Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Análise da 7ª Rodada


Amigos e amantes do Calcio! Estamos mais uma vez juntos, como a última foi rodada de meio de semana e estamos atribulados em várias questões, infelizmente não a analisamos, mas prontamente estamos de volta, em um fim de semana que não só na Itália, mas nas demais principais ligas do mundo tivemos grandes clássicos e como temos Champions League e Europa League neste meio de semana, esses jogos ficaram para o sábado, eletrizando o dia geralmente secundário na Europa.


Roma 3 x 1 Lazio

Abrindo a rodada, tivemos logo o Derbi della Capitale, onde a Roma acabou engatando sua segunda vitória seguida, importantíssima por ser clássico e pra dar confiança para o duelo em casa pela Champions no meio de semana ante o Viktoria Plzen. Já a Lazio viu ser interrompida a excelente arrancada que vinha imprimindo na competição. 

Foi um jogo bastante gostoso na primeira parte, com chances para ambos os lados, mas a Roma cada vez mais incisiva com o passar dos minutos. O gol que abriu o placar acabou saindo no finalzinho da etapa inicial, em lançamento pra área, trapalhada da defesa e de Strakosha (que já havia feito ao menos duas grandes defesas) com o atacante romanista e a bola sobrou limpa pra Pellegrini tocar de calcanhar pro gol, golaço. 

A Lazio chegou ao empate aos 21 minutos da etapa final, erro terrível de Fazio, bola roubada por Immobile que avançou para vencer Olsen. Porém bastaram quatro minutos para a resposta giallorossi, mais um daqueles golaços de falta de Kolarov, porém, a ideia de Strakosha de inverter a barreira foi um desastre. Depois disso, chances de parte a parte até que aos 40, Pellegrini cobrou falta na cabeça de Fazio, que se redimiu do erro no gol rival com um chute de cabeça, dando números finais ao duelo. Como já dito, importante pra Roma vencer esse duelo pra enfim guinar na temporada, já para a Lazio perder um clássico é sempre duro, mas há que erguer a cabeça, apesar de ser pela Europa League, em tese, seu adversário no meio de semana é bem mais duro que o da rival, trata-se do Eintracht Frankfurt na Alemanha. 


Juventus 3 x 1 Napoli 

No primeiro embate da competição entre as equipes que tem travado o duelo na Itália nas últimas temporadas, o Napoli até saiu na frente fora de casa, mas acabou sucumbindo a Juve de um CR7 que reviveu seus dias de garçom, como era no United. 

Os visitantes começaram melhor na partida, pressionando, finalizando, marcando a saída e acabaram chegando ao gol aos nove minutos induzindo o time de Allegri ao erro, passe errado de Bonucci, retomada de Allan (é Tite...) que deu o passe no momento certo para Callejón embaixo do gol servir Mertens. Belo gol coletivo. 

O empate porém veio aos 25, Ronaldo foi lançado na esquerda, fez boa jogada individual e cruzou para Mandzukic como o centroavante que é testar dentro da pequena área para o gol, empatando o jogo, defesa ficou marcando a bola no cruzamento, falha. Ronaldo teve ainda chance em cobrança de falta de virar o placar ainda no primeiro tempo, boa defesa de Ospina e a equipe bianconeri não conseguiu concluir no rebote. 

A virada veio logo no comecinho da etapa final, contragolpe puxado por Dybala, grande finalização de Ronaldo que parou em Ospina e na trave, mas no rebote a bola sobrou limpa pro artilheiro da camisa 17, o croata Mandzukic, o português Mario Rui parou no lance, facilitando as coisas, duas falhas já da defesa azzurri. Dez minutos depois, o mesmo Mario Rui pisou em Dybala e foi expulso, a gente sempre diz aqui, é preciso ter equilíbrio entre as funções, de que adianta ter Allan, Hamsik, Insigne, Callejón e Mertens na frente se atrás tu tens Mario Rui, há um desequilíbrio total. Desequilíbrio defensivo total visto em mais uma bola parada aos 30, que gerou o derradeiro gol da partida, escanteio, bola desviada na primeira trave por Cristiano e conclusa no segundo por Bonucci.

Grande vitória da Vecchia Signora, reafirmando sua força, abrindo frente, encara o modesto Young Boys/SUI pela Champions nesse meio de semana, time que apesar de modesto eliminou o Dinamo Zagreb nos playoffs e é o atual campeão e líder dessa temporada da liga local. Mas a missão do Napoli ante o Liverpool é sem dúvida muito mais dura, a ver como Ancelotti vai ajustar essa pene..digo, defesa. 


Internazionale 2 x 0 Cagliari

E mais um dos grandes em campo encerrando a rodada do sábado, em casa, a Inter manteve o momento de retomada das vitórias ao bater o Cagliari. 

Um gol no começo e outro no fim, basicamente. O no começo foi aos 11, o lateral Brasileiro já bastante criticado Dalbert desceu pela esquerda (o caminho é esse meu filho, vai lá) e cruzou com perfeição na cabeça de Lautaro Martinez para abrir o placar, a avaliação de muitos é que Cragno falhou no gol, cabeçada em cima, complicado, é ótimo goleiro, prefiro meritar a jogada, nosso papel aqui é esse. 

Na etapa final a Inter criou grandes possibilidades, com grandes defesas de Cragno impedindo o ampliar do placar, aos 28 porém o Cagliari chegou ao empatar após escanteio e finalização do experiente Dessena usando o braço, lance revisto pelo VAR e volante advertido. E no final da partida, cobrança de escanteio para a Inter, bola cai com Politano no segundo pau e um golaço espetacular para fechar a conta da boa vitória, time foi pouco ameaçado e vai engrenando. Volta a campo pela Champions após a grande vitória sobre o Tottenham, desta vez ante o PSV, na Holanda. 


Sassuolo 1 x 4 Milan 

Inversão de papeis na vitória fora de casa do Milan ante o Sassuolo, os rossoneri vinham de três empates seguidos na competição e desbancaram os neroverdi que vinham em ótima sequência de vitórias em grande estilo. 

Primeiro tempo muito movimentado, com chances de parte a parte, mas com o Milan explorando o contragolpe e os espaços deixados por um Sassuolo com a ideia de propor o jogo, de forma muito eficiente, foi assim que Kessie abriu o placar aos 38, ele que já havia perdido uma grande chance, salva por Pol Lirola sobre a linha, dessa vez avançou livre pelo meio e bateu para vencer Consigli. 

Logo no começo da etapa final a equipe de Gattuso ampliou o placar, tradicional jogada de Suso trazendo com a perna canhota da destra pro meio, mas dessa vez não foi pro passe, foi para um golaço espetacular sete meses depois de seu último, valeu a espera. Dez minutos depois, o garoto espanhol vindo do Villarreal, Castillejo recebeu de Çalhanoglü e finalizou bonito da entrada da área para fazer o terceiro. O Sassuolo tentava não deixar o jogo ficar morno e ameaçar o Milan, até que oito minutos depois chegou ao gol, jogada de Babacar e do lateral Brasileiro Rogério encontrando o ex-Benfica e Benevento camisa 9 Djuricic para girar bonito e diminuir. O time de de Zerbi até tentou incomodar ainda, sem sucesso, acabou inclusive sofrendo mais um nos acréscimos confirmado perante o VAR (sem necessidade, polêmica zero no lance, trapalhada da arbitragem) de Suso mais uma vez. Boa vitória do Milan, que sendo um time reativo, construiu uma vitória tranquila ante um adversário que vem muito bem na competição. 


Demais Resultados 

Bologna 2 x 1 Udinese 
Frosinone 1 x 2 Genoa
Fiorentina 2 x 0 Atalanta 
Chievo 0 x 1 Torino 
Parma 1 x 0 Empoli 
Sampdoria 2 x 1 SPAL 


Classificação 


Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Imagens: AFP, FC Tables (Tabela) 


Nenhum comentário