Banner 1

JC Agora

Jesus Cristo - Conhecendo melhor, segundo o evangelho de João

No capítulo primeiro do evangelho de Jesus Cristo, escrito pelo apóstolo João, Jesus é o 'Verbo', que no princípio estava com Deus e que o mesmo era Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele. Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens (João 1: 1-5).



Nas escrituras hebraicas o Verbo é o 'Agente da criação': "Pela palavra do Senhor foram feitos os céus; e todo o exército deles, pelo espírito da sua boca." (Salmos 33:6); a 'Palavra', a 'mensagem de Deus por intermédio dos profetas': "Ouvi a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel, porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade nem benignidade, nem conhecimento de Deus na terra". (Oséias 4:1); e a 'lei de Deus', seu 'padrão de santidade':"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti". (Salmos 119:11)

No grego, Verbo é 'logos'. Na filosofia grega, 'logos' significa o 'princípio da razão que governa o mundo', o 'pensamento'.  A descrição de Jesus como o 'Verbo' feita por João, indica claramente que ele se refere a um ser humano que viveu e amou e que ao mesmo é o Deus, Criador de todas as coisas. O Deus Todo Poderoso. Logo, é errado afirmar que Jesus era metade homem e metade Deus. O correto é que Jesus é cem por cento Deus e cem por cento homem. 

Sendo cem por cento homem, Jesus entende e conhece as nossas dores e aflições que enfrentamos neste mundo. Jesus sabe o que é ser tentado. Ele foi tentado por Satanás no deserto (Lucas 4:2). Jesus chorou como nós choramos ao vermos nossos amigos aflitos e tristes (João 11:35). Jesus sofreu dores físicas ao ser açoitado momentos antes de seu julgamento e sua morte na cruz. O que isso nos revela e como pode nos confortar? Ora, Jesus não gosta de nos ver em situações como estas que citei, logo, sendo Ele também cem por cento Deus, Ele é poderoso para nos consolar nos momentos mais difíceis e também para enxugar todas as nossas lágrimas. Basta uma atitude nossa, como por exemplo, nos colocarmos em sua presença de joelhos e pedirmos ajuda. Ele nos ouve e nos atende. Um dia, o mesmo limpará de nossos olhos toda a lágrima (Apocalipse 21:4).

Por que se fez homem?

Em primeiro lugar, é preciso sabermos que o seu gesto de vir a este mundo e morrer por nossos pecados foi um gesto de amor. No capítulo 3 e versículo 16 está escrito a maior prova de amor de todos os tempos: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça( ou 'não morra'), mas tenha a vida eterna". Deus não enviou o seu Filho para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele (João 3:17). 

Talvez algum incrédulo afirme que Deus não exista pelo fato do mundo estar 'perecendo' com guerras, violência, assaltos, roubos, doenças, etc. Mas saiba, amigo leitor, que todas estas coisas acontecem porque um dia o homem desobedeceu a Deus (Gênesis 3:6). A desobediência do homem para com Deus, fez com que Deus o expulsasse do Éden. Porém, o Senhor tinha algo maravilhoso preparado para cada um de nós. Deus, através do seu Filho Jesus, permitiu que tenhamos a vida eterna, ao lado de Deus. Para alcançarmos esta promessa maravilhosa basta crermos em Jesus. Crer em Jesus é passar a viver de acordo com sua palavra e sua pregação. Ame o próximo como amas a ti mesmo e ame a Deus acima de todas as coisas. 

O próprio João escreve sobre esta promessa em uma de suas cartas, dizendo que a promessa que Ele nos fez foi a 'vida eterna'.

Um comentário:

  1. Elucidações importantes, parabéns André, é sempre importante lembrar o propósito de vida de Jesus..

    ResponderExcluir