Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor SÃO PAULO - Empate bom para Diniz


Foto: Gazeta Press

Em jogo válido pela 22ª rodada do Brasileirão, Flamengo e São Paulo se enfrentaram no Maracanã para mais de 67 mil pessoas. O rubro-negro, melhor time do país e líder do Campeonato era franco favorito. O tricolor paulista estreava Fernando Diniz, novo treinador, contratado após a saída de Cuca. 

O jogo no Maracanã começou intenso. A primeira boa chance foi da equipe paulista aos 3 minutos, com finalização de Pablo após bom cruzamento de Reinaldo.  O tricolor paulista manteve maior intensidade nos minutos seguintes.

Aos 6', o Flamengo fez sua primeira blitz. Primeiro, Renê chutou com muito perigo. No lance seguinte, Arão, na pequena área quase marcou. Arboleda tirou em cima da linha.

Aos 11', Everton Ribeiro arriscou de fora da área, sem tanto perigo. A essa altura, o São Paulo buscava equilibrar a partida e frear o ímpeto flamenguista. Aos 17', quase a lei do ex se configura, co Rodrigo Caio cabeceando forte e Volpi defendendo em cima da linha. O momento era de superioridade dos donos da casa.

O gol do Mengo amadurecia. Embora não houvesse finalizações, os cariocas tramavam bem no ataque e aproveitam as falhas de posicionamento defensivo do São Paulo. Tentando tocar a bola, os paulistas erravam muitos passes defensivos além de faltas em demasia.

Aos 27', o São Paulo abriu o placar, mas não valeu. Daniel Alves recebeu lançamento na saída da zaga flamenguista, mas estava impedido.O jogo então esfriou até os 37', quando Arrascaeta achou Gabriel pela esquerda, o camisa 9 chegou na área mas foi impedido providencialmente por Arboleda.
 

Aos 46', Tchê Tchê teve grande chance após passe de Dani Alves, mas demorou demais para finalizar e só arrumou escanteio. Última investida do primeiro tempo.

Primeiro tempo de superioridade do Flamengo no Maracanã. Como era de se imaginar, time rubro-negra, em melhor, fase teve as melhores oportunidades, embora não tantas em quantidade. Muitas triangulações dos cariocas, que criaram boas chances, mas finalizaram pouco e mal. Nas melhores oportunidades, Arboleda e Volpi salvaram em cima da linha, em finalizações de Arão e Rodrigo Caio, respectivamente. O São Paulo, em seu primeiro período sob o comando de Fernando Diniz, buscou os contra ataques velozes, mas pouco conseguiu. Daniel Alves até marcou, mas impedido. Tchê Tchê no fim teve boa chance, mas demorou para finalizar e foi impedido pela defesa flamenguista.

Foto: Getty Images

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo colocou em campo dois de seus melhores jogadores, poupados na primeira parte. Rafinha entrou no lugar de Rodinei e Gerson, na vaga de Piris da Mota. 

O São Paulo começou mantendo a posse de bola no ataque com Daniel Alves sofrendo algumas faltas. 

Aos 8', em lateral cobrado rapidamente, Bruno Henrique recebeu na entrada da área e finalizou co perigo para boa defesa de Volpi. Desorganização que quase custou caro para o time paulista. 

Nos minutos seguintes, com o jogo mais aberto, o Flamengo buscava acelerar do meio para frente, enquanto o SPFC, tentava surpreender nos contra ataques.  

Aos 20', em dois lances seguidos o Flamengo parou em Volpi. Primeiro com Rafinha, em bola cruzada na pequena área e depois com Gerson chutando cruzado perto da linha de fundo. Aos 21', em falha de Pablo Marí, Antony chegou na cara do gol de Diego Alves e quase marcou. O goleiro flamenguista, no entanto, impediu.

Foto: André Fabiano, Gazeta Press.

O jogo, caminhando para a reta final, ganhou emoção, com bastante intensidade. Aos 28', Arrascaeta marcou em passe de Gabriel, porém, no início da trama, o caisa 9 flamenguista estava impedido. Gol anulado.

Com um ''gap'' de chances criadas no fim de jogo, o Flamengo buscava uma pressão final, mas esbarrava na defesa tricolor, sobretudo em Bruno Alves. Os visitantes buscavam encaixar um contra ataque, mas parava nas próprias limitações físicas a essa altura do jogo, casos principalmente de Hernanes e Pablo. Aos 44', Arão pegou sobra na entrada da área, mas chutou sem precisão, na ultima chance real de gol.

Foto: Paulo Sergio, Agência F8, Gazeta Press.

Segundo tempo de nova superioridade do Flamengo, mas sem ser capaz de furar o bloqueio são paulino montado por Fernando Diniz. O Mengão, dessa vez, não foi eficaz nas finalizações em partida pouco inspirada de seus principais jogadores. Méritos também para a defesa tricolor, que contou com grande partida de Bruno Alves e Arboleda. 

Empate melhor para o São Paulo no Maracanã. Time que vinha de sequência ruim conseguiu um ponto importante, que ninguém vêm conseguindo. Atitude em campo, entretanto, foi meramente defensiva e reativa. Fernando Diniz ainda não teve tempo para dar sua cara ao time, então, buscou jogar como dava para segura um time em melhor momento. Jesus, por sua vez, viu seus comandados sentirem muito falta de Rafinha, Filipe Luís e Gerson, no primeiro tempo.




Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nossos conteúdos esportivos, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário