Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor GALO - Valeu a classificação

Foto: Reprodução / Redes Sociais do Atlético-MG
O jogo mais importante do ano até aqui começou bem antes das 21:30 da quarta-feira 27/2. A expectativa do atleticano era grande e a torcida organizou uma grande festa antes nos arredores do Independência.

Uma enorme rua de fogo foi programada para receber o ônibus alvinegro. A avenida Silviano Brandão estava lotada e a Massa fez uma festa linda com vários sinalizadores, deixando a rua como um inferno alvinegro.

Dentro de campo o Galo começou o jogo indo para cima e, aos 4' do primeiro tempo, por pouco não faz um golaço com Cazares, que recebeu lindo lançamento de Luan, fintou o zagueiro e bateu colocado na trave. Quase o primeiro gol atleticano para aumentar a vantagem de 2 a 0 conquistada no primeiro jogo no Uruguai.

Ainda no primeiro tempo, aos 5', o melhor jogador do Galo na temporada, Cazares, tenta um gol do meio de campo e a bola vai por cima.

Somente aos 11' o Defensor teve sua primeira chance em um cruzamento para a área que o goleiro Victor espalmou.

O Galo veio a campo com um esquema diferente do que vinha utilizando. Levir sacou Chará do time e colocou o Zé Welison, deixando a equipe com 3 volantes. A mudança fez com que o Atlético controlasse bem o jogo ao ponto que quase não sofreu perigo por parte do time uruguaio. O Galo ainda tentou com Ricardo Oliveira, Zé Welison e Fábio Santos, mas o placar continuou 0 x 0.

No último minuto do primeiro tempo, em falta sofrida na entrada da área por Adilson, Cazares bateu colocado e por pouco o Galo não abriu o placar.

Fim de um primeiro tempo em que o Galo jogou com o regulamento debaixo do braço. Não amassou o adversário, como de costume quando joga em casa, mas também quase não sofreu perigo na parte defensiva.

O Segundo tempo começou com o Defensor - URU indo mais ao ataque e, aos 3', colocou o goleiro Victor para trabalhar pela primeira vez no jogo.

Aos 10' o jogo que parecia tranquilo poderia ter se complicado, já que o volante Zé Welison fez falta dura e recebeu o 2° cartão amarelo e, consequentemente, foi expulso. Na cabeça do atleticano voltou aquela sina de que "se não for sofrido, não é Galo". 

Mesmo com um jogador a mais, o time uruguaio não levou muito perigo ao gol atleticano, salvo em raríssimas oportunidades.

O Galo, por sua vez, conseguiu controlar o jogo e, com um jogador a menos, os atletas se entregaram em campo, mostrando que não faltou vontade do lado alvinegro.

Destaque para a linha defensiva do Galo que jogou muito bem e também para Luan e Cazares que fizeram uma grande partida.

Agora classificado para a fase de grupos, o Galo volta a jogar na próxima quarta-feira 6/3 contra o Cerro Portenho - PAR.

O independência está pequeno para a festa do Galo e o jogo a pedido da maioria dos torcedores será no Mineirão.

Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! Acompanhe nossas edições do "JC Esportes" com os destaques do futebol Brasileiro e europeu. 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário