Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Faltou o gol

Foto: GazetaPress (Fernando Dantas)


Amigos e Nação Corinthiana! Hoje o nosso papo sobre o Corinthians é em texto, abordando o clássico ante o Santos na Arena, um jogo muito bem jogado. Onde o time foi bem superior na etapa inicial, na etapa final as mudanças ofensivas de Sampaoli equilibraram mais o jogo, porém faltou principalmente para o Timão, mas para ambos, o último passe para que se evitasse o 0 x 0, placar que não tira o brilho de um bom jogo, jogo que ofensivamente, foi o melhor do time na temporada.


No primeiro tempo o Coringão dominou amplamente, ainda que tenha sido um jogo aberto e o Santos também tenha atacado. O esquema adversário com três defensores lentos e dois laterais espetados no ataque, abriu buracos pelos lados, buracos estes muito bem explorados pela dupla Pedrinho e Fagner na direita e por Clayson, que fez seu melhor jogo na temporada, pela esquerda. No entanto, faltou essa bola chegar a Boselli, faltou o último passe.

A meu ver o plano de Carille foi muito inteligente, ele treinou com Love no comando de ataque, treinou com ele também no lugar de Clayson, mas certamente ele percebeu a lentidão dos defensores do Santos e o buraco pelas pontas e com isso decidiu centralizar um jogador com maior presença de área que é o Boselli e jogar com um leve como Clayson e a estratégia deu certo, faltou o gol, faltou o último passe, mais por mérito da defesa santista, que por demérito nosso.


Este era inegavelmente um duelo de grandes treinadores, dois entre os melhores em atividade no Brasil. E aí cabe aqui dizer que o reequilíbrio do jogo que vimos na etapa final, sobretudo na segunda metade dela, se deu muito pelas mexidas ousadas de Sampaoli. O Corinthians ainda teve as principais chegadas até cerca de 25 minutos de jogo. Depois começou a dar umas vaciladas atrás, o Santos também passou a adiantar suas linhas e se impor mais ofensivamente. Love não entrou mal, mas a configuração do jogo mudou, o jogo pelas pontas foi pouco explorado na etapa final e as duas últimas mexidas foram tardias e diria eu estéreis, pois não dá pra esperar muita coisa de André Luís e Vital, ainda mais com poucos minutos em campo, no caso do segundo.


Vejam, no meu entendimento, diante de tudo que foi o jogo, o Corinthians fez um duelo com uma produção ofensiva muito boa, ainda que a zaga do Santos tenha ido muito bem e impedido a bola de chegar até Boselli. Se alguém tivesse que vencer, seria o Corinthians, apesar de Cássio também ter sido exigido, mas foi um jogo apesar do empate em zero, muito gostoso de assistir por parte do Corinthians. A gente sabe que o Santos deixa espaços, mas esperamos que o nível de jogo de Pedrinho e Clayson daqui em diante seja daí pra cima.

Agora na quarta pela Copa do Brasil o time tem pela frente o Ceará do Lisca, um time que manteve e aperfeiçoou a base do ano passado, um time perigoso e bem treinado. Claro que pela qualidade e tradição o Corinthians é e precisa ser o favorito. Mas eu considero o empate já um bom resultado lá no Castelão, esse jogo comentaremos provavelmente no nosso canal no YouTube, fiquem ligados.



Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! Acompanhe toda segunda-feira às seis da tarde o "JC Esportes" com os destaques do futebol Brasileiro e europeu. 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 



Nenhum comentário