No último final de semana foi realizada a 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.  Foram marcados apenas 19 gols. Média baixa de quase 2 gols por jogo, com metade dos jogos terminando com o placar de 1x0, ou 0x1 (devido as vitórias em maior número dos visitantes). Com mais um gol marcado no Moisés ‘Luccarelli’, Lucca chegou aos 7 gols e começa a ameaçar Henrique Dourado, do Fluminense, que continua com 9 gols, após passar em branco contra o São Paulo, no Morumbi. No jogo mais aguardado da rodada, o Corinthians venceu o Grêmio, em Porto Alegre e abriu  quatro pontos de vantagem na liderança.

E neste jogo tivemos o maior público do campeonato: pouco mais de 52.000 pessoas compareceram ao estádio para reverenciar o jogão deste Domingo. Pela primeira vez os três times apontados como principais candidatos ao título (Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo) venceram na rodada, todos eles, fora de casa. Assim, Flamengo e Palmeiras passam a ser, 3º e 4º colocados agora, saltando cinco posições cada. O Atlético ainda figura na parte de baixo da tabela. Coritiba e Ponte Preta foram os que mais caíram na tabela, quatro posições.


SANTOS 0x1 SPORT

Na Vila Belmiro, pela primeira vez na história, Sport derrotou o Santos e acabou com invencibilidade de 5 jogos do adversário. Também foi a primeira vitória como visitante neste Brasileirão. O gol da equipe pernambucana foi marcado por Osvaldo após jogada de Diego Souza e desvio de Fabián Noguera. Esta foi a primeira derrota de Levir Culpi no comando santista.

O Santos foi melhor no jogo e criou mais chances, mas a sua ineficiência para colocar a bola para as redes fez com que a equipe não saísse do 0. O Sport chegou menos, mas contando com uma grande contribuição de Noguera, definiu a vitória aos 35’ do 2º tempo, com Osvaldo que havia entrado pouco tempo antes. Sem marcar gols mais uma vez em casa, o Santos mostra uma queda nesse quesito, em relação a temporada passada. São apenas 9 gols marcados até aqui.

Com o resultado, o Leão saiu da zona de rebaixamento e chegou aos 12 pontos, ensaiando assim, uma reação após um início ruim no campeonato.

VASCO 1 x 0 ATLÉTICO-GO

No sábado (25/06), o Vasco recebeu o Atlético-GO, no São Januário e venceu pelo placar mínimo, com belo gol de falta de Nenê.

Em jogo de poucas oportunidades, faltou criatividade e sobrou marcação. O time da casa contou com a participação de seus jogadores mais experientes para conquistar os três pontos. Luís Fabiano sofreu a falta que originou o gol de Nenê aos 27’ do primeiro tempo. E foi só. No restante do primeiro tempo o Vasco criou um pouco mais que o Atlético (que não fez praticamente nada). No segundo tempo, o Atlético chegou mais vezes, porém não ofereceu perigo ao goleiro Martín Silva, que sequer sujou o uniforme. Ao não ser no final do jogo, quando deitava no gramado com a bola para segurar a vitória cruzmaltina.

Com a vitória, o Vasco chega aos 15 pontos e atinge a parte de cima da tabela. O Atlético-GO, conheceu a sua terceira derrota consecutiva e estacionou nos 6 pontos, ficando cada vez mais consolidado como um dos favoritos a serem rebaixados para a Série B do ano que vem.


SÃO PAULO 1 x 1 FLUMINENSE

No Morumbi, o São Paulo chegou ao seu quinto jogo sem vitória neste Brasileiro. Desta vez, empate em 1x1 contra o Fluminense.

Na tarde de Domingo (25) o São Paulo até saiu na frente, com gol de Jucilei, mas não conseguiu segurar o placar e tomou o empate. E olha que poderia ter sido pior, não fosse a grande atuação do goleiro Renan Ribeiro. Oscilando bastante na partida (mais uma vez), o Tricolor paulista foi melhor em 2/4 da partida. No começo e no fim. Foi nestes momentos que teve as melhores oportunidades. Porém, no demais o time carioca dominou as ações e poderia tranquilamente sair com a vitória fora de casa.

Com o resultado, o São Paulo tem apenas um ponto de vantagem para o Z-4, com 11. O Fluminense, com 15, caiu para 8º.  

Veja a análise sob a ótica do Tricolor Paulista em: Papo de Torcedor SÃO PAULO (Clique), por João Paulo Silva. 


CRUZEIRO 2 x 0 CORITIBA

Depois de três jogos sem vencer, o Cruzeiro voltou a vencer, em casa, por 2 a 0. Thiago Neves e Rafael Sóbis definiram o triunfo mineiro. Os gols foram marcados aos 37’ do primeiro tempo e 19’ do segundo. Sendo o último, um belíssimo gol de Sóbis, após driblar o goleiro e o zagueiro antes de empurrar para as redes.    

Após o tropeço contra a Ponte Preta fora de casa, desta vez a Raposa mandou o que tinha de melhor a campo. Resultado: vitória e boa atuação. Além dos autores dos gols, o lateral Diogo Barbosa foi outro que jogou muito bem, chegando perigosamente algumas vezes. Destaque também para a nova camisa do time celeste, em homenagem ao título da Libertadores de 1997.    

No meio de semana, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro enfrenta o Palmeiras e no final de semana, o Atlético-MG, domingo (02). O Coritiba chegou ao seu 5º jogo sem vencer e o 4º sem marcar. O time ocupa agora, a nona posição.  O Cruzeiro encostou no próprio Coxa, em 10º, com 14 pontos 

ATLÉTICO-PR 4x1 VITÓRIA

Na Arena da Baixada, o Atlético-PR consolidou a sua arrancada no Campeonato Brasileiro definitivamente. De virada, a equipe goleou o Vitória por 4x1 e fez jus ao apelido de furacão, principalmente pela atuação na segunda etapa.

O Vitória até saiu na frente, com o zagueiro Fred, de falta, aos 16’ do primeiro tempo. No entanto, aos 29’, as coisas começaram a mudar com a entrada de Nikão. Ele substituiu Lucho González, com dor na coxa. Aos 43’, Wanderson marcou mais uma vez (como havia feito contra o São Paulo, quarta-feira).
No segundo tempo o Atlético voltou empolgado e logo aos 8’ virou a partida, Nikão. Logo em seguida, Éderson depois de boa trama fez o 3º.  O Vitória quase diminuiu aos 29’ com Kieza. E aos 35’, Matheus Rossetto fechou o placar, em um chutaço de fora da área, no ângulo.

Com o resultado, o Atlético subiu mais uma posição, está em 12º, com 14 pontos. Já o Vitória, é o 18º, com apenas 8.

GRÊMIO 0x1 CORINTHIANS

No jogo mais aguardado da rodada (e talvez do Campeonato até aqui), o Corinthians derrotou o Grêmio e segue invicto na competição.

O resultado foi de 1 a 0, mas a sensação foi de uma verdadeira goleada. Apesar de Jadson ter marcado o gol da vitória aos 6’ do segundo tempo, o lance mais decisivo da partida ocorreu um pouco mais tarde, aos 38’. E o grande protagonista da partida foi quem decidiu a favor do Corinthians, Cássio. Ele que já havia feito outras tantas grandes defesas no jogo e selou a sua participação de gala defendendo o pênalti de Luan. Depois do lance, o goleiro ainda apareceu em mais duas grandes participações.

Por fim, decepção para o lado tricolor, que criou bastante e propôs o jogo – como esperado -, mas parou na muralha alvinegra. Do lado corintiano, só há o que comemorar: vitória, e agora, uma diferença aberta de 4 pontos para o próprio Grêmio, vice-líder.

Confira a análise do duelo sob a ótica alvinegra no:Papo de Torcedor CORINTHIANS (Clique), por Adriano Garcia. 


PONTE PRETA 1x2 PALMEIRAS

Em jogo bastante agitado, o Palmeiras venceu a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Mesmo com equipe mesclada, o verdão contou com grande atuação de Guerra, autor dos dois gols da equipe. O jogo ainda teve 3 expulsos: Rodrigo e Renato Cajá (Ponte), além de Tchê tchê (Palmeiras). Lucca marcou mais uma vez, porém o seu gol (entre os dois de Guerra) não foi o bastante para a Ponte.

Com todos os gols marcados no primeiro tempo (Guerra aos 38’ e 45’ e Lucca aos 40’), na segunda etapa, o Palmeiras buscou se defender e garantir o resultado e a Macaca tentou ameaçar, porém o placar não se alterou.

Com a derrota, a Ponte perdeu a invencibilidade em casa e caiu para a 11ª posição, com 14 pontos. Já o Palmeiras, com a terceira vitória seguida, passou a ocupar o G4, com 16 pontos e começa a fazer o que era esperado do time.

Confira a análise do duelo sob a ótica palestrina em: Papo de Torcedor PALMEIRAS (Clique), por Leonardo Carrazza

BAHIA 0x1 FLAMENGO

Em Salvador, o Flamengo sofreu, mas conseguiu vencer mais uma, agora fora de casa. O time rubro negro jogou mais de um tempo com um jogador a mais. Lucas Fonseca foi expulso aos 30’ do primeiro tempo. Berrío, saiu do banco aos 19’ 2º tempo para decidir.

Em noite que marcou a estreia de Éverton Ribeiro com a camisa 7 rubro negra, o meia teve boa atuação, foi muito participativo e inclusive deu a assistência (mesmo que involuntariamente) para o gol de Berrío, que decidiu o jogo, aos 27’ do segundo tempo. O gol foi bastante comemorado pelo colombiano, que viu nesta semana mais um jogador chegar para disputar a posição com ele, Geuvânio.

Assim, o Flamengo, com 17 pontos, entrou no G4 e o Bahia, ao contrário, caiu para o Z4 do Campeonato Brasileiro, com 10. 

CHAPECOENSE 0x1 ATLÉTICO-MG

O Atlético-MG impôs a terceira derrota seguida da Chapecoense no Campeonato Brasileiro de 2017.  Mesmo com o time bem modificado, visando poupar seus principais jogadores para o jogo de quinta-feira, contra o Botafogo pela Copa do Brasil, o Galo mostrou a qualidade do seu elenco e venceu com gol de Marlone, cabeceando bola cruzada por Valdívia, aos 11’ do primeiro tempo. A Chapecoense teve o domínio da partida na maior parte do jogo, até mesmo pela proposta do seu rival, mas não soube aproveitar a posse de bola e abusou dos lançamentos e chuveirinhos. O Atlético postado para o contra-ataque segurou a pressão até o fim e saiu vitorioso.

 No confronto, destaque para o embate entre pai e filho, Vagner Mancini e Matheus Mancini, respectivamente. Melhor para o segundo, o filho e zagueiro do Atlético-MG de 22 anos. Ao término da partida, Túlio de Melo foi dar satisfações a torcida da Chapecoense que estava muito irritada pela sequência de derrotas do clube.

 Após tomar uma surra do Flamengo, quinta-feira (22/06), a Chape perdeu mais uma e continua caindo na tabela. Os dois times agora são ‘vizinhos’ na tabela. A Chapecoense com 13 pontos é o 13º. Logo em seguida, vem o Atlético-MG com a mesma pontuação. Na semana que vem, o Galo recebe o Cruzeiro no Independência.


BOTAFOGO 0x2 AVAÍ    

No fechamento da rodada, o Botafogo recebeu o lanterna Avaí, no Nílton Santos, para confirmar o bom momento. Mas o inesperado aconteceu: vitória dos visitantes por 2 a 0, com dois gols de Joel.

Apesar de tudo conspirar para uma vitória dos donos da casa, que vinha de 4 jogos invictos e enfretaria o lanterna da competição, o Avaí surpreendeu. Joel, 5’ e aos 16’ do primeiro tempo, jogou um balde de água fria nas pretenções do Botafogo e no restante da partida se fechou. O glorioso fez uma verdadeira blitz na segunda etapa, mas não conseguiu nem ao menos descontar. Grande atuação também do goleiro Douglas, do Avaí que fez ótimas defesas e salvou a equipe catarinense.

Agora, o Avaí comemora a saída da lanterna, jogando o Atlético-GO para o seu lugar. O time avaiano chegou aos 8 pontos e subiu uma posição. O Botafogo, com a derrota, saiu do G-6 e caiu para o sétimo lugar.



CLASSIFICAÇÃO
1
Corinthians
26
2
Grêmio
22
3
Flamengo
17
4
Palmeiras
16
5
Santos
16
6
Vasco
15
7
Botafogo
15
8
Fluminense
15
9
Coritiba
15
10
Cruzeiro
14
11
Ponte Preta
14
12
Atlético-PR
14
13
Chapecoense
13
14
Atlético-MG
13
15
Sport
12
16
São Paulo
11
17
Bahia
10
18
Vitória
8
19
Avaí
   8
20
Atlético-GO
6


11ª Rodada

Sábado, 01/07:
Palmeiras x Grêmio
Atlético-GO x Santos

Domingo, 02/07:
Flamengo x São Paulo
Corinthians x Botafogo
Atlético-MG x Cruzeiro
Sport x Atlético-PR
Vitória x Bahia
Coritiba x Vasco
Avaí x Ponte Preta

Segunda-feira, 03/07:

Fluminense x Chapecoense



É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)



Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours