Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Chutando a zebra!



Amigos, Nação Corintiana, vamos aqui comentar o início da temporada pra valer do time, que teve sua arrancada no último Domingo com a vitória tranquila diante do Marília, em grande atuação de Jadson que substituiu Lodeiro que viria posteriormente a acertar com o Boca (a gente fala disso depois), e foi sem dúvidas o craque da partida.

Mas o grande desafio e fantasma estaria ainda por vir, a Pré-Libertadores, e o adversário, o Colombiano Once Caldas, de um país que nos traz terríveis lembranças, e de terríveis lembranças para alguns de nossos rivais. Vejam a importância do Corinthians, Galvão Bueno foi colocado para esta "missão" de transmitir esse desafio do Corinthians na Libertadores, sendo que comumente ele narra apenas jogos da Seleção, de Champions League, ou decisão de Libertadores/Mundial, mas dado o momento, coube a ele narrar, só pra se ter uma ideia da diferença de importância e repercussão, que se aceite ou não o Corinthians tem para a TV, e isso é refletido nos números.

Veio o jogo, e o Corinthians saiu na frente cedo com Emerson Sheik, o grande destaque da etapa inicial, além do gol, dele saíram os momentos mais agudos do time na etapa inicial, e a demonstração de experiência com a catimba, sendo o pesadelo do adversário. Á se lamentar a expulsão de Guerrero, sei que a maioria de vocês discordará de mim, mas eu concordo com a interpretação do árbitro, o atleta adversário chegou duro, mas disputando a jogada, e Guerrero buscou a agressão, foi irresponsável e corretamente expulso. A mesma interpretação da expulsão do Colombiano na etapa final, a gente torce, mas opina com a verdade, se vocês discordam, a democracia aí está para isso, a livre opinião. O que desagradou foi a falta de incisividade do time na etapa inicial, o time parou antes mesmo da expulsão e poderia ter aproveitado o gol cedo para resolver a parada na etapa inicial, Tite consertou isso na etapa final.

E consertou bem, o time voltou mais incisivo, e teve em Renato e Jadson os grandes maestros, para a construção do resultado que nos coloca na Libertadores, os gols da etapa final marcados por Felipe, Elias e Fagner, os dois últimos em jogadas coletivas, dão mostras até para quem tem rixa pessoal com o treinador (é uma minoria barulhenta) de que o Corinthians ganha em padrão tático sob seu comando, e é um dos favoritos para conquistar o Bi e voltar ao Mundial, é claro que o futebol tem o fator imponderável, mas numa análise fria, o Once Caldas não tem capacidade técnica para reverter uma desvantagem de 4 gols contra o Corinthians, seja em sua casa, ou no alto do Everest.


Agora eu quero falar com vocês sobre dois gringos, um descartável que saiu, e um (apesar do erro de hoje) fundamental, que o ideal seria ficar. Sobre Guerrero, após entrevistas polêmicas e contradizentes (apesar de eu ter entendido o que ele quis dizer, que se não acertar com o Corinthians quer voltar pra Europa, até eu que sou mais tonto), o assunto esfriou novamente, e isso pode ser um sinal bom ou ruim, eu tomaria em relação á esse caso uma medida definitiva. Chamaria Guerrero, e teria uma conversa de homem pra homem, questionando o que real e definitivamente ele quer, se ele quiser sair, que saia já, contratamos a peça, e muito obrigado, se quiser ficar, pagamos sim o que ele quer, afinal está totalmente encaixado e é o craque do time, tem propostas de fora do valor que pede (5 Mi Euros de luvas com salário de 250 mil Euros mensais) e não sabemos como chega e de que forma se encaixa as peças que poderiam substituí-lo, essa na minha visão seria a solução definitiva para o fim dessa novela que já nos encheu. E sobre Lodeiro, não é um atleta fundamental pro Corinthians, era para o Botafogo, mas estamos num patamar muito acima, e aqui era razoável peça de composição de elenco, se o Boca fez tanta questão e força para ter o atleta, está aí o retrato da atual diferença do futebol (clubes) Brasileiro para o Argentino, e do Corinthians para o Boca (Lodeiro deve ser o 10 do clube Argentino), que seja feliz, e creio que a insatisfação de Tite com a perda da peça se deva muito mais por não haver tempo hábil para substitui-la, mas tenho uma sugestão, Cleiton Xavier está solto no mercado, e apesar da identificação com o rival, é um ótimo meia e cairia muito bem no Corinthians.


Dedico este texto ao Senhor Klaus, pai de minha querida amiga Marcela Cross, que trata do coração Corintiano cansado de sofrer, esse texto meia boca e essa grande vitória do Corinthians, dedico-lhe, desejando e mentalizando que tudo fique bem e o pronto restabelecimento de sua saúde. 


E por fim, nosso recado á quem secou, Tremei, pois estamos na Liberta!!


Curta nossa Página: Jovens Cronistas! (Clique)


Foto: LancePress


Nenhum comentário