Foto: Ag. Estado

Olá torcedor alvi verde, cá estamos para o nosso tradicional Papo de Torcedor do Palmeiras em um dia de virada, estreia de gramado, estreia de jogador contratado, visita do atacante Hulk. Foi um dia legal mas nada mamão com açúcar.

Após várias rodadas jogando fora de casa, chegou o dia da estréia o gramado artificial que tanto foi pauta de discussões nos jornais esportivos desde quando o Athletico Paranaense assumiu em 2016 e quando o Palmeiras ainda em 2019 anunciou que nesse ano também adotaria.

Visualmente não estava aquela maravilha, dava para ver algumas listras no campo e os jogadores claramente ainda se demonstravam desacostumados com ele, não chegando nos primeiros lançamentos por ela correr demais, e até alguns escorregões. Depois as coisas se padronizaram mais.

Falando do jogo, o primeiro tempo foi dominado pelo verdão do minuto inicial ao fim, mas com o mesmo problema que eu venho citando em outros textos. Um time não incisivo, tocávamos bola, o Mirassol se recuava e pouco acontecia, o mais próximo foi uma fraca finalização de calcanhar de Luiz Adriano.

O segundo tempo já foi diferente, aos 15 minutos com o Mirassol abrindo o placar após uma falha de Gustavo Gomez, o time acordou e passou a ser incisivo. Pouco tempo após tomar o gol, já estávamos empatados com gol do próprio Gomez para sua redenção.

Com o placar empatado, o Palmeiras tomou confiança e mais uma vez, minutos depois, a virada veio com Veiga, que havia entrado no lugar de Lucas Lima pouco inspirado no primeiro tempo.

Ainda fecharíamos o placar com a assistência de Verón para Luiz Adriano finalizar muito bem.

Bom teste, continuo achando o time com um jogo melhor de se assistir em reação ao ano passado, mas ainda abaixo do piso para poder competir realmente por titulo. No jogo da supercopa essa manhã, ficou claro essa tese.

Nosso próximo compromisso é contra o Guarani na quinta-feira.



Se inscreva em nossos canais no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nosso novo canal exclusivo de esportes, o JC Esportes e nossos conteúdos esportivos, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 


Compartilhe:

João Paulo Travain

26 anos, formado em história na Universidade Estadual do Paraná-Campus Paranavaí. Amante de música, e futebol, sendo adepto fanático pela Sociedade Esportiva Palmeiras e da Juventus F.C e o Boston Celtics.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours