Entre os dias 19 e 20 de Julho, Quarta e Quinta, respectivamente, aconteceu a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Foram marcados 22 gols, média de pouco mais de 2 por partida. A liderança continua com o Corinthians, porém  a diferença para o segundo colocado diminuiu mais dois pontos, com o tropeço do time alvinegro em Santa Catarina. O Grêmio, também fora de casa, aproveitou mais uma chance e somou mais três pontos. 

Na artilharia, Lucca, da Ponte Preta voltou a marcar, fazendo o seu 8º gol. Mesma marca de André, do Sport, que marcou duas vezes e chegou a vice-liderança nesse quesito. Apesar disso, Henrique Dourado (mesmo sem atuar mais uma vez) e Jô, permanecem isolados com nove gols cada.

O time que mais se deu bem na rodada foi Sport. Com a goleada sobre o Atlético-GO, na Ilha, o Leão subiu de 8º para 5º.  Quem mais se deu mal foi a Chapecoense. Com a derrota na Vila Belmiro, para o Santos, o verdão do oeste caiu duas posições e está em 15º. Destaque também para o "jogo dos melhores elencos" do Campeonato. Com muitos holofotes, o Flamengo recebeu o Palmeiras, na Ilha do Urubu. 


Na Vila Belmiro, abrindo a 15ª rodada, o Santos enfrentou a Chapecoense. Com mais uma boa atuação de Vanderlei, observado por Taffarel, o time praiano novamente foi bem defensivamente e não tomou gol. No primeiro tempo a Chape finalizou mais e não fosse o goleiro santista poderia ter complicado a a partida. Jandrei, pelo outro lado também foi muito bem, quando exigido. No segundo tempo, Vecchio fez o gol salvador, aos 15 minutos do segundo tempo, após enfiada de Lucas Lima. O gol deu a vitória ao peixe, mesmo sofrendo alguns ataques até o fim da partida. O Santos mantêm a boa série invicta de 5 jogos. Já a Chape derrapa, naquela que poderia ser a sua reação após a vitória no último Domingo (16). Em 3º, com 27 pontos, o Santos está quatro atrás do vice-líder Grêmio. A Chapecoense é a 15ª, com 18 pontos, três a mais que o primeiro time na Zona de Rebaixamento. 


No Barradão, o vice-líder Grêmio aproveitou o mau momento do Vitória e conquistou mais três pontos como visitante no Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o tricolor gaúcho diminuiu mais dois pontos a diferença em relação ao Corinthians, que só empatou com o Avaí, fora de casa. O Vitória, pelo contrário, se afunda cada vez mais. Com 12 pontos, é o 18º e está cada vez mais longe de deixar o Z-4. O Grêmio se comportou de maneira fria e calculista na partida. Mesmo atuando fora de seus domínios, o time aproveitou bem as suas chances e abriu o placar logo aos 8 minutos do 1º tempo, com Fernandinho. Antes do fim da primeira etapa, aos 44', Arthur ampliou. Na volta do intervalo, o Vitória voltou mais ousado e até descontou aos 12', com David. Porém, Ramiro, aos 17', selou o triunfo gremista. 


No Moisés Lucarelli, a Ponte Preta atropelou o Coritiba, quebrou a sequência de 3 derrotas seguidas e encostou no rival paranaense, na tabela do Brasileiro. Muito da vitória se deve ao veterano Emerson Sheik, autor de dois gols na partida. Aos 15 minutos de jogo, Edinho entregou um belo presente para Léo Artur abrir o placar em chute forte. E no primeiro tempo foi só. Jogo muito fraco tecnicamente. 
Na segunda etapa, a Ponte voltou mais precisa e transformou a sua vitória em goleada. Aos 16' Sheik fez 2 a 0. O time coxa branca tentou diminuir algumas vezes, mas aos 38', Lucca fez o terceiro e quatro minutos depois, Sheik fechou o placar. A Ponte chegou aos 18 pontos e ocupa o 14º lugar se distanciando momentaneamente do Z-4. O Coritiba, com mais uma derrota continua descendo na tabela e agora é o 13º, com um ponto a mais. Para piorar, o técnico Pachequinho foi demitido no dia seguinte, mesmo após um início bom de campeonato. 

Em Florianópolis, o Corinthians conheceu o seu segundo jogo sem vitória após uma série de 5 consecutivas e empatou em 0 a 0, com o Avaí, na Ressacada. Apesar do empate, a equipe permanece na liderança, ainda invicto no Campeonato.
Sabendo que iria encontrar uma equipe bastante fechada na defesa, o time paulista assumiu a responsabilidade de propor o jogo e teve as principais oportunidades da partida, sobretudo no segundo tempo. Sem conseguir ser eficaz no primeiro tempo, o Timão voltou ainda mais incisivo do intervalo e teve duas bolas na trave, além de duas grandes defesas de Douglas Friedrich. É bem verdade também que o Avaí poderia ter saído na frente por duas vezes, no começo do segundo tempo, com Simião e depois Joel. Um perdeu embaixo do gol e o outro acertou a trave de Cássio.
Assim, o Corinthians vê a sua diferença diminuir mais 2 pontos em relação ao vice-líder Grêmio, 37 contra 31. O Avaí perdeu uma posição para o São Paulo e agora é o 18º, com 14 pontos. 


No confronto dos times tidos como os melhores elencos do Brasil, o Flamengo recebeu o Palmeiras na Ilha do Urubu. Melhor no primeiro tempo,o rubro negro abriu o placar rapidamente, com Pará, aos 7 minutos, após passe de Guerrero. No entanto, a equipe viu em suas falhas defensivas a tônica da partida mudar.  Dois gols em lançamentos às costas de zaga flamenguistas, encontraram Willian ( aos 31') e Roger Guedes (aos 42'), que viraram a partida. No minuto seguinte, no entanto, Guerrero empatou. No segundo tempo, ambos os times tiveram as oportunidades para saírem como vencedores. Borja e Luan no começo da etapa final pararam em Thiago. Diego, aos 28' desperdiçou pênalti, defendido por Jailson.  No fim,  as duas equipes perderam a chance de diminuir a diferença para as primeiras posições. Pelo lado do Flamengo, muita cobrança da torcida. O time permanece em , com 25 pontos. O Palmeiras está dois pontos atrás, em 6º. 


No Morumbi, para mais de 20 mil torcedores, o São Paulo voltou a vencer após 9 partidas e amenizou a crise. Apesar da vitória, a equipe paulista não apresentou um bom futebol e voltou a conquistar 3 pontos de forma muito suada. De positivo, a capacidade de segurar o resultado por quase todo o jogo, já que o gol saiu logo no comecinho, com Pratto após passe de Cueva, no primeiro minuto. O Vasco, sem a experiência de Nenê e Luís Fabiano sofreu para criar oportunidades e principalmente para convertê-las. No segundo tempo, a equipe cruzmaltina pressionou ainda mais o tricolor, que buscava encaixar um contra-ataque rápido e mortal. Abusando das bolas alçadas sem muito capricho o placar permaneceu inalterado. Mesmo vencendo, o São Paulo não saiu da Zona de Rebaixamento nesta rodada. Com 15 pontos, a equipe ultrapassou o Avaí, mas ainda figura em 17º. O Vasco, com 20 é o 10º. Confira a análise do torcedor Tricolor AQUI


No Independência, o Atlético-MG decepcionou mais uma vez. Pressionado pela má campanha no Campeonato, sobretudo em casa, a equipe perdeu mais uma sob seus domínios. 2 a 0 para o Bahia. São apenas duas vitórias em casa, em oito partidas. O grande nome da partida foi o volante Juninho do Bahia, que marcou os dois gols da vitória baiana. Primeiro, de pênalti, aos 12 minutos do 1º tempo e depois, aos 42' da etapa final, definindo o jogo. Quem também se destacou foi o goleiro Jean, que fez grandes defesas durante o tempo em que a sua equipe vencia por 1 a 0. O Galo teve suas principais oportunidades na primeira metade do segundo tempo, mas não conseguiu o gol. No demais, muito desespero e pouca criatividade.

A derrota culminou na demissão do técnico Roger Machado, no dia seguinte (quinta-feira, 20) e já foi feito o anúncio do novo comandante do time, que será o técnico campeão olímpico Rogério Micale. O Atlético-MG é o 11º colocado com 20 pontos. O Bahia, com o triunfo chega a 12ª colocação, com 19, e se afasta da zona de rebaixamento. 


No Estádio Giulite Coutinho, em Volta Redonda, Fluminense e Cruzeiro ficaram no empate e com isso ficaram encostados na tabela. O time de Minas é o 8º, com 22 pontos. Em 9º, aparece o Flu, com 21. 
Tudo levava a crer que seria um jogo muito equilibrado, pelas duas campanhas muito parecidas e a força das duas equipes. Dito e feito. No primeiro tempo, apesar de terminar empatado, o Cruzeiro criou as melhores oportunidades e teve mais volume de jogo. Thiago Neves atuou muito bem contra o seu ex-clube. Sassá, aos 35', fez seu segundo gol, pela segunda partida consecutiva com a camisa do time celeste. Richarlison sofreu e bateu pênalti para empatar, aos 41'.

No segundo tempo, a raposa procurava ter iniciativa de novo e criou outras boas chances. No lado tricolor, Gustavo Scarpa era o principal responsável pelas investidas carioca, porém, sem sucesso. 
Com o resultado, os dois times perderam a chance de adentrar no grupo dos seis melhores do Campeonato. 


Na Ilha do Retiro, o Sport voltou a vencer, e com autoridade. Foi um verdadeiro passeio o que se viu em Recife, nesta quinta-feira (20). O leão da ilha não tomou conhecimento do lanterna da competição e aplicou uma goleada de 4 a 0. Nem mesmo o gramado encharcado jogou a favor do Atlético, e já no primeiro tempo, o time da casa vencia por 3 a 0. Patrick, aos 6' e Diego Souza, aos 18', aproveitaram cruzamentos de Mena para marcar. Aos 41 minutos, André fez o terceiro. 
Na volta do intervalo, apesar do jogo piorar tecnicamente(devido ao detrimento das condições do campo), aconteceu o lance mais bonito da noite, e talvez da rodada: em um contra ataque, André saiu na cara de Klever e fez um lindo gol de cobertura, aos 35', fechando o placar. Com a vitória, o Sport chega a 5ª colocação, com 24 pontos e comemora o ótimo momento sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. O Atlético-GO, por sua vez, permanece na lanterna com apenas oito pontos. 


No fechamento da rodada, o Atlético-PR recebeu o Botafogo, na Arena da Baixada. O que se viu não foi um bom jogo e os times protagonizaram o segundo empate sem gols da rodada. No primeiro tempo, jogo pouco produtivo e o time da casa tentando mais, porém sem assustar tanto. A segunda etapa começou igual e foi da mesma forma. Exceto o final do jogo, após a expulsão de Emerson Silva, onde as equipes se soltaram e foram para o tudo ou nada. Mesmo assim, nada mudou no placar. 

Com o resultado, o Atlético-PR perdeu a chance de se afastar da Zona de Rebaixamento e corre o risco de entrar nela na rodada que vem, caso não vença e o São Paulo consiga os três pontos. O time da baixada é o 16º, com 17 pontos. O Botafogo, com o empate, saiu do G-6 e agora é o 7º, com 23 pontos. 


Resultados

Quarta (19/07):
Santos 1x0 Chapecoense
Vitória 1x3 Grêmio
Ponte Preta 4x0 Coritiba
Avaí 0x0 Corinthians
Flamengo 2x2 Palmeiras
São Paulo 1x0 Vasco
Atlético-MG 0x2 Bahia

Quinta (20/07):
Fluminense 1x1 Cruzeiro
Sport 4x0 Atlético-GO
Atlético-PR 0x0 Botafogo

CLASSIFICAÇÃO

1
Corinthians
37
2
Grêmio
31
3
Santos
27
4
Flamengo
25
5
Sport
24
6
Palmeiras
23
7
Botafogo
23
8
Cruzeiro
22
9
Fluminense
21
10
Vasco
20
11
Atlético-MG
20
12
Bahia
19
13
Coritiba
19
14
Ponte Preta
18
15
Chapecoense
18
16
Atlético-PR
17
17
São Paulo
15
18
Avaí
14
19
Vitória
12
20
Atlético-GO
8


16ª Rodada

Sábado, 22/07:
Vitória x Chapecoense
Flamengo x Coritiba

Domingo, 23/07:
Santos x Bahia
Fluminense x Corinthians
Sport x Palmeiras
Avaí x Cruzeiro
Atlético-MG x Vasco
Atlético-PR x Ponte Preta
Atlético-GO x Botafogo

Segunda, 24/07:
São Paulo x Grêmio






É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique) 



                       
Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours