Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Sóbis e sua mística


Olá torcida colorada, bem-vindos a mais um Papo de Torcedor Inter, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a estreia colorada na Libertadores 2019. Jogando em Santiago, no Chile, o Inter jogou de forma cautelosa, sem atacar o adversário e venceu com um gol de Rafael Sóbis, em cobrança de falta no segundo tempo, para garantir os 3 pontos e liderar o Grupo A da Libertadores.

O Inter foi campo com Marcelo lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Edenilson, Patrick; Nico López (D’Alessandro), William Pottker e Pedro Lucas (Rafael Sobis). O técnico Odair Hellmann, retornou a sua tática habitual o 4-3-3, com três volantes e três atacantes, com o tripé defensivo, pensando no jogo físico do Palestino, que jogou boa parte da partida com dois centroavantes.

Foto: Eduardo Deconto/Globoesporte.com

O primeiro tempo foi bem equilibrado, começamos tomando um susto, quando aos 10 minutos, Luis Jiménez chutou forte de dentro da área, Marcelo Lomba espalmou e rebote Passerini, marcou o gol, mas estava impedido. Nossa melhor oportunidade foi aos 33, quando Nico López fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Pedro Lucas que cabeceou e González espalmou para escanteio. Aos 37, Após tabela de Véjar e Cortés, Jorquera chutou da intermediária e Lomba fez grande defesa, em nova finalização, Cortez fez cruzamento da esquerda, Gutiérrez cabeceou e Lomba defendeu.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

No segundo tempo, aos seis minutos, Pottker chutou da intermediária e González defendeu. Pottker teve nova oportunidade aos 30, mas o goleiro defendeu, finalização de dentro da área. Aos 37, Rafael Sóbis cobrou falta da esquerda e surpreendeu González, chutando direto para o gol. O goleiro caiu atrasado e sofreu o gol chegando assim o Inter ao 1 a 0, graças a estrela iluminada de Sóbis. Aos 42, o Inter quase ampliou, D'Alessandro recebeu na entrada da área de Edenílson e chutou de cobertura, para fora e o 1 a 0 foi o resultado.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Odair Hellmann saiu com os três pontos, o que é o mais importante. Mas sinceramente, não sei porque ele espera tanto para mexer no time, pois entramos de forma muito cautelosa e parecia que ele só iria mexer, após sofremos um gol. Espero que para os jogos no Beira-Rio, o Inter entre com outra postura em campo, pois jogamos de forma medrosa contra o time mais fraco da chave, imagina contra os outros adversários.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Foi muito bom vencermos, ver nosso sistema defensivo não sofrer gols, em grande atuação de Marcelo Lomba. O meio-campo combativo funcionou, com bons avanços de Edenílson e Patrick, justificando a presença do tripé de volantes. O grande problema é que falta alguém organizar as jogadas, é tudo muito na base da transpiração e da correria.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O senhor de Erechim, Rafael Sóbis e sua mística de Libertadores, mais uma vez apareceram e ele garantiu os três pontos, com esse gol de falta. A barreira abriu, o goleiro caiu atrasado, mas o importante é que vencemos e assim largamos na liderança do grupo, de forma isolada.

Ferreira, do River Plate, comemora gol marcado sobre o Alianza Lima — Foto: EFE/ Ernesto Arias
Foto: EFE/ Ernesto Arias

No outro jogo da chave, Alianza Lima e River Plate ficaram no 1 a 1. O Alianza abriu o placar no primeiro tempo, após cobrança de lateral, do lado direito para a área, em que a bola sobrou para Manzaneda, que chutou para o gol. No segundo tempo, Borré desperdiçou um pênalti para o River Plate, após defesa de Gallese. Aos 51, Cristian Ferreira, em cobrança de falta, mandou a bola no ângulo e garantiu o empate.

Com a vitória o Inter é líder do Grupo A com 3 pontos, favorecido pelo empate entre Alianza Lima e River Plate, que ficaram em 1 a 1, na partida em Lima. Na próxima rodada, o Inter recebe o Alianza, no Beira-Rio, na próxima quarta-feira (13). No mesmo dia, o River Plate recebe o Palestino, no complemento da 2ª rodada. Lembrando que agora pela Libertadores os próximos três jogos serão em casa, o Beira-Rio vai ter que pulsar com 50 mil a empurrar o time a três vitórias e encaminhar a classificação a próxima fase. 

Antes pelo Gauchão, o Inter recebe o Aimoré, no domingo (10), em partida que podemos rodar o elenco, até para preservarmos os titulares para a Libertadores, que é nossa grande meta da temporada. Começamos bem, mas precisamos melhorar contra os próximos adversários, que se mostraram mais qualificados que o Palestino.

Nenhum comentário