Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Dois presentes do D'Alessandro

Pessoal, mais um Papo de Torcedor INTER, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a partida pela 10ª rodada do Gauchão, onde o Internacional enfrentou o São José de Porto Alegre, no Estadio do Vale, em Novo Hamburgo e com dois passes primorosos de D'Alessandro, a alma do time, venceu por 2 a 1, com gols de Brenner e Roberson. Para o São José descontou Adriano Canhoto.

O Inter foi a campo com Danilo Fernandes; William, Paulão, Víctor Cuesta e Uendel; Anselmo, Charles (Eduardo Henrique), D'Alessandro e Valdívia (Gustavo Ferrareis); Roberson (Andrigo) e Brenner. Antonio Carlos Zago realizou algumas alterações e vimos o time com Roberson e Brenner no ataque, mudando a forma de jogar para um 4-4-2, com Valdívia e D'Alessandro na armação de jogadas.


No primeiro tempo, o Inter dominou as ações da partida e Brenner teve três boas oportunidades. Na primeira, aos 36 minutos, Uendel cruzou e o centroavante cabeceou para fora. Aos 44, Eduardo Henrique fez cruzamento pela direita e cruzou para o atacante, que chutou e Fábio fez grande defesa. No lance seguinte, D'Alessandro, fez belo cruzamento e Brenner cabeceou marcando o 1 a 0.


No segundo tempo, aos quatro minutos o Inter marcou seu segundo gol na partida. D'Alessandro mais uma vez, fez belo cruzamento, desta vez pela esquerda, a bola foi no segundo pau, para Roberson, que chutou esquisito, a bola desviou no zagueiro e foi para o gol.


Aos 20, Anderson Canhoto invadiu a área, chutou a bola para fora e foi derrubado por um carrinho de Danilo Fernandes, lance de pênalti, pois mesmo que Danilo tenha desistido do lance, acabou atingindo o atacante, antes da bola sair, mas o árbitro Roger Goulart, marcou apenas o tiro de meta. Como neste estadual, já fomos prejudicados por diversas vezes, desta vez acabamos beneficiados, pior para o Zequinha.


Aos 23, Clayton fez bom lançamento para Anderson Canhoto, que chutou na saída de Danilo Fernandes, marcando o gol do São José. O Zequinha seguiu pressionando e quase alcançou o empate. Aos 31, Eduardo Henrique errou passe, Clayton interceptou e lançou Anderson Canhoto, que chutou cruzado, para defesa de Danilo. Aos 34, Márcio Jonatan recebeu a bola na área e chutou para nova defesa de Danilo, que assim garantiu o 2 a 1.


Deu gosto de ver mais uma vez D'Alessandro desfilar seu belo futebol, hoje com duas assistências, que nos deram os dois gols da partida, sendo ambos em cruzamentos precisos, sendo um de cada ponta do campo, para que Brenner e Roberson marcassem, sem qualquer tipo de dificuldade, isso que dizem que o gringo esta velho e acabado, imagina então se ele estivesse jogando bem.


Antonio Carlos Zago, desta vez fez o time fazer um bom primeiro tempo, em que o time controlou as ações, mas no segunso tempo, quando o São José se jogou ao ataque, o time foi dominado pelo adversário e Zago fez mudanças, que não arrumaram o time, as entradas de Gustavo Ferrareis e Andrigo, de pouco serviram para ajustar o time e enquanto isso Seijas e Nico López, assistiam a partida do banco de reservas.

Me deu pânico em determinado período da partida, ao termos em campo ao mesmo tempo, Paulão, Anselmo, Eduardo Henrique, Andrigo e Gustavo Ferrareis. Zago parece que quis testar sua sorte, com nomes que já sabemos que não servem ao time do Inter, são na melhor das hipóteses, bons reservas, mas o problemas de termos eles no elenco, é que uma hora eles acabam jogando.

Com o resultado, o Inter assumiu a sexta colocação, com 14 pontos e conseguiu a classificação a próxima fase. Na próxima quarta-feira, enfrenta o Cruzeiro de Cachoeirinha, no Beira-Rio, ou em outro estádio a ser definido pela Federação Gaúcha, devido a suspensão do mando de campo ao clube. 

Nenhum comentário