Camarada, a conta, por gentileza. No Brasil a crise perpassa a pandemia do novo coronavírus, o que implica em algo quase que permanente e, como reza a cartilha neoliberal, preço a se pago em troca melhores condições socioeconômicos ao final do arco-íris. O “xis” da questão não é quem irá pagar e sim quem já está pagando a conta. Em uma rápida retrospectiva dos últimos cinco anos, não é difícil notar que os estratos mais marginalizados e vulneráveis têm dado sua contribuição, mesmo que sem ter tido a oportunidade de sentar à mesa do almoço/jantar. Não comeram, não comem, no entanto, pagam. 



Os mais pobres do País, sem ser escutados, pagam pela crise em certa medida fabricada por jogadas políticas de peças nacionais movidas por players externos. No Brasil, o necessário enfrentamento ao novo coronavírus não necessariamente cria uma crise. Por aqui, ele agrava a situação dos mais desvalidos, daqueles que, quando em excesso, podem de dispensados. Neste Redação JC os cronistas Adriano Garcia e Claudio Porto repercutem tal contexto.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos
Compartilhe:

Editorial JC

Conta administrada pelos três jornalistas integrantes do Conselho Editorial do projeto Jovens Cronistas.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours