa final, Mertens saiu do banco e converteu o segundo penal cometido pela atabalhoada defesa adversária. Quatro minutos depois, com bola rolando, Insigne foi lançado pelo Ítalo-Brasileiro Jorginho e matou um jogo que, convenhamos, já estava morto. 


Palermo 0 x 3 Roma

Ironia dos "Deuses do futebol" (que não foram inventados por Mano Menezes, aliás) ou não, a Roma que trava a disputa hoje pela vaga direta na Champions League a qual o segundo lugar dá direito, também venceu por 3 x 0 um adversário que também tem tudo para estar na Série B na próxima temporada, mesmo mandando á campo uma formação mista, visto que terá uma dura missão ante o Lyon pela Europa League na próxima quinta.

Em boa trama do ataque, El Shaarawy recebeu de Salah (É um complô Egípcio??) e mandou pro gol. Na etapa final, para matar de vez a partida, Spalletti mandou três titulares á campo, que foram fundamentais na definição do placar. Aos 35 em jogada de Grenier, o bósnio Dzeko fez o segundo e nos acréscimos, em jogada de outro titular que entrou, Strootmann, o Brasileiro ex-Santos e Torino Bruno Peres fechou a conta. Á título de registro, o ex-Corinthians Bruno Henrique atuou até os 30 da etapa final, onde fio substituído e levou cartão aos 18 da etapa inicial. 


Demais Resultados

Sassuolo 0 x 1 Bologna
Pescara 1 x 3 Udinese
Chievo 4 x 0 Empoli
Fiorentina 1 x 0 Cagliari
Lazio 3 x 1 Torino


Classificação






Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Imagens: EFE, AFP, Divulgação (Inter e Sampdoria, Série A TIM-Facebook). 




Nenhum comentário