Banner 1

JC Agora

Copa das Confederações - Favoritos avançam


Amigos! Vamos hoje falar da abertura da rodada que define os semifinalistas da Copa das Confederações - Russia 2017, que teve uma acachapante vitória de Portugal ante a esforçada e fraca tecnicamente seleção da Nova Zelândia, pelo placar de 4 x 0. Além da vitória do México pelo placar de 2 x 1 ante a anfitriã Rússia, eliminando a equipe da casa


A equipe do técnico Fernando Santos teve dificuldades para furar o bloqueio nos minutos iniciais da partida. Sob o comando do jovem Anthony Hudson, os oceânicos adiantaram a marcação e pegaram firme, fazendo com que o primeiro gol demorasse mais do que o esperado a sair.

Até que Danilo foi derrubado na área, na cobrança, Cristiano Ronaldo foi perfeito, sem chances para o ótimo (alô Mengo) goleiro Marinovic. Após isso, como diz o jargão, a porteira abriu, em jogada de Eliseu, o meia Bernardo Silva adquirido pelo City fez o segundo em seguida, o jogo ficou tranquilo pra Portugal.

No começo da etapa final, franca atiradora, a Nova Zelândia passou a se lançar mais pro ataque, mas logo Portugal já estava em cima de novo e Marinovic evitou uma goleada histórica. André Silva fez um golaço em jogada individual, aliás um parêntese, cubro o campeonato Italiano desde 2005 e desde 2014 neste projeto e esta pode ser uma aquisição espetacular do Milan. E pra fechar a festa, Nani pedalou pra cima da já entregue defesa e fez também lindo gol. A seleção portuguesa espera agora o segundo colocado do grupo B, que será definido amanhã.



No jogo de fundo, a anfitriã Rússia encarou um grande adversário que é o México, caiu, mas não fez feio, pelo contrário, jogou melhor, mas o time de Osorio aproveitou melhor as oportunidades, a decisiva inclusive com uma grande infelicidade do bom e instável goleiro Akinfeev. 

A equipe da casa mandou nos minutos iniciais da partida, aliás, em toda a etapa inicial e chegou ao gol na pressão, a jogada foi conclu´sa após bom avanço pela ponta de Golovin, que cruzou até a furada que virou assistência de Erokhin e a finalização precisa de Samedov. Porém o México achou o empate praticamente em seguida com Araújo. Os russos remaram bastante e em cinco minutos a igualdade e eliminação a vista novamente.

Tal qual o empate, a virada também saiu "ao acaso", chutão da defesa, o goleiro Akinfeev achou que a bola chegaria a área para que ele defendesse, mas Lozano acreditou no lance do jeito certo, ganhou na velocidade do zagueiro e chegou antes do arqueiro pra mandar pro gol. Falha do camisa 1 que me lembra o belga Mignolet, são dois bons goleiros, capazes de fazer milagres, mas também de falhas como essas.

Posteriormente, mesmo ficando com um a menos o time da casa foi melhor, pressionou, mas acabou sendo eliminado com o resultado de derrota. Vejam, eu gostei bastante desse time da Rússia, dentro do que pode, claro. Mostrrou bom volume de jogo, jogadas de velocidade pelas pontas, é um time bem treinado, que entrega mais do que pode e dependendo do grupo na Copa, pode passar da primeira fase, o que já seria um feito importante pra esse time. Sobre o México, não foi um bom jogo, mas o resultado veio, tal qual no início da passagem, Osório tem sido muito questionado, mas os resultados estão vindo, seus métodos por vezes irritam, mas a situação nas eliminatórias, no meu entendimento mostra que o time sim, está no caminho certo com o ex-técnico do Atlético Nacional e do São Paulo FC.



Amanhã vocês terão aqui a análise dos jogos que definirão as semifinais, Chile x Austrália e Alemanha x Camarões, até lá.




Curta nossa página: Jovens Cronistas! (Clique)




Imagens: AFP. 



Nenhum comentário