Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Empate morno e 99% de "Fico"!


Amigos e Nação Corinthiana! Estamos juntos mais uma vez, hoje comentando o empate do mistão do time, fora de casa ante o Sport, resultado que em si não é ruim, mas o desempenho foi um tanto fraco. E pra falar também sobre o quase certo "fico" de Carille após o árabes avançarem com tudo pra cima de Jorge Jesus, que até hoje era técnico do Sporting de Portugal.


Na etapa inicial muitos erros de parte a parte, do time da casa muito pela falta de qualidade, o time sentiu bastante a ausência dos emprestados pelo Corinthians no meio campo, Fellipe Bastos (é, quem diria que alguém além da família dele sentiria sua falta) e Marlone, este segundo o artilheiro do time na temporada.

Já pelos lados do Timão, se contra o Ceará o problema foi que o time procurou muito pouco o centroavante que fazia sua estréia, neste jogo o contrário atrapalhou, senti que o time jogou demais em função do 9, o procurava em todas as jogadas e com isso tanto Roger errava, quanto as próprias jogadas não saíam com muitos erros de passe e previsibilidade na criação das jogadas.

Mesmo chegando pouco, o Sport chegou mais, gostei muito da volta de Walter a meta, um goleiro absolutamente seguro e que com certeza fará grandes jogos nesta ausência de Cássio, é torcer pra nada de errado acontecer.


Na etapa final o Coringão chegou ao gol na bola aérea, escanteio cobrado por Vital e Roger como um autêntico "camisa 9" antecipou a marcação e chutou de cabeça para vencer Magrão. Claro que é um gol que poderia ser feito pelos zagueiros, como tantas vezes vimos Balbuena fazer, mas é importante ter sido feito pelo camisa 9, independente de sua qualidade, tem faro de gol, é especialista na bola aérea e é importante tê-lo, bem como o gol foi importante pra que ele próprio adquira confiança com a nossa camisa.

No entanto, o time diferentemente da atitude de vários jogos no ano não seguiu exercendo uma pressão, numa atitude estranha parecia não crer que estava na frente do placar fora de casa. Com isso o Leão cresceu no jogo, também pela inteligente mudança (jamais pensei que diria isso) de Claudinei Oliveira, ex-técnico do Santos, colocando o "forte" centroavante Carlos Henrique no jogo .

Aos 17 em cobrança de falta de Cláudio Winck (alô Colorado!), o camisa 27 mostrou todo seu reflexo em grande defesa. Em seguida o gol adversário, grande jogada de Rogério que humilha Capixaba e rola para Carlos Henrique, o gordinho num gesto tira Gabriel da jogada e bate de peito de pé, consciente, fora do alcance de Walter.

Carille tentou mudar o cenário do jogo, o cansado Pedrinho cedeu lugar a Marcos Gabriel que tentou algumas jogadas sem êxito, Maycon e Sheik também entraram, o time até tentou em parte da etapa final, mas perto do fim a impressão que passou é de que o empate estava bom para ambas as partes, como diria um político e o jogo terminou num morno empate.


A exibição evidentemente não agradou, como já adiantado, o time jogou demais em função do centroavante, o que acabou por limitar a criatividade de Pedrinho e Vital, Paulo Roberto até tentou ajudar ofensivamente, mas foi muita força e pouca técnica, estes dois fatores fizeram com que o time acabasse errando passes demais e ficasse previsível. Capixaba muito mal, contratou-se este atleta tal qual fosse o "Futuro Marcelo" e vai-se ficar com este mico na mão, um jogador que fechou a peso de ouro e vai acabar sendo mais um emprestado rodando pelos rincões do Brasil, esta chapa parece que não aprende nunca, será que se o dinheiro fosse deles fariam tanta bobagem? Como isto, Marcos Gabriel, Guilherme e por aí vai? Vejamos agora quem vai jogar na quinta, o certo é que na próxima rodada Gabriel suspenso não joga, pode ser que Paulo Roberto tenha mais uma chance, agora mais recuado.


Pra finalizar, falar um pouco de Carille, apesar da ânsia (de vômito por vezes) de grande parte dos colegas de imprensa pelo "furo", não, Carille não estava "semi-certo" com o Al-Hilal da Arábia. Talvez o que era "semi-certo" é que o técnico do Corinthians sim aceitaria uma oferta de salário no mínimo quatro vezes maior do que a atual (mesmo sabendo que seria um passo atrás na carreira e que lá existe também o problema de pagamento, se não gostam do seu trabalho não recebes) o que também é subjetivo, afinal, somente ele poderia dar ou não o aceite, o que sempre ficou nas entrelinhas.

Vem da própria Arábia a informação de que Jorge Jesus técnico que comandava o Sporting nesta temporada, time que sofreu uma brutal invasão em seu CT e teve os jogadores e o próprio comandante agredidos, com suspeita de facilitação do acesso e até mando, pelo próprio presidente do clube, interessava aos Sheiks, um técnico com maior rodagem no mundo do futebol e que certamente agradou mais a crítica e ao torcedor do Al-Hilal.

A informação que chega de Portugal (Liga que orgulhosamente cubro para este site) é de que não há qualquer clima para a permanência do treinador nos Leões e que este inclusive teria dado um prazo de 48 horas para cair na conta os valores de parte do contrato. Ora, se as conversas com o português já chegaram neste nível, talvez a proposta oficial para Carille nem chegue. Outro ponto é: Pensando com a cabeça de Carille, se agora os árabes derem para trás e não depositarem o dinheiro na conta de Jesus, qual a confiança que se deve ter neles?

Por isso eu cravo aqui que é 99% (fico na dependência daquele um por centooooooo) certo que Carille fique no Corinthians, se pra infelicidade de Andrés Sanchez ou não é outro assunto, mas para a felicidade do time e...Dele próprio, como disse no texto anterior, o grande objetivo do nosso comandante é a Europa, pra isso ele tem de ganhar mais títulos aqui e estudar (conseguir as licenças UEFA), é um longo caminho.

Sobre a declaração de Carille que: "Grande parte da imprensa é mentirosa", vou fazer as vezes de Advogado do Diabo aqui, sem "corporativismo" porque ainda sou amador, não entrei na "panela" ainda. Vejam, não que "parte da imprensa seja 'mentirosa'", senti um nervosismo de Carille aí. A sondagem aconteceu, o problema é a ânsia pelo furo, pela audiência, pela view. Todo mundo começou a cravar e tirar conclusões precipitadas, em parte "inocentemente" pelo aspecto subjetivo e pela declaração de seu pai (ou o pai é mentiroso?) e em parte aí sim por alguma maldade na ânsia pelos três itens citados acima e por outros.

A lição que fica é que não é a primeira vez que algo que está "tudo certo" pra acontecer não acontece e nesse sentido li muito babaca julgando o caráter (e mesmo que ele fosse seu caráter não seria diminuído, pois é fácil julgar quando é o outro) de Carille antes de qualquer confirmação OFICIAL. Para estes o recado é plagiado de um amigo: "Que la chupen y sigan chupando". 




Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Foto: Ag. Corinthians (Daniel Augusto Jr). 



Nenhum comentário