Foto: Ag. Palmeiras (César Greco)

Queridíssimos torcedores da gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras, cá estamos de volta com nosso Papo de Torcedor por consequência da ridícula volta do futebol brasileiro em meio ao pico (se é que dá pra se medir pico na bagunça chamada Brasil) da maior pandemia que os últimos 100 anos já viram. E voltamos para ele, o aguardado, o amado, o irresistível, o incancelável Paulistão 2020, o grandiosíssimo campeonato cujo a importância para o futebol brasileiro é tão grande que precisa de espaço em seu calendário para voltarmos a vê-lo após uma parada de 3 meses. Óbvio que estou sendo o mais irônico e sarcástico possível nessa introdução de crônica.

Deixo primeiramente explícito a todos os leitores do blog que acompanham meus textos de que eu sou contra 100% da decisão da volta do futebol brasileiro em meio a médias de 1500 mortos em 24 horas e quase 90 mil ao todo. Os estaduais que pra mim já são irrelevantes no atual cenário do futebol tendo apenas 3 funções que são: Inflar calendário; contundir jogador e demitir técnico. Ainda conseguem ter espaço com suas federações para ocupar um espaço em um calendário mais caótico que o comum pra preencher os jogos pós parada. Temos Brasileirão, Libertadores, Copa do Brasil e o foco principal é terminar o horrível campeonato paulista. Não deveríamos sequer pensar em voltar agora, mas como só fazemos errado (e me refiro principalmente a gestão da pandemia no país) nada melhor que fazer o mesmo com o futebol.  Parece uma armação, uma pegadinha, um blefe falar de voltar o futebol, mas não é. E é de armação que diremos hoje nesse texto.

O Palmeiras recebeu de portões fechados o Santo André para as quartas de final do Paulistão nessa quarta em um jogo em que escancara a maior dificuldade que o Palmeiras passa há anos e agora com a saída de Dudu deixa mais explícito ainda. Não temos armador.

O Palmeiras tem carência excessiva de um jogador que arme seus atacantes, que acione deus pontas, que traga ligação entre seu meio campo e seu ataque. Vimos isso em várias análises nos programas esportivos no derby contra o Corinthians e contra o Santo André, um adversario mais fraco vimos mais de perto.

O Palmeiras teve segundo o Sofascore.com 72% de posse de bola contra o Santo André, chegando a alcançar domínio ainda maior ao longo da partida. Uma posse de bola nada incisiva, sem nenhum objetivo e carente de finalizações. Finalizamos menos que o Santo André no primeiro tempo e no segundo tempo finalizamos uma vez a mais. Houveram vários momentos em que tinhamos um contra ataque nos pés e não sabíamos o que fazer com a bola. Isso não é uma armação, isso são volantes perdidos em saber como passar suas bolas para nossos atacantes. Estamos fragmentados, sem a junção de meio campo e ataque.

Até conseguimos vencer o jogo, Felipe Melo após a salvadora jogada de time sem criação (a bola na área) consegue cabecear quase no fim do jogo e abrir o placar e no desespero do Santo André, Marcos Rocha fechou o placar para o segundo gol.

Pois é, quase o milionário Palmeiras foi para os penaltis contra o Santo André no campeonato que tinha que voltar a qualquer custo. Tudo por falta clara desse time milionário ter um bom meia. Pior pra quem tá do outro lado do muro tomando 3 gols de um time com 18 jogadores perdidos por conta da crise do Covid.

Enquanto não tivermos um armador, continuaremos batendo cabeça do meio campo pro ataque e salvos por cabeçadas em cruzamentos com pouca inspiração.



Se inscreva em nossos canais no Youtube: TV Jovens Cronistas e confira nosso novo canal exclusivo de esportes, o JC Esportes e nossos conteúdos esportivos, com destaque para transmissões ao vivo, dê sua opinião que é fundamental, seu like e divulgue para os amigos! 

Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcesportess e @jcronistas 



Compartilhe:

João Paulo Travain

26 anos, formado em história na Universidade Estadual do Paraná-Campus Paranavaí. Amante de música, e futebol, sendo adepto fanático pela Sociedade Esportiva Palmeiras e da Juventus F.C e o Boston Celtics.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours