Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Primeiro derbi na Arena rival, primeira vitória!


Amigos, Nação Corintiana, mais uma vez aqui para comentar mais um clássico contra o rival histórico, com mais uma vitória, muito especial, além de todo clássico ter o seu sabor, após tanta polêmica em relação a presença da torcida no campo, não apenas tivemos torcida na Arena rival, como foi nossa torcida que ecoou o grito da vitória, diante de uma maioria inerte e atônita ao fechamento das cortinas, uma grande vitória, que mostra a força do elenco Corintiano, algo muito importante para um time que quer vencer.

O Corinthians vinha pro jogo como favorito, primeiro que mesmo poupando alguns nomes é mais time, e também por que apesar da troca de comando, não é um time que está sendo montado, chegaram algumas peças como o próprio menino Mendoza que conseguiu fazer uma boa partida no seu estilo de velocidade, mas o time em si manteve a base não só do 11 titular, mas como do elenco como um todo, o que é muito importante agora com um comando técnico digno do nosso tamanho e qualidade e coeso em seu trabalho. E o Corinthians começou o jogo bem, melhor na partida, com o domínio territorial e boas trocas de passes, o rival também apareceu com algumas oportunidades, mas o Corinthians era melhor e fazia por merecer o gol, que acabou saindo na falha da defesa adversária e no oportunismo de Petros, que rolou para Danilo mais uma vez decidir um clássico, para ele não basta se craque, há de ser o nome dos grandes jogos. Á partir de então o Corinthians seguiu melhor e poderia ter ampliado novamente com Danilo após cobrança de falta, onde Tite "viu o gol", mas a bola caprichosamente desviou do gol ao tocar o gramado.

Na volta do intervalo o Corinthians seguiu bem postado no jogo, e Oswaldo colocou Dudu no jogo, e o Palmeiras tinha então uma válvula de escape mais eficiente na ponta. Incomodava um pouco a postura de Cássio, ele sempre administrou bem as vitórias, mas era cedo pra fazer cera, o 2º tempo havia acabado de começar, veio o amarelo, e o goleiro seguiu "provocando" a arbitragem, afinal, juiz nenhum expulsa por cera, e não é que este expulsou, pode até ser que ele não tenha visto a bola lançada pelo gandula na ida, mas quando foi buscar outra bola ou viu, ou foi avisado pelo próprio gandula de que já havia bola para a reposição, o juiz se sentiu desfiado e mandou o goleiro pra rua. Atitude correta do árbitro, afinal, se fosse o contrário, se fosse Prass á fazer cera num cenário adverso (o que é difícil) gostaríamos que tivesse a mesma postura. Porém é importante observar se o critério será mantido por ele, inclusive em um caso onde o Corinthians seja o alvo da cera, o que pode acontecer em caso de pequenos que estejam arrancando empate, enfim, há que existir um critério, se a cera for punida é melhor pro futebol, e o Cássio que é um fenomenal goleiro e um grande cara deve tirar uma lição boa disso.

A "sorte" é que temos outro goleiro fenomenal no banco, que teria tranquilamente condições de ser titular, e que fechou o gol dado o crescimento do adversário após a expulsão, foi seguro nas bolas alçadas na área, e fez milagre em uma oportunidade. O Corinthians enfrentou um adversário melhor tecnicamente e com mais poder de fogo que o Once Caldas, e Danilo diferentemente de Renato teve mais dificuldades ao ficar sozinho na frente, por que só vinha pixotada de trás, mas o saldo do jogo é bom, o Palmeiras não foi efetivo o suficiente para merecer o empate, o Corinthians enquanto esteve em igualdade numérica foi superior, é um time hoje mais compacto que usa melhor seu meio-campo, envolve o adversário em trocas de passe, em triangulações, o time cresceu demais, e teve uma positiva estréia de Edu Dracena que pode em breve se firmar como titular da equipe.

Sobre a possibilidade de perda de Gil, creio que seria um baque muito grande pro time, afinal o próprio Dracena não está mais em seu auge, e só temos molecada no grupo, não há mais tempo hábil e opções de mercado para a reposição, e 7 Mi Euros creio que está aquém do que um zagueiro da qualidade de Gil vale, tomara que Roberto de Andrade tenha visão para recusar essa oferta e esperar uma oferta melhor e momento mais oportuno para fechar uma negociação que cedo ou tarde vai acontecer.

Fica o registro do nosso lamento por mais registros de violência no clássico, sobretudo fora do estádio, mas também dentro, isso precisa ser investigado e punido.


Curta nossa Página: Jovens Cronistas! (Clique)


Foto: GazetaPress

Nenhum comentário