Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Sábado da teimosia com empate amargo

Foto: Meu Timão (Danilo Fernandes) 


Amigos e Nação Corinthiana! Mantenho a saudação do nosso querido Adriano Garcia para tentar substituí-lo à altura. Pois bem, o Timão jogou pela 17° rodada em nossa Arena buscando os três pontos contra o Ceará, que não tinha bons resultados há três jogos. A fiel deu um show foram 43 mil pessoas e pleno feriado de Independência Brasileira.

O jogo teve dois extremos, no primeiro tempo o Corinthians dominou a partida, de forma até surpreendente e no segundo um Ceará sendo incisivo e os caras se impuseram jogando em Itaquera. O resultado de 2 a 2 fica dentro do aceitável.


A etapa inicial foi de domínio para a equipe corinthiana, desde o primeiro minuto a equipe de Carille se posicionou ofensivamente em campo, logo aos dois minutos Michel cruzou e Clayson não alcançou a cabeçada. O 4-1-4-1 se mostrava bem eficaz, o Vozão teve seu setor ofensivo anulado, pois Clayson e Jr. Urso bloqueavam os meias centrais do adversário, aos 13 minutos o lado direito foi eficaz, Michel arranjou bom passe para Jadson, o camisa 10 viu Michel em ultrapassagem e rolou perfeito, Michel devolveu para Jadson que bateu para fora.

Após os 15 minutos o Timão afrouxou sua pressão inicial e o Ceará foi melhorando no jogo, os laterais do Vozão foram incisivos, no lance mais perigoso, Samuel Xavier apareceu em velocidade, driblou Avelar, e chutou colocado para Cássio fazer  uma grande defesa do arqueiro.
 
O Timão voltou a pressionar, aos 20 minutos, Vital chuta e Diogo Silva defende. Vital tabelou com Avelar, e cruzou para a área, João Paulo acertou uma bela cabeçada contra o próprio patrimônio. Festa na arena e timão 1 a 0, mas na saída de jogo o alvinegro bobeou , o Ceará arrumou um escanteio na cobrança Thiago Galhardo desviou na primeira trave e Felippe Cardoso empurrou para o fundo do gol. O VAR entrou em ação e percebeu que Felipe estava em posição de impedimento anulando o tento cearense.

Aos 36 minutos, Clayson recebe boa bola de Avelar, no giro rápido ele rolou para Love, que invadiu a área deixou Valdo no chão e chutou, na trava o camisa 9 dominou novamente e chutou no canto sem chances para os defensores do Vozão.


Com o placar em 2 a 0, o Timão voltou desligado, Love desconcentrado perdeu dois gols, para completar o péssimo inicio, Avelar sentiu uma lesão e foi substituído por Carlos Augusto. O Ceará aproveitou o lado esquerdo e diminuiu com Thiago Galhardo recebendo bom passe de Ricardinho aos 13 minutos.

O desastre estava sendo sentido pela fiel, que viu um time apático e sem reação, Jadson cansado continuou em campo até o minuto 30, Clayson começou a usar toda sua desinteligência tática para fazer faltas tolas e começou a tentar “refinar” nos passes simples. O lado esquerdo virou uma verdadeira avenida, Carlos Augusto entrou totalmente desatento e expôs o setor.

Para corrigir o problema, Carille tem a brilhante ideia de colocar Ramiro em campo, e cá entre nós fiéis, o camisa 28 não engrena bons jogos e lhe parece faltar vontade de estar em campo. Aos 46 minutos, Willian passou feito ”bala“ por Ramiro e rolou para Leandro Carvalho chutar em cima de Carlos Augusto, escanteio para o Vozão.  O próprio Leandro Carvalho foi para a cobrança e em um lance de rara felicidade e inteligência percebeu que a defesa do timão e Cássio estavam adiantados, o atacante então pegou de três dedos na bola e colocou um efeito indefensável para Cássio.

Vaias no final do jogo, e uma partida fácil que se tornou complicada por conta da teimosia de Fábio Carille. Acredito que o treinador tem nos últimos jogos perdido o “tempo” das alterações e estado confuso quando não tem à sua disposição Pedrinho e Fagner.  Jadson hoje fez um bom jogo, porém já no 15° minuto devera ter sido sacado por seu cansaço, o garoto Janderson ou Régis poderiam ter sido textos para  manter o ritmo do primeiro tempo e também aproveitando os espaços que o Vozão estava deixando por ir ao ataque.


Outro ponto foi questionável é por que não ter testado Matheus Jesus? O garoto é mais rápido que Ramiro e recompõe melhor o meio campo, claramente Carille sacou Clayson para colocar Ramiro na ponta-esquerda, recuando Vital como segundo volante.

Agora sobre atuações individuais, Carlos Augusto precisa fazer uma autoanalise e perceber que precisa se esforçar mais para desenvolver sua marcação e diminuir sua afobação, o garoto tem um futuro promissor pela frente, mas já está na hora de sentar com Carille e ver como melhorar isso. Positivamente temos Michel, que hoje foi seguro, fez ultrapassagens e resistiu fisicamente os 90 minutos.

Apesar do resultado e dos pontos negativos o resultado foi aceitável, mas temos que melhorar muito para o segundo turno, essa posição no G-4 é importantíssima e o elenco do Corinthians sabe disso, então podemos concluir que o placar serviu de alerta para que todos se dediquem e busquem melhorar até o final do jogo e da temporada. Até uma próxima oportunidade e Saudações Corinthianas.



Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nossos conteúdos esportivos, destacando o "JC Esportes" nesta segunda, com a a rodada do Brasileirão e o mundo esportivo no final de semana, divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 


Nenhum comentário