Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Boa vitória, mexidas não sentidas e VAR do jeito certo

Foto: Globoesporte (Marcos Ribolli) 

Amigos e Nação Corinthiana! Estamos juntos mais uma vez para analisar um resultado de suma importância na Arena e com bom desempenho do nosso Corinthians, em jogo atrasado o time fez sua parte atuando bem e dando rodagem ao elenco e conseguiu o resultado de 2 x 0 ante um Goiás que apesar do momento complicado, fez um bom jogo e qualificou a vitória do time de Carille. 


O Timão começou o jogo dominando completamente as ações ofensivas, criando possibilidades de gol, com uma posse (ainda que só ela não resolva nada) muito significativa. O time saiu na frente aos 24 em uma jogada coletiva muito bonita (a la duelo ante o Wanderers) que foi concluída por Urso para chutar pra longe de vez qualquer insinuação (a qual eu discordo) de que esteja em "má fase", lindo gol. Quatro minutos depois um susto com o empate em outra boa descida pela esquerda do ex-Santos Daniel Guedes, que acionou o liso Michael que limpou Gil para marcar, mas o lance foi revisado e no momento do passe, um pé do goiano estava sim à frente, assim como nos momentos que viriam, o VAR não foi instrumento de erro e sim do que veio para fazer, da CORREÇÃO do erro, por mais milimétrico que ele seja. 

Quando o jogo foi retomado, o lance de VAR foi no ataque do Corinthians e novo acerto, bola cruzada e o defensor faz o movimento de chute na bola LEGAL, de cima pra baixo e Vital tenta disputar o lance com a cabeça e é acertado. Sim, o chute acertou em Vital, mas a revisão com NÃO MARCAÇÃO do penal no meu entendimento é CORRETA, visto que o movimento de Vital foi errado e não o movimento do defensor verde um lance faltoso, temos que ser justos aqui, se não não é jornalismo. 


Em linhas gerais o segundo tempo, com as entradas de Jadson e Everaldo não funcionaram e o adversário até começou a "fazer graça" no jogo. Mas aos 40 minutos, mão na bola do zagueiro Rafael Vaz (o mesmo do lance com Vital que NÃO foi pênalti) dentro da área, o lance foi revisado com o VAR e mais um acerto. Boselli que felizmente FICA no Corinthians bateu com raiva e matou definitivamente o jogo. No fim, após uma falta que parou um lance claro de gol e gerou justa expulsão de defensor adversário, o apagado Jadson quase fez de falta mas parou em Tadeu. Apesar da queda no segundo tempo, mais um bom jogo e ótimo resultado, time cada vez mais competitivo.


Pra sintetizar bem, em relação a arbitragem é isto. O problema não "é o VAR" e sim QUEM O OPERA, quem apita o jogo. Quando o instrumento é utilizado por quem SABE o que fazer e QUER FAZER da maneira correta, é um instrumento excelente. Três lances de revisão, três acertos, quem dera fosse assim sempre.

Sobre o time, no primeiro tempo principalmente uma atuação muito consistente, num elenco que rodou, Carille poupou algumas peças que serão titulares na temporada toda como Love, Avelar e Sornoza e o time não perdeu em nada. A importância de Clayson no time se mostra cada vez mais fundamental, parece que ter finalmente uma sombra fez bem a ele e Everaldo não tem mantido o mesmo nível, mas enfim, o Goiás não veio só se defender, valorizou o resultado mesmo estando em crise e o jogo mostrou o que temos batido aqui desde a volta da Copa América, o time passa por uma evolução constante, então, aos que amaldiçoavam Carille resta ENGOLIR, ele usou o tempo que teve e CONSERTOU grande parte dos problemas do time, isso é coisa pra técnico grande. Quem odeia Carille deve ser muito infeliz, pois ele dá pouquíssimas brechas pra satisfazer tal sentimento.




Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e acompanhe a volta de nossos programas esportivos. 


 Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 


Nenhum comentário