Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor VASCO - Sem convencer!




A semana que havia começado de forma preocupante para o Vasco, após o empate sem gols diante da Ponte Preta, pela Série B, terminou de forma feliz para os vascaínos, mas nem por isso, tranquila. O time fez seu dever de casa na Copa do Brasil, contra a mesma Ponte Preta, a qual derrotou novamente, desta vez, por 2x1, e avançou para a fase seguinte da competição. O adversário será conhecido após sorteio envolvendo os clubes que entram nesta nova etapa, dentre eles, os que disputaram a Libertadores. Pela Série B, outra vitória, contra o Paraná Clube, por 1x0. A questão é o que o time vence, mas não convence...

Duas vitórias magras, contra adversários tecnicamente inferiores, e com atuações irregulares dos principais nomes da equipe, deixaram a torcida com o pé atrás. A barração de Luan, por Adílson Batista, ainda não encontrou justificativa. Não que seu substituto, Douglas Silva, tenha jogado mal. Pelo contrário. O voluntarioso zagueiro até balançou as redes, mas o time passou sufoco para manter os resultados. Contra o Paraná, Kléber desperdiçou um pênalti que poderia matar o jogo. Definitivamente, ser vascaíno não é tarefa fácil atualmente...

Alguns amigos me perguntam que competição o clube deve priorizar. Em primeiro lugar, creio que está cedo demais para se pensar nisso, mas, todos sabem que o grande objetivo do Vasco esse ano é voltar à Série A, da qual nunca deveria ter saído. O elenco é frágil para batalhar em duas frentes, portanto, se eu pudesse escolher, me manteria brigando nas duas, mas com o foco na segundona. Quando o Vasco ganhou a Copa do Brasil,em 2011, só entrou de fato na competição após eliminar o Atlético-PR, pelas quartas de final. Até então, o time vinha de um vice-campeonato da Taça Rio, após péssima campanha no primeiro turno do Campeonato Estadual, quando perdeu as quatro primeiras partidas. Foi só quando chegou à semifinal que aquele time encaixou, portanto, a Copa do Brasil desse ano pode servir de estímulo para uma boa campanha na Série B, como aconteceu no Brasileiro de 2011, mas não deve ser tratada como prioridade agora, como não foi naquela época.

Outra pergunta é se as eleições de quarta-feira poderão influenciar no rendimento do Clube. Creio que não, e espero estar certo. O pleito, em si, não interfere no rendimento do time em campo, mas o resultado dele pode, a médio e longo prazo, trazer consequências boas ou ruins. Uma coisa, porém, é certa: o Vasco precisa de um presidente que se faça presente, e defenda os interesses do clube, sobretudo nesse momento tão crítico de sua história!

Nenhum comentário