Entre os dias 21,22 e 23 de Outubro foi realizada a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Chegando a reta final da competição, agora só restam 8 rodadas. Na parte de cima, o Corinthians perdeu mais uma e viu os seus rivais Palmeiras e Santos se aproximarem. A diferença agora é de 6 pontos. O Grêmio, antes vice-líder, caiu para a quarta colocação e o Flamengo, trocou de posição com o Botafogo no grupo que abre as vagas para a Libertadores de 2018. Na Zona de Rebaixamento, o Avaí (quem mais se deu bem na rodada) saiu e o Vitória voltou a figurar entre os últimos colocados da tabela. Na artilharia, Henrique Dourado segue isolado com 16 gols, mesmo com o gol marcado por Jô, que agora tem 15. Apesar disso, o Fluminense caiu duas posições, com a derrota sofrida na rodada. 


Na abertura do rodada, o Vasco, vindo de uma boa sequência recebeu o Coritiba, que tentava se recuperar na tabela. O jogo foi realizado no Maracanã.

Em jogo fraco tecnicamente, as duas equipes pouco apresentaram na primeira etapa. Evidenciando a falta de inspiração, aos 15 minutos do primeiro tempo, Matheus Galdezani fez contra, o primeiro gol para o time carioca.

No segundo tempo, Breno decidiu o jogo, mas não foi para o seu time. Aos 23 minutos, Rildo contou com desvio do zagueiro para empatar o jogo, que parecia ser a quarta vitória seguida do Cruzmaltino. Aos 47', o jogador ainda foi expulso. O empate foi ruim para as duas equipes. O Vasco perdeu a chance de se manter colado na briga pela Libertadores, enquanto o Coritiba poderia ter saído do Z-4 com a vitória. Joseclei Nunes descreveu o empate sob a ótica vascaína (Clique).




Após semana turbulenta, em que houve demissão e readmissão do técnico Levir Culpi em minutos, o Santos venceu o Atlético-GO, no Estádio da Vila Belmiro e segue na perseguição ao Corinthians.

O time da casa, pressionado, se mostrou motivado em dar uma resposta ao seu torcedor e criou boas chances. Aos 28', em Tiro livre indireto, Copete salvou o Peixe de sair atrás do placar. Dois minutos depois, Ricardo Oliveira marcou. No segundo tempo, os dois goleiros apareceram bem e evitaram os gols. O time goianiense começou melhor a etapa final, enquanto o Time da Vila, ao retomar o controle da partida, cadenciou o jogo e garantiu o placar magro. O Atlético não se entregou e continuava insistindo, chegando até a acertar a trave, com Jorginho no fim do primeiro tempo.



No Pacaembu, o São Paulo mandou o jogo diante do Flamengo. Buscando se distanciar momentaneamente da parte de baixo da tabela, o Tricolor paulista teve um ótimo primeiro tempo, onde construiu a vitória por 2 a 0.

Os gols da vitória foram marcados por Pratto e Hernanes, aos 13 e 39 minutos do primeiro tempo, respectivamente. No segundo tempo, o time carioca foi melhor, chegando em várias oportunidades, enquanto o time mandante buscava um contra-ataque perfeito. Sem tanta eficácia para chegar ao gol e parando ora na trave, ora em Sidão, o Rubro negro sentiu a falta de Guerreiro e saiu derrotado, fora de casa. O Flamengo voltou a perder após 3 partidas, enquanto o São Paulo deu uma boa respirada, abrindo 4 pontos em relação ao Z-4 e permanecerá fora pelo menos até o fim da próxima rodada. Veja a análise de João Paulo Silva sobre a vitória são-paulina (Clique)



Na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense levou a melhor sob o Sport, que tem a pior campanha do segundo turno. O gol que decidiu o jogo foi marcado no final da partida. O primeiro tempo foi movimentado, mas sem gols. O Furacão teve sua melhor chance com Douglas Coutinho. No segundo tempo, porém, 3 gols para compensar. Lucho González, aos 16 minutos, acertou belo chute de fora da área e abriu o placar. Oito minutos depois a resposta do Leão da Ilha. Em pênalti sofrido por Rogério, Diego Souza empatou o jogo. Então, as duas equipes foram em busca da vitória e o Rubro negro paranaense foi mais feliz. Aos 42 minutos, Gedoz converteu pênalti que ele mesmo sofreu e decretou a vitória para o seu time.O Atlético-PR chegou a sua segunda vitória consecutiva e briga na parte de cima da tabela, enquanto o Sport continua na interminável luta contra o descenso.



Na Arena do Grêmio, o time da casa foi a campo com um time alternativo, visando a semifinal da Libertadores, no meio de semana. O seu adversário, o Palmeiras, se aproveitou disso e venceu em grande estilo a sua terceira partida consecutiva e entrou de vez na briga pelo título nesta reta final de Campeonato.

Na primeira etapa, o jogo foi equilibrado, com chances para os dois lados. Mas os gols só saíram na segunda etapa, quando o Verdão veio com tudo. Logo aos 3 minutos, Dudu começou a decidir o jogo, em Porto Alegre. O camisa 7 marcou após contar com desvio, em chute de fora da área. 6 minutos depois, Moisés, pegou rebote de Paulo Victor e acertou um chutaço de dentro da área, 2 a 0. Sem reação, o Tricolor gaúcho ainda viu o seu ex-atacante Dudu marcar mais uma vez, aos 17'. Aos 33', Michel fez o gol de honra para os donos da casa, após confusão na área palmeirense. Mas foi só. A derrota, para o Grêmio, significou a queda para o quarto lugar, 3 pontos a menos que Santos e Palmeiras.Veja como Léo Carrazza avaliou a vitória do Verdão (Clique).




No clássico baiano Ba-Vi, realizado na Arena Fonte Nova, as duas equipes que brigam contra o rebaixamento se enfrentaram em jogo quente. Melhor para o Bahia, que venceu e abriu 5 pontos de vantagem em relação ao próprio Vitória, primeiro time no Z-4.

Com bom público nas arquibancadas, o primeiro tempo não foi lá essas coisas, com muita marcação e poucas finalizações e o melhor da partida ficou para a segunda etapa. Logo na volta do intervalo, no primeiro minuto, Mendoza abriu o placar. Aos 37', Wallace, que havia falhado no primeiro gol, empatou a partida. Quando o jogo parecia que terminaria empatado, Edigar Junio fez o tento que culminou na vitória do Tricolor baiano. O jogo também foi marcado pelo possível episódio de racismo, em que Renê Junior acusou o atacante Tréllez de o chamar de macaco.




No Moisés Lucarelli, em disputa direta contra o Rebaixamento, Ponte Preta e Avaí duelaram.
O placar começou a ser construído em favor dos catarinenses logo aos 7 minutos de jogo, quando Rômulo abriu o placar. A Macaca, agora atrás, procurava empatar e tomava a iniciativa em casa, mas viu Júnior Dutra, aos 36' ampliar. No minuto seguinte, porém Danilo Barcelos descontou, deixando jogo aberto. No segundo tempo, mesma toada, com os mandantes indo para cima, enquanto os catarinense buscavam um contra-ataque mortal, que até veio, mas não foi aproveitado. No fim, Nino Paraíba ainda acertou a trave. No entanto, nada de gols. O Avaí voltou a vencer após 4 partidas e deixou o Z-4, enquanto a Ponte, perdeu a sua segunda consecutiva e caiu para a 18ª colocação.



No Mineirão, Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentaram em jogo bem movimentado. De virada, o Galo levou a melhor e segue se recuperando no campeonato, após a chegada de Oswaldo de Oliveira. Robinho, foi bem mais uma vez, e decidiu o jogo.

Thiago Neves abriu o placar para a Raposa, aos 30 minutos do primeiro tempo e foi vencendo para o intervalo. Na volta porém, a casa começou a cair aos 15', quando Otero empatou. Seis minutos depois, Robinho começou a decidir, marcando o gol da virada e aos 35', quando em lance parecido com o gol anterior, fez o terceiro do seu time. A vitória para o Galo significou a quebra da invencibilidade do Cruzeiro de mais de quatro meses em casa, além da aproximação da Zona de Libertadores. Após o jogo, o atacante Sassá se envolveu em nova polêmica, após curtir uma foto do zagueiro Felipe Santana, do rival Atlético, em uma rede social.




Na Arená Condá, em Chapecó, a Chapecoense chegou a sua segunda vitória consecutiva sobre o FluminenseCom um gol em cada etapa, o time catarinense foi superior e manteve a invencibilidade em confrontos contra o Tricolor carioca.Arthur, logo aos 3 minutos de jogo abriu o placar para os donos da casa, após assistência de Reinaldo. Antes do fim do primeiro tempo, em uma das poucas chances o Tricolor carioca perdeu grande chance com Marlon Freitas. Na volta do intervalo, outra vez mais ligado, o Verdão do Oeste fez o segundo logo no primeiro minuto, com Wellington Paulista. Os donos da casa continuaram melhor e tiveram duas chances de ampliar o placar. O Flu, sem reação quase não chegou. Com a vitória, a Chape ultrapassou o próprio Fluminense ao se igualar no numero de pontos, com duas vitórias a mais. No meio de semana, a equipe carioca faz clássico contra o Flamengo, pelas quartas de finais da Copa Sulamericana.




No Engenhão, fechando a 30ª rodada, o Botafogo, agora melhor time do returno enfrentou o líder Corinthians, que faz péssima campanha na segunda parte da competição.

O duelo também marcou o encontro de dois dos melhores técnicos na temporada atual, Jair Ventura e Fábio Carille. Em jogo bom, as duas equipes tiveram oportunidade de saírem vencedoras, mas no fim o Botafogo, mais seguro, se saiu vencedor e encostou na briga por uma vaga direta na Libertadores-18. O Bota começou melhor, criando mais oportunidades, mas foi o Timão quem chegou mais perto primeiro, acertando a trave aos 15 minutos, com Marquinhos Gabriel. Após isso, o time carioca continuou melhor, mas não conseguiu abrir o placar na primeira etapa. Na segunda metade, aos 8 minutos, Brenner completou desvio de Pimpão e fez 1 a 0. Não demorou muito para o Corinthians empatar. Aos 14', Jô dominou e bateu no canto. Porém, o Botafogo não desistiu e foi em busca da vitória. E ela veio graças a Igor Rabello, que de cabeça, fez o gol da vitória aos 30 minutos. No último lance, os jogadores corintianos ainda reclamaram de pênalti não marcado em Jô, e o fim da partida foi tumultuado. Adriano Garcia analisou a derrota do Timão (Clique)


Resultados

Sábado, 21/10:
Vasco 1x1 Coritiba

Domingo, 22/10:
Santos 1x0 Atlético-GO
São Paulo 2x0 Flamengo
Cruzeiro 1x3 Atlético-MG
Atlético-PR 2x1 Sport
Grêmio 1x3 Palmeiras
Bahia 2x1 Vitória
Ponte 1x2 Avaí
Chapecoense 2x0 Fluminense

Segunda, 23/10:
Botafogo 2x1 Corinthians 

CLASSIFICAÇÃO

1
Corinthians
58
2
Palmeiras
52
3
Santos
52
4
Grêmio
50
5
Cruzeiro
47
6
Botafogo
47
7
Flamengo
46
8
Vasco
43
9
Atlético-PR
41
10
Atlético-MG
41
11
Chapecoense
38
12
Bahia 
38
13
Fluminense
38
14
São Paulo
37
15
Sport
35
16
Avaí
34
17
Vitória
33
18
Ponte Preta
32
19
Coritiba
32
20
Atlético/GO
26


31ª Rodada

Sábado, 28/10:
São Paulo x Santos
Flamengo x Vasco
Atlético-PR x Chapecoense


Domingo, 29/10:
Fluminense x Bahia
Atlético-MG x Botafogo
Ponte Preta x Corinthians
Sport x Coritiba
Vitória x Atlético-GO
Avaí x Grêmio

Segunda, 30/10:
Palmeiras x Cruzeiro


É apaixonado pelo seu time, tem visão de jogo e gosta de escrever? Venha ser um cronista torcedor, saiba como curtindo e entrando em contato através de nossa página: Jovens Cronistas! (Clique) 

Compartilhe:

Gervasio Henrique

Jovem jornalista, 23. Ciente de que a batalha está começando e mais certo ainda de que lutará com todas as forças por seus ideais. Maior intimidade com esporte, automotivo e cultural. "Sem sonhos não há vida".

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours