A 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A foi realizada entre os dias 30 de Setembro e 02 de Outubro de 2017. Na rodada em que só três mandantes venceram (todos por 1 a 0), os visitantes se deram melhor. Na parte de cima da tabela, nada mudou nas 8 primeiras colocações. Na disputa pelo título, a diferença do líder Corinthians para os demais foi diminuída, com o empate da equipe paulista e a as vitórias de Santos e Grêmio.

No Z-4, dois novos integrantes: Sport e Avaí (esse nem tão novo assim). Melhor para os paulistas, São Paulo e Ponte Preta, que com suas vitórias, saíram da Zona. Na artilharia, uma das rodadas mais chatas. Nenhum dos cinco primeiros goleadores marcaram. Lucca até teve a oportunidade, mas desperdiçou penal contra o Flamengo. Quem mais se deu bem na rodada foi o Vitória, que com mais um triunfo como visitante subiu 5 posições e agora é o 11º. Por sua vez, o Fluminense de Abel Braga, caiu 4 lugares e agora é o primeiro time fora do Z-4.

Em melhor e pior fase, Cruzeiro e Sport, respectivamente, continuam com estes postos. O time mineiro chegou ao seu 6º jogo de invencibilidade, enquanto a equipe pernambucana chegou no fundo do poço, adentrando na Zona do desespero. Porém, o Campeonato é um dos mais malucos da história, com o 8º e o 18º colocados, separados por 4 pontos.


Na abertura da rodada, com o São Januário mais uma vez vazio (o Vasco está punido por uma confusão envolvendo seus torcedores), o time da casa recebeu a Chapecoense e ficaram no empate.

Com o empate, as duas equipes estão separadas na tabela por 1 pontinho. O time carioca é o 10º, enquanto a Chape é a 12ª.

Sendo superior na maior parte do tempo, o Vasco teve chances para abrir uma boa vantagem, principalmente na primeira metade do segundo tempo. Porém, 'só' marcou uma vez, com Andrés Rios, aos 24 minutos do primeiro tempo.
A vitória parecia próxima até Reinaldo marcar aos 19' do segundo tempo e empatar a partida.


Em disputa contra a Zona da degola, o Bahia (apesar de estar no meio da tabela) recebeu o Coritiba, na Arena Fonte Nova e apesar do favoritismo, não saiu do empate.Em um primeiro tempo com domínio dividido, os donos da casa com um gol do destaque Zé Rafael aos 45 minutos, salvou a primeira parte de tempo ruim que fez e saiu vencendo.Na segunda etapa, apesar de receber um susto logo no começo (Mendoza acertou a trave aos 10'), o Coxa empatou a partida aos 18 minutos, com Rildo. No decorrer da partida, jogo sem muitas oportunidades e o placar mantido.


No jogo da rodada, Palmeiras e Santos se enfrentaram no Allianz Parque e proporcionaram um jogo bem equilibrado. Com um gramado encharcado pela chuva de sábado (30), o Time alvinegro foi bem, sobretudo na primeira etapa e com mais uma boa atuação de sua defesa, conseguiu uma importante vitória, aumentando o sonho do título com a diminuição da diferença para o líder Corinthians. A diferença agora são de 8 pontos. Esse é o segundo ano consecutivo que o Santos chega ao fim do Campeonato lutando pelo título. No ano passado, o Time da vila ficou em segundo, com o Palmeiras sendo o campeão.

Do lado palmeirense, a lamentação pela primeira derrota para o seu rival na nova casa e a interrupção de 4 jogos invictos no Brasileiro. O sonho do bicampeonato ficou mais distante com o gol marcado pelo carrasco Ricardo Oliveira, aos 30 minutos do segundo tempo. Apesar de uma boa atuação na segunda etapa, os donos da casa não conseguiram passar pela defesa santista. Veja o que Leonardo Carrazza escreveu sobre o jogo, pela ótica Palestrina (clique)


No Morumbi, o São Paulo recebeu cada vez mais em crise Sport, em disputa direta contra o Z-4. Fazendo valer o mando de campo e o atual momento, o Tricolor paulista levou a melhor e impôs o 9º jogo sem vitória do Leão da Ilha.
O gol da partida foi marcado por Marcos Guilherme, aos 35 minutos do primeiro tempo. O meia atacante já havia perdido a primeira grande oportunidade de seu time minutos antes. No último lance do jogo, Sidão fez uma grande defesa para impedir o gol pernambucano, que seria uma catástrofe para o Time do Morumbi. Mais do que isso, a defesa do camisa 12 garantiu os três pontos em um jogo abaixo em relação aos últimos do time paulista. A vitória fez com que o São Paulo saísse da Zona de Rebaixamento e desse um salto na tabela, com 31 pontos. Já o Sport, com um ponto a menos, caiu para 16º. João Paulo Silva analisou a vitória tricolor (clique)


No Engenhão, na semana em que o atacante Roger foi diagnosticado com um tumor renal e assim não jogará mais a temporada atual, o Botafogo recebeu o Vitória, melhor visitante do segundo turno. O atacante foi homenageado. Mais uma vez, o Rubro negro baiano venceu fora de seus domínios, dessa vez com uma virada nos acréscimos. O Bota perdeu a chance de vencer a quinta consecutiva e de ultrapassar o Cruzeiro, 5º colocado.

David abriu o placar para o Leão, aos 14 minutos do primeiro tempo. Brenner então entrou em cena e virou a partida para o alvinegro carioca, com dois gols, o primeiro aos 15' e o segundo, aos 25' do segundo tempo. Quando tudo parecia definido, foi a vez dos veteranos do Vitória aparecerem.
André Lima, aos 43 minutos do segundo tempo empatou mais uma vez e aos 49', Danilinho virou o jogo. Com o triunfo, o Vitória deu um salto na tabela.


No Mineirão, após a conquista da Copa do Brasil diante do Flamengo, o Cruzeiro recebeu o líder Corinthians.
O time da casa começou melhor, exigindo do goleiro Cássio, e abriu o placar aos 19 minutos, com uma bela cabeçada de Rafinha em cruzamento de Diogo Barbosa. Apesar de não realizar uma boa partida, a equipe alvinegra conseguiu arrancar o empate da Raposa aos 38 minutos do segundo tempo, com Clayson cobrando pênalti.

 Antes disso, o time corintiano teve dois gols anulados, um de Kazim, corretamente, e outro do zagueiro Balbuena, que estava na mesma linha.Com o empate, a diferença para o vice-líder Santos caiu para 8 pontos. Adriano Garcia comentou o empate corintiano.


Em outro duelo contra a degola, o Avaí recebeu o lanterna Atlético-GO e a loucura do Campeonato se aplicou novamente. Em jogo de dois times que jogam defensivamente, esperando os seus adversários, os visitantes foram mais ousados e tomaram a iniciativa após a recusa dos avaianos em fazer esse papel. Andrigo acertou a trave na melhor oportunidade do primeiro tempo para o Dragão.
Os gols só saíram na segunda etapa. Luiz Fernando, cobrando pênalti, abriu o placar aos 13 minutos. Quatro minutos depois, Walter fez o segundo, em belíssimo chute de fora da área.
A vitória aumenta a esperança do Atlético Goianiense de permanecer na Série A, agora a 5 pontos de sair do Z-4.


Na Arena do Grêmio, os donos da casa voltaram a vencer na competição após três derrotas consecutivas. Agora é o Flu que tem somadas três derrotas seguidas. Os donos da casa começaram pressionando e dominaram o seu adversário na primeira etapa. Foram muitas chances criadas e o goleiro Diego Cavalieri brilhando do lado adversário.
No segundo tempo, Beto da Silva aos 41 minutos, fez o gol da vitória gremista, interrompendo jejum que de gols que durava praticamente um mês. O Flu tentou com Henrique Ceifador e Scarpa, mas sem sucesso. Cristian estreou pelo time gaúcho, visando a Libertadores, mas saiu sentindo dores oriundas do longo tempo sem atuar.
A vitória do Grêmio, faz com que o time se mantenha na cola do Santos e diminui a diferença para o Corinthians em 9 pontos.



Na estréia do técnico Oswaldo de Oliveira, o duelo de Atléticos (Mineiro contra Paranaense) foi decidido por Robinho. Assim, o Galo se distanciou da Zona de Rebaixamento e encostou no próprio furacão. Ambos os times têm 34 pontos. Voltando a balançar as redes após 4 meses, Robinho abriu o placar aos 21 minutos do primeiro tempo, em jogo fraco tecnicamente. No segundo tempo o Atlético Paranaense melhorou e criou oportunidades para empatar a partida. Victor e a falta de oportunismo impediram que a igualdade acontecesse e Robinho, aos 35' deu números finais ao jogo. Na próxima rodada, o Galo recebe o São Paulo, enquanto o Furacão manda o jogo mais uma vez, agora contra o Atlético-GO.


No encerramento da rodada, a Ponte, há quatro jogos sem vencer, recebeu o Flamengo, vice campeão da Copa do Brasil no meio de semana.
Com um primeiro tempo muito fraco das duas equipes e uma segunda etapa  melhor, sobretudo para a Macaca, o time da casa foi mais feliz em uma das conclusões e venceu o jogo graças ao gol de Jean Patrick aos 7 minutos. O meia havia entrado no intervalo.
O placar só não foi maior porque Diego Alves impediu Lucca por duas vezes. Uma, em cobrança de falta e outra em pênalti, aos 20'. Naldo ainda foi expulso pelo lado ponte pretano, mas o time da casa soube segurar o resultado e garantir os três pontos. A Ponte Preta voltou a vencer após quatro partidas e saiu da Zona de Rebaixamento, enquanto o Flamengo conheceu seu segundo jogo sem vitória.

Resultados

Sábado, 30/09
Vasco 1x1 Chape 
Bahia 1x1 Coxa
Palmeiras 0x1 Santos

Domingo, 01/10:
Bota 2x3 Vitória
São Paulo 1x0 Sport
Cruzeiro 1x1 Corinthians
Grêmio 1x0 Flu
Avaí 0x2 Atlético-GO
Furacão 0x2 Galo

Segunda, 02/10:
Ponte 1x0 Fla

CLASSIFICAÇÃO

1
Corinthians
55
2
Santos
47
3
Grêmio
46
4
Palmeiras
43
5
Cruzeiro
41
6
Botafogo
40
7
Flamengo
39
8
Atlético-PR
34
9
Atlético-MG
34
10
Vasco
33
11
Vitória
32
12
Chapecoense
32
13
Bahia
31
14
São Paulo
31
15
Ponte Preta
31
16
Fluminense
31
17
Sport
30
18
Avaí
30
19
Coritiba
28
20
Atlético-GO
25


27ª Rodada

Quarta, 11/10
Botafogo x Chapecoense
Atlético-PR x Atlético-GO
Corinthians x Coritiba
Atlético-MG x São Paulo
Grêmio x Cruzeiro
Avaí x Vasco

Domingo, 12/10:
Flamengo x Fluminense
Vitória x Sport
Ponte Preta x Santos
Palmeiras x Bahia

É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique) 


Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours