Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Mais uma vitória no clássico!


Amigos, Nação Corintiana, hoje aqui para comentar mais uma vitória do Corinthians em clássicos contra o SPFC, mais uma vez dentro do domínio adversário, um jogo onde vencemos na qualidade e também na melhor forma de lidar com a adversidade, gerada por um juiz que (apesar de no nosso entendimento não ter errado no pênalti) errou nas circunstâncias do lance, e errou ao tentar claramente aparecer, mas disso falaremos ao longo da crônica, vamos ao que foi o jogo.

O jogo começou dando a impressão de que o adversário controlaria as ações, jogando pelas pontas com um Centurion arisco no lado direito de nossa defesa. Porém logo equilibramos o jogo e passamos á valorizar a bola quando á tínhamos, num lance despretensioso em arremesso lateral, pegamos a defesa adversária desguarnecida e num passe genial, Guerrero encontrou o craque, o gênio Danilo, que bateu de forma magistral, como se calculasse pra bola quicar em cima, e matar o goleiro rival. Á partir daí o adversário precisava vir pra cima, e o Corinthians se compactou bem nas suas duas linhas de quatro, com Danilo municiando Guerrero, ali o Corinthians armava o bote, e quando ia á frente era sim, mais efetivo que o adversário, o SPFC se perdia em impedimentos, parecia desconhecer a regra (apesar de ser um tanto perigoso fazer tanta linha assim) e chegou efetivamente mesmo em uma oportunidade, onde o Argentino inverteu o lado e finalizou para defesaça de Cássio.

Na etapa final, uma grande lambança, é correta sim a interpretação de pênalti no lance em que o zagueiro Gil foi expulso, porém a influência da tecnologia, a influência externa ainda não é autorizada no futebol, e se como os nossos amigos da Globo dizem, "o bandeira avisou que foi dentro", por que raios então não correu pra dentro no ato do lance? Por que avisou dois minutos depois? Mas enfim, digamos que as "forças do além" que sopraram que foi pênalti fizeram justiça, mas o lance fechou com chave de m**** uma palhaçada iniciada na etapa inicial, de buscar aparecer, atraindo jogadores para "bolinhos" á cada lance, com isso ele amarelou atletas e propiciou a expulsão de Gil, além do nervosismo de ambos os lados, que foi o que se viu após a falta de Sheik na etapa inicial. Após a expulsão o jogo foi outro, por que o Corinthians tinha de se fechar de vez, o nosso craque Danilo foi embora, para a recomposição da zaga, posteriormente entraram também Cristian e Edilson, que deram mais consistência defensiva ao time, o SPFC praticamente não incomodou Cássio após a defesa do pênalti, á se lamentar apenas o fato de que acabamos não tendo a bola nesses minutos finais, sempre que poderíamos tentar trocar passes a bola ficava com o adversário, mas acaba sendo uma consequência da saída de Sheik e Danilo que dão mais vida ao ataque. Sobre o árbitro, um parecer é muito claro, ao invés de Bizzio, ele deveria se chamar Leandro Bisonho Marinho.

Sem querer, mas já metendo a colher no adversário, hoje o SPFC jogou com Bastos no meio, o menino Reinaldo (que nasceu ponta) na lateral, e o que mudou? Não foi o Tricolor que foi derrotado pelo Corinthians na Libertadores, foi o Corinthians que venceu por que adquiriu uma mentalidade, uma concentração especial para os jogos importantes, mesmo um ano sem Tite isso prosseguiu em 2014, e agora volta ainda mais forte, além do fato que o Corinthians é um time taticamente e mais equilibrado em termos de peças que o SPFC, que segue com uma lacuna importante de qualidade entre o meio e o ataque, o Corinthians hoje é um time mais forte que o SPFC, mas venceu em momentos em que era mais fraco, ao menos taticamente, o ano passado é um exemplo.

Enfim, vitória importante, cada vez mais a força do grupo sendo colocada á prova, e é importante ver como Tite tem ciência de que o trabalho ainda pode evoluir, que a temporada está no começo, que temos capacidade pra muito mais. está sendo construído um Corinthians que pode enfrentar de igual pra igual as principais forças não apenas do futebol Sul-Americano, e sim do futebol Mundial, como demonstrado no início do ano. E sobre a expulsão de Gil, acho que Tite não deve se preocupar, ela veio em circunstâncias diferentes das anteriores, ela foi fruto de uma necessidade do árbitro aparecer, ao menos nesse jogo, não terminamos com um á menos por imprudência, afinal o lance faltoso é pra amarelo, e Elias foi muito mais acintoso que Gil no fatídico lance da etapa inicial, é tocar a bola pra frente.


Curta nossa Página: Jovens Cronistas! (Clique)

Foto: Globoesporte.


Nenhum comentário