Olá a todos e todas!

Tudo bem com vocês?

Por aqui seguimos.


Ainda que seja "chover no molhado" não custa repetir o óbvio: estamos em meio a uma pandemia, algo que não era vivido a mais de um século, e os governos adotam posturas das mais diversas no trato da doença. Ao mesmo tempo, temos uma mudança de narrativa por parte da imprensa que, praticamente nos apresenta uma "pós-pandemia". Aqui no Rio Grande do Sul, uma das redes de tv que, até pouco tempo atrás, tinha em sua programação a #JuntosContraoVirus, de repente suprimiu o aviso. Suprimiu por que a #JuntosContraoVirus ? Acabou a pandemia?

Agora, os governos estaduais e municipais começam a trabalhar o retorno às aulas presenciais nas escolas, da educação infantil às universidades. Algumas escolas particulares já avisaram que não retornarão em 2020 com este modelo de aulas, permanecendo apenas remoto até o fim do ano da mesma forma que alguns prefeitos também fizeram o mesmo comunicado. 

É importante que se diga que alguns prefeitos, especialmente na região da Grande Porto Alegre, já anunciaram que as aulas presenciais não retornarão neste ano e quando um prefeito faz este tipo de decreto, o anúncio vale para todas as instituições no território municipal.

O governo do Estado do Rio Grande do Sul elaborou um sistema de distanciamento controlado, a partir da atribuição de cores (preto/vermelho/laranja/amarelo/branco), saindo-se do vermelho na maior parte do Estado do RS para um misto de laranja/amarelo em um período pré-eleitoral. A pressão pela reabertura das escolas estaduais só aumenta por parte do governo mesmo que algumas questões estejam sem resposta:

*Porque voltar às aulas presenciais se o Governo do Estado disponibilizou uma Internet Patrocinada?
*Porque voltar às aulas presenciais agora faltando poucos meses para o fim do ano letivo?
*Porque as escolas estaduais devem voltar se a maioria das escolas particulares não vai retornar? As escolas públicas tem mais condições materiais do que as particulares?

O Dia dos Professores, 15 de Outubro, deveria ser celebrado num clima mais calmo mas, ao contrário, estaremos sob uma tensão imensa, praticamente sob uma espada de Dâmocles.

São tantas as perguntas além das citadas que daria para ficar escrevendo muito mais do que isso.


Até semana que vem.

Saudações,

Ulisses B. dos Santos.

Twitter e Instagram: @prof_colorado

Sobre a Coluna

A coluna SobreTudo é publicada  às quintas-feiras.  






Compartilhe:

Ulisses Santos

Sou um cara solidário e humanista. Procuro ser empático com o outro. As relações humanas fazem com que cada um de nós seja alguém que ao acordar é uma pessoa e ao dormir seja outra. Sou professor da rede pública estadual do RS desde 2002 e escritor desde sempre. Tenho livros escritos sobre a história de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul. Atualmente estou concluindo a graduação em Jornalismo.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours