Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Flamengo + Arbitragem + Klaustrofobia

Olá torcida colorada, bem-vinda a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a derrota colorada, perante ao Flamengo na noite de ontem (25), no Maracanã, pela 21ª rodada do Brasileirão. O time saiu atrás no placar, com uma penalidade e expulsão de Bruno, depois teve um pênalti não concedido vergonhosamente e no lance seguinte, após sofrer uma cotovelada, Guerrero foi expulso, deixando o Inter com 9 contra 11, ou 12 se contarmos o árbitro. 

Mesmo no 9 contra 11, o Inter no segundo tempo, conseguiu chegar ao empate, mas depois pela desvantagem numérica e por termos na partida momentos de Klaustrofobia, sofremos mais dois gols, após cruzamentos vindos de nosso lado esquerdo da defesa, onde Uendel não marca nem consulta médica e acabamos derrotados por 3 a 1. 

Foto: André Durão

O Inter foi a campo com Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo (Klaus), Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Nonato (Guilherme Parede), Patrick, Nico López (Zeca) e Guerrero. O técnico Odair Hellmann, optou por entrar com quatro volantes / meias centrais, como alguns gostam de dizer e apostou mais uma vez em uma postura defensiva, jogando fora de casa, mas nesta partida, nem dá para se cobrar algo, pois a arbitragem se mostrou o fator determinante da partida, ajudando a boa equipe do Flamengo.

Foto: André Durão

Aos 14 minutos, após passe de Everton Ribeiro, Klaus furou em bola, que sobrou para Gabigol, que invadiu a área, foi derrubado por Bruno e marcada a penalidade. Aí começaram as trapalhadas da arbitragem, que esperou por 5 minutos, e deu cartão amarelo a Bruno, mas depois antes da cobrança, Gabigol, perguntou se não era lance para vermelho, aí o árbitro foi lá e mudou o cartão, após ser auxiliado pelo jogador do Flamengo e não pela equipe do VAR. Gabriel foi para a cobrança e chutou no canto direito, marcando o 1 a 0. 

Depois disso Odair Hellmann tirou Nico López e deixou o time com quatro meias-centrais, que para mim são volantes, mas alguns dizem que não são, então vou adotar a nomenclatura de meias-centrais. Ficamos com 4 meias-centrais e um centroavante completamente isolado, mas isso acabou ficando por pouco tempo.

Foto: Transmissão da partida

Aos 37, tivemos a grande polêmica da partida, quando Uendel lançou Edenilson que tocou para Guerrero dentro da área e no momento em que ele vai finalizar é deslocado por Rodrigo Caio e simplesmente a arbitragem não marcou a penalidade e sequer foi chamada pela equipe do VAR, que devia estar tomando um café, pois foi um pênalti clamoroso, não marcado ao Inter. Faltou critério a arbitragem que teve dois pesos e duas medidas, estragando a partida.

Edenílson critica arbitragem por expulsão dupla no Maracanã: Administrou mal
Foto: André Durão

Aos 43, Guerrero subiu em uma divida de bola na intermediária com Rodrigo Caio e William Arão e foi atingido, tanto por uma cabeçada de Rodrigo Caio, quanto pelo cotovelo de Arão, que deixou o atacante sagrando. Guerrero, indignado com o lance, xingou a equipe de arbitragem e acabou expulso e Arão, que já tinha amarelo, permaneceu em campo, assim a arbitragem, deixava o Inter com 9 jogadores em campo, deixando ainda mais difícil a situação para o time. O juiz mostrou-se tão perdido, que o jogo ficou parado por oito minutos e ele só deu quatro de acréscimo, pois já havia feito a lambança.

Foto: Internacional

No segundo tempo, o Inter mostrou poder luta e conseguiu chegar ao empate. Aos três minutos, Patrick, deu um carrinho e desarmou Rodrigo Caio, na linha de fundo, pela esquerda e tocou para Rodrigo Lindoso, que invadiu a área e rolou para a meia-lua para Edenilson que chegou chutando e marcou o gol, colorado. Patrick aliás fez boa partida, voltando a atuar na extrema esquerda, quando foi sua melhor fase em 2018, mostrou muita disposição, assim como o time no momento de 9 contra 11, poderiam ter jogado assim na semana passada, com esta disposição.

Foto: (André Durão)
Foto: Globoesporte.com

Aos 10, os efeitos da Klaustrofobia, mais uma vez se manifestaram. Rafinha sem qualquer marcação, fez lançamento da direita e Arrascaeta subiu para cabecear, sem qualquer marcação, para colocar o Flamengo novamente em vantagem. Em uma jogada que já é bem trabalhada pelo time, mas parece que nosso sistema defensivo não estava preparado para tal jogada. 

Foto: (André Durão)
Foto: Globoesporte.com

Aos 29, em novo cruzamento da direita, para Arrascaeta, Klaus e Zeca apenas assistem a jogada e Arrascaeta escorou para Bruno Henrique, que desviou na pequena área, para marcar o 3 a 1 para o Flamengo. Impressionante, como Klaus não tem imposição física alguma, em lances desses, ele deveria subir e disputar a jogada, aproveitando-se de sua altura. Já Zeca ele historicamente é mal defensivamente, mas se esta na jogada, tenta ao menos participar.

Foto: Internacional

Aos 32, após cobrança de escanteio, Cuesta, escorou para Rodrigo Lindoso, que chutou de primeira, e Diego Alves fez grande defesa, no rebote, Lindoso finalizou sobre o gol. A arbitragem é claro, marcou impedimento, só que forma errônea, mais uma vez. Assim o 3 a 1 permaneceu e o Inter assim volta com uma derrota.

Esse infelizmente é aquele tipo de jogo em que nem dá para querer ficar cobrando o time, pois a arbitragem foi o maior destaque da partida, sendo completamente imparcial. Sendo que o Flamengo, sequer precisaria disso, pois o time vive grande momento na temporada e poderia vencer, assim como já venceu o Inter, no confronto da Libertadores, mas o Sr. Luiz Flávio de Oliveira foi vergonhoso, e o grande protagonista da partida.

Com a derrota o Inter permanece com 36 pontos, na 4ª colocação. Na próxima rodada o Inter recebe o Palmeiras no Beira-Rio, no domingo (29), jogo em que a vitoria é obrigação, se quisermos nos manter nas primeiras colocações. Teremos desfalques, mas precisamos vencer, na lateral-direita, é momento de oportunidade a Heitor e como centroavante, vamos de Rafael Sobis e espero que ele faça uma boa partida e mostre empenho.


Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nossos conteúdos esportivos, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário